A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
FUNÇÕES SECRETORAS DO TRATO ALIMENTAR capítulo 65 Guyton

Pré-visualização | Página 1 de 8

FUNÇÕES SECRETORAS DO TRATO ALIMENTAR – capítulo 65 Guyton 
Em todo o trato gastrointestinal as glândulas secretoras servem a duas funções primárias: primeira, enzimas digestivas 
são secretadas na maioria das áreas do trato alimentar, desde a boca até a extremidade distal do íleo. Em segundo lugar, 
glândulas mucosas, desde a boca até o ânus, proveem muco para lubrificar e proteger todas as partes do trato alimentar. 
A maioria das secreções digestivas é formada em resposta à presença de alimento no trato alimentar, e a quantidade 
secretada em cada segmento do trato é, em geral, quase a quantidade necessária para a boa digestão. Além disso, em 
algumas partes do trato gastrointestinal, até mesmo os tipos de enzimas e outros constituintes das secreções, variam de 
acordo com os tipos de alimento presentes. 
 
PRINCÍPIOS GERAIS DA SECREÇÃO NO TRATO ALIMENTAR 
 
 Tipos de Glândulas no Trato Alimentar: 
Diversos tipos de glândulas produzem os diferentes tipos de secreções no trato alimentar. Primeiro, na superfície do 
epitélio de grande parte do trato gastrointestinal, encontram-se glândulas mucosas de célula única, conhecidas como 
células mucosas, ou, às vezes, como células caliciformes, já que se assemelham a cálices. Elas atuam em resposta à 
irritação local do epitélio: secretam muco, diretamente na superfície epitelial, agindo como lubrificante para proteger a 
superfície da escoriação e da digestão. 
Em segundo lugar, muitas áreas superficiais do trato gastrointestinal contêm depressões que representam invaginações 
do epitélio na submucosa. No intestino delgado, essas invaginações, denominadas criptas de Lieberkühn, são profundas e 
contêm células secretoras especializadas. 
Em terceiro lugar, no estômago e no duodeno superior, existe grande número de glândulas tubulares profundas. 
Em quarto lugar, existem diversas glândulas complexas, também, associadas ao trato alimentar — as glândulas salivares, 
o pâncreas e o fígado —, que produzem secreções para a digestão e emulsificação dos alimentos. As glândulas salivares e 
o pâncreas são glândulas acinares compostas. Essas glândulas se situam fora das paredes do trato alimentar e, neste 
ponto, diferem de todas as outras glândulas alimentares. Elas contêm milhões de ácinos revestidos com células 
glandulares secretoras; esses ácinos abastecem o sistema de ductos que, finalmente, desembocam no próprio trato 
alimentar. 
 
MECANISMOS BÁSICOS DE ESTIMULAÇÃO DAS GLÂNDULAS DO TRATO ALIMENTAR 
 
 O Contato do Alimento com o Epitélio Estimula a Secreção — Função dos Estímulos Nervosos Entéricos: 
A presença de alimento em dado segmento do trato gastrointestinal faz com que as glândulas dessa região e muitas vezes 
de regiões adjacentes produzam quantidades moderadas a grandes de sucos. Parte desse efeito local, em especial a 
secreção de muco pelas células mucosas, resulta da estimulação por contato direto das células glandulares superficiais 
com o alimento. Além disso, a estimulação epitelial local também ativa o sistema nervoso entérico da parede do trato 
intestinal. Os tipos de estímulos que ativam esse sistema são (1) estimulação tátil; (2) irritação química; e (3) distensão da 
parede do trato gastrointestinal. Os reflexos nervosos resultantes estimulam as células mucosas da superfície epitelial e 
as glândulas profundas da parede do trato gastrointestinal a aumentar sua secreção. 
 
 Estimulação Autônoma da Secreção: 
 A Estimulação Parassimpática Aumenta a Taxa de Secreção Glandular do Trato Alimentar: 
A estimulação dos nervos parassimpáticos para o trato alimentar quase sempre eleva a secreção das glândulas. 
Esse aumento na velocidade de secreção é particularmente óbvio no caso das glândulas da porção superior do 
trato (inervado pelos nervos glossofaríngeo e parassimpático vagal), como as glândulas salivares, as glândulas 
esofágicas, as glândulas gástricas, o pâncreas e as glândulas de Brunner no duodeno. É verdade também, no caso 
de algumas glândulas na porção distal do intestino grosso, que são inervadas por nervos parassimpáticos pélvicos. 
A secreção do restante do intestino delgado e dos primeiros dois terços do intestino grosso ocorre, basicamente, 
em resposta a estímulos neurais locais e hormonais em cada segmento do intestino. 
 A Estimulação Simpática Tem um Efeito Duplo na Taxa de Secreção Glandular do Trato Alimentar: 
A estimulação dos nervos simpáticos que vão para o trato gastrointestinal causa aumento, de brando a 
moderado, na secreção de algumas glândulas locais. Todavia, a estimulação simpática também promove a 
constrição dos vasos sanguíneos que suprem as glândulas. Assim, a estimulação simpática pode ter duplo efeito: 
(1) a estimulação simpática por si só normalmente aumenta por pouco a secreção; e (2) se a estimulação 
parassimpática ou hormonal já estiver causando franca secreção pelas glândulas, a estimulação simpática 
sobreposta, em geral, reduz a secreção, às vezes, de maneira significativa, principalmente devido à redução do 
suprimento de sangue pela vasoconstrição. 
 Regulação da Secreção Glandular por Hormônios: 
No estômago e no intestino, vários hormônios gastrointestinais regulam o volume e as características químicas 
das secreções. Esses hormônios são liberados pela mucosa gastrointestinal, em resposta à presença de alimento, 
no lúmen do trato intestinal. Os hormônios são, então, secretados no sangue e transportados para as glândulas, 
onde estimulam a secreção. Esse tipo de estimulação é particularmente importante para aumentar a produção de 
suco gástrico e de suco pancreático, quando o alimento entra no estômago ou no duodeno. 
 
MECANISMO BÁSICO DE SECREÇÃO PELAS CÉLULAS GLANDULARES 
 
 Secreção de Substâncias Orgânicas: 
Embora não se conheçam todos os mecanismos celulares básicos do funcionamento das glândulas, evidências 
experimentais apontam para os seguintes princípios de secreção: 
1. O material nutriente, necessário para a formação da secreção, tem de se difundir ou ser ativamente transportado pelo 
sangue nos capilares para a base da célula glandular. 
2. Muitas mitocôndrias localizadas no interior da célula glandular próximas à sua base utilizam energia derivada da 
oxidação para formar trifosfato de adenosina (ATP). 
3. A energia do ATP mais os respectivos substratos providos pelos nutrientes são, então, usados para sintetizar as 
substâncias orgânicas das secreções; essa síntese ocorre quase inteiramente no retículo endoplasmático e no complexo 
de Golgi da célula glandular. Ribossomos aderidos ao retículo são responsáveis pela síntese das proteínas que são 
secretadas. 
4. Os materiais da secreção são transportados através de túbulos do retículo endoplasmático e, em cerca de 20 minutos, 
chegam às vesículas do complexo de Golgi. 
5. No complexo de Golgi, as substâncias são modificadas, outras são acrescentadas, concentradas e descarregadas no 
citoplasma, sob a forma de vesículas secretoras, armazenadas nas regiões apicais das células secretoras. 
6. Essas vesículas permanecem armazenadas até que sinais do controle nervoso ou hormonal façam com que as células 
secretem os conteúdos vesiculares pela superfície celular. Essa ação ocorre da seguinte maneira: o hormônio liga-se ao 
seu receptor e, por meio de um dos vários mecanismos possíveis de sinalização celular, aumenta a permeabilidade da 
membrana celular aos íons cálcio. O cálcio entra na célula e faz com que muitas das vesículas se fundam com a membrana 
apical da célula, abrindo-se para o exterior e liberando o conteúdo; esse processo é chamado de exocitose. 
 
 Secreção de Água e Eletrólitos: 
Necessidade secundária da secreção glandular é a secreção de água e eletrólitos suficiente para acompanharem as 
substâncias orgânicas. A secreção pelas glândulas salivares fornece exemplo de como a estimulação nervosa gera a 
passagem de água e sal nas células glandulares em grande profusão, lavando as substâncias orgânicas através da 
extremidade secretória das células ao mesmo tempo. Acredita-se que os hormônios,

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.