Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL EDUCACIONAL

Pré-visualização | Página 1 de 3

UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL EDUCACIONAL 
 
 
 
 
 
 
 
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL. 
ALUNO (A): ANALIELE DE SOUZA BARROS 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
JUAZEIRO- CE 
NOVEMBRO-2020 
 
1) DADOS DO ALUNO/CURSO 
 
Curso: Pedagogia EAD 
Instituição: Universidade Cruzeiro do Sul Educaional 
Aluno(a): Analiele de Souza Barros RGM: 22438441 
Disciplina: Estágio Supervisionado- Educação Infantil 
Ano/ Semestre de Realização do Estágio: 2020 – 4º semestre 
Carga Horária:100 horas. 
 
2) CARACTERIZAÇÃO DA ESCOLA 
 
O estágio foi realizado na Instituição Escolinha Prima Vera situada no município 
de Aurora- CE, no bairro Araçá, rua Cicero José do Nascimento, n° 156. A instituição é 
de esfera privada, e assim como coloca a Lei de Diretrizes e Bases (LDB), no seu art.19 
inciso II, que as instituições privadas são mantidas e administradas por pessoas físicas ou 
jurídicas de direito privado. E essa Instituição, campo de estágio, está vinculada a 20ª 
Coordenadoria Regional de Desenvolvimento do Ensino – CREDE 20. 
Assim sendo, o nível escolar observado no período de estágio, foi o nível III da 
Educação Infantil. É importante ressaltar que a Educação Infantil é a primeira etapa da 
educação básica, se fazendo extremamente relevante no processo educacional. Este é 
regulamentado e orientado por um conjunto de leis e normas que abordam critérios 
importantes sobre o funcionamento das instituições de Educação Infantil (Creches e pré-
escolas), dentre muitos desses critérios um deles é o estabelecimento de um espaço físico 
que vise segurança, conforto e higiene (Ministério da Educação, 2013). Por isso se faz 
relevante a descrição do espaço físico da instituição na qual ocorreu o estágio. 
A instituição possui estrutura ampla e bem arejada, considerada ainda 
organizada e limpa. Dispõe de 1 diretoria, 6 salas de aula, onde 3 ficam dispostas no 
térreo e as outras 3 no primeiro andar. Contém 3 banheiros com sanitários e pias 
adaptados ao tamanho das crianças, pátio em área externa com alguns brinquedos e uma 
cantina. 
3) INTRODUÇÃO 
É de grande relevância para o entendimento de quais os princípios teóricos que 
nortearam as observações feitas, contextualizar primeiramente o que vem a ser a educação 
infantil e quais são os seus objetivos, assim como entender como o pedagogo pode atuar 
nesta área. Primeiramente o processo de escolarização das crianças é considerado 
fundamental para auxiliar o desenvolvimento infantil, pois acredita-se que este contato 
inicial com as instituições de ensino, facilita o processo de aprendizagem nos anos 
posteriores, uma vez que a criança já sente-se familiarizada com aquele espaço 
institucional de ensino, e o professor mostra-se como um mediador desse processo de 
desenvolvimento. 
No que concerne a Educação infantil, de acordo com a Lei de Diretrizes e Bases 
(LDB) seção II, art.29, está é considerada a primeira fase da educação básica, e objetiva 
contribuir para o desenvolvimento integral da criança até os 5 (cinco) anos de idade em 
todos os seus aspectos (físico, psicológico, intelectual e social) se caracterizando como 
um complemento da atuação da comunidade e familiar (LDB, 2017). Contreras (2002), 
reforça esse aspecto, ao colocar que a educação não pode ficar restrita apenas a formação 
do individuo na dimensão intelectual, mas que a profissão docente exige também um 
comprometimento com o caráter moral, cooperando para uma formação global do aluno. 
Sendo considerada a primeira etapa da educação básica, a Educação Infantil 
abrange, a creche, com atendimento a crianças de 0 a 3 anos e a pré-escola, para as 
crianças de 4 a 5 anos, e isso é assegurado no art. 30 da LDB. Ainda é disposto nesse 
documento a forma de organização da educação infantil garantido o direito da avaliação 
do desenvolvimento dessas crianças, assim como a carga horária mínima e máxima 
exigida, um controle de freqüência mínima e emissão de documentos que demonstrem 
como estão os processos de desenvolvimento e aprendizagem da criança (LDB, 2017). 
Em relação a prática do profissional de pedagogia, este para atuar na educação 
infantil tem que escolher a área de magistério, podendo também lecionar nos primeiros 
anos do ensino médio. Anterior a legislação, era exigido nas escolas apenas que esses 
profissionais fossem formados no curso de magistério em nível secundário, apesar de 
haver um porcentagem formada em nível superior. Dentre as várias reformas uma que 
merece destaque, foi a exigência de formação para o exercício de docência a crianças 
pequenas, sendo preferível a formação em nível superior à magistério nível médio 
(CAMPOS et al, 2006). 
Sob esta perspectiva, educar é promover situações de brincadeiras e 
aprendizagens que contribuam para o desenvolvimento das capacidades infantis de 
relação interpessoal, bem como para o acesso das crianças aos conhecimentos mais 
amplos da realidade social e cultural em que estão inseridas e, dessa forma, auxiliar o 
desenvolvimento das capacidades de apropriação e de conhecimento das potencialidades 
corporais, afetivas, emocionais, estéticas e éticas (Rolim, Guerra & Tassing, 2008). 
A partir dessa contextualização teórica sobre o que é a educação infantil e qual 
o papel do pedagogo neste nível de ensino, serão descritas as experiências vividas durante 
o período de estágio. Contudo vale ressaltar, que devido a pandemia do Covid-19, não foi 
possível observar e analisar de forma presencial como essas interações se davam na 
prática, mas foi possível observar em um momento atípico todas as dificuldades e êxitos 
do professor da educação infantil, frente a esses novos desafios na execução da sua prática 
profissional. 
 
3.1) Observações das atividades e experiências vivenciadas no estágio. 
 
O estágio realizado na educação infantil teve inicio em Agosto de 2020, com carga 
horária total de 100 horas. Inicialmente nossas observações pautaram-se nas orientações 
por parte do docente como também no mapeamento institucional a fim de obter 
informações e dados acerca da instituição na qual estava sendo inserida. 
Como já mencionado anteriormente, nesse estágio as observações foram voltadas 
para a prática profissional da Educação infantil-nível III. Na Instituição observada a 
professora responsável por esses alunos é a professora Michele. Devido a pandemia do 
Covid- 19 o estágio se deu de forma adaptada uma vez que não era possível fazer as 
observações de forma presencial. Então foram pensadas algumas estratégias para que 
mesmo que de forma virtual, fosse possível o conhecimento das atividades que eram 
desenvolvidas no período presencial assim como, observar como estavam sendo dispostas 
as novas aulas na modalidade on-line na Educação Infantil. Deste modo, primeiramente 
entramos em contato com a professora responsável para que ela de forma virtual, nos 
contasse como ocorria as suas aulas no período presencial, quais atividades a mesma 
realizava, e como era sua rotina. 
As aulas tinham início às 7:00 h com tolerância de atraso de 30 minutos. Desse 
modo a professora tinha por atividade inicial recepcionar os alunos e acomodá-los em sua 
sala, aguardando que os 30 minutos de tolerância acabassem para dar inicio as atividades. 
Logo após, quando todos os alunos já estão em seus devidos lugares a professora começa 
a acolhida com alguma música, e depois passa as informações para os alunos sobre quais 
as atividades do dia serão realizadas. 
Dentre as atividades realizadas estão: recortes (com auxilio do professor), 
colagens de materiais diversos; desenhar, pintar e cobrir, escrita do nome, manuseio de 
livros, bingo de letras, reconto de histórias, cruzadinha, jogos pedagógicos, brincadeiras 
livres, musica movimento, artes visuais, leitura de imagens, incentivar o reconhecimento 
de rótulos, dentre outros. 
Todas as atividades desenvolvidas seguem um plano de curso com objetivos
Página123