A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Aula-1---Compet-ncia-da-Justi-a-do-Trabalho

Pré-visualização | Página 1 de 1

1 www.grancursosonline.com.br
Viu algum erro neste material? Contate-nos em: degravacoes@grancursosonline.com.br
Competência da Justiça do Trabalho
DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO
A
N
O
TA
ÇÕ
ES
COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO
Organização da Justiça do Trabalho
São órgãos da Justiça do Trabalho: juiz do trabalho, TRT e TST.
O STF e o juiz de direito, quando investido da jurisdição trabalhista, não são órgãos da 
Justiça do Trabalho. Vale lembrar que, se em uma comarca não houver juiz do trabalho, o juiz 
de direito será investido, por lei, na jurisdição trabalhista.
No processo trabalhista, a sentença é proferida pelo juiz do trabalho, que atua na Vara do 
Trabalho. Contra essa sentença cabe o recurso ordinário (RO), que será julgado pelo TRT.
Vale lembrar que não é cabível apelação no processo do trabalho.
Após o RO, é cabível o recurso de revista (RR) ao TST. Sobre a resposta desse RR ainda 
é cabível embargos ao TST.
Vale lembrar, ainda, que o RR é julgado por uma das turmas do TST. Da decisão da 
turma do TST cabem embargos, que serão julgados pela Seção de Dissídios Individuais 
(SDI) do TST.
Por fim, após esses embargos ao TST, ainda é cabível o recurso extraordinário, que é 
julgado pelo STF. Apesar disso, o Supremo não faz parte do rol de órgãos da Justiça do Tra-
balho e isso, portanto, não torna o recurso extraordinário uma espécie de recurso trabalhista. 
Esquema
5m
���������������������������������������������������������������������������������Este material foi elaborado pela equipe pedagógica do Gran Cursos Online, de acordo com a aula 
preparada e ministrada pela professora Aryanna Linhares. 
A presente degravação tem como objetivo auxiliar no acompanhamento e na revisão do conteúdo 
ministrado na videoaula. Não recomendamos a substituição do estudo em vídeo pela leitura exclu-
siva deste material.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.