A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Racas, Linhagens e Hibridos de suinos

Pré-visualização | Página 1 de 1

Raças, Linhagens e HíbridosRaças, Linhagens e Híbridos
de suínosde suínos
Aptidão
330 raças catalogadas
Linhagem
Reprodução
Abate
Híbridos
Animais com duas ou mais raças. (Mestiços
usados hoje).
Carne
Banha
Classificação de raças de suínos
Pelagem1.
Branca é dominante
2.Orelhas
Orelha Asiática
Pietrain
Orelha Ibérica
Duroc
Orelha Céltica 
Wessex
3.Perfil cefálico
Perfil Retilíneo
Landrace
Perfil Sub-
Concavilíneo
 
Pietrain
Perfil Concavilíneo
Landrace
4.Presença ou ausência de cerdas
Todos tem pelos (última análise)
Mais importante quando é ausente
Na prática as duas mais utilizadas para
classificar é pelagem e orelhas.
Ao olhar lateralmente a orelha, se ver
alguma parte do olho é Ibérico e cobrir
tudo é céltica.
Duroc
Raças
Quando NÃO devemos indicar o Duroc?
Origem: EUA
Primeira raça que chegou no Brasil
Totalmente pigmentado c/ pelagem
vermelha (dourado ao castanho
escuro)
 Perfil concavilíneo 
Orelhas tipo ibéricas 
Lombo arqueado
Rústico e adaptado ao clima tropical
Fêmeas NÃO são boas mães - Pouco
leite
Leitões pesados e musculosos
Pouca quantidade de leitões
Raça PAI (reprodutor)
Matriz Duroc com reprodutor Duroc
perde em quantidade de leitões ( 11 a 12
leitões).
Landrace
Origem: Europa
Perfil retilíneo 
Orelha tipo céltica 
Linha dorso lombar reta 
Pelagem branca ( manchas acinzentadas
na região posterior)
Alto rendimento de carcaça 
Alta percentagem de cortes nobres
Alto ganho médio diário de peso (GMDP)
Ótima conversão alimentar
Ótima habilidade materna 
Alta prolificidade 
Precocidade reprodutiva 
Machos e fêmeas utilizados em
cruzamentos
Quando NÃO devemos indicar o landrace?
Criação extensiva
Problemas de pele (Rachaduras)
Repetição de cio
Diminui o libido
Aborto
O animal exposto ao sol (Radiação) pode
ter: 
Large White
Origem: Inglaterra
Perfil côncavo 
Orelha tipo asiática 
Linha dorso lombar reta 
Boa morfologia terços anteriores e
posteriores 
Bons aprumos; membros curtos 
Mamas c/ boa inserção 
Grande perímetro torácico
Alto rendimento de carcaça 
Ótima qualidade de carcaça 
Ótima conversão alimentar 
Alto ganho médio diário de peso (GMDP)
Ótima habilidade materna 
Alta prolificidade 
Precocidade reprodutiva 
Machos e fêmeas utilizados em
cruzamentos
Pietrain
Origem: Bélgica 
Pelagem branca despigmentada
(manchas pretas ou vermelhas) 
Orelhas tipo asiática 
Perfil retilíneo ou subcôncavo 
Animal “curto e grosso” 
Excepcional desenvolvimento do terço
anterior (suíno de 4 pernis)
Carne, animal robusto
Maior deposição de carne
Rendimento de carcaça de 4 a 5% a
mais que os outros
Gene Malotano = causa morte súbita
nos animais , PSE ( hoje não tem mais)
Fêmeas c/ baixa habilidade materna 
Somente machos em cruzamentos
industriais 
Desarmonia anátomo-funcional (grande
massa muscular torácica)
Hampshire
Origem: EUA ( Local onde tem mais)
Raça em desuso 
Duroc está na frente em características
paternas 
Raça inferior
Perfil côncavo ou subcôncavo 
Orelhas tipo asiática 
Faixa de pelagem branca despigmentada,
circundando corpo 
Animal curto
Ótima CA 
Alto GMDP 
Bom rendimento de carcaça 
Ótima qualidade de carne
Boa prolificidade 
Baixa habilidade materna 
Machos utilizados em cruzamentos
industriais 
Resistência aos fatores estressantes
Meishan
Origem: China
Perfil ultra-concavilíneo 
Orelha tipo Célica 
Bom desenpenho reprodutivo
Alta habilidade materna
Alta prolificidade - 20 a 22 crias
Tipo banha
Tem sido usada em cruzamentos no
Brasil para formação de linhagens
maternas
Piau
Origem: Brasil ( GO, MG, SP)
Perfil concavilíneo 
Orelha tipo Asiática 
Creme com manchas pretas
Come mais e converte pouco
Alto teor de gordura
Aptidão: Intermediária 
Animais melhorados = EMBRAPA
Moura
Origem: Brasileira ( Rio Grande do sul)
Orelhas tipo Ibéricas ou célticas 
Perfil concavilíneo 
Cane de alta qualidade (DESTAQUE)
Pelagem: preto com pêlos brancos
entremeados