Buscar

SÍNTESE RESUMO - IMPORTANCIA E FASES DO TRATAMENTO DE ESGOTO - MACRO DE ESGOTO

Prévia do material em texto

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS
Faculdade de Tecnologia - Engenharia Civil
FTH039 - Macrossistema de Esgotamento Sanitário e Drenagem
Atividade Prática – A4
Isabella do Socorro Neves Mergulhão
SÍNTESE - IMPORTÂNCIA E FASES DO TRATAMENTO DE ESGOTO
Todos os dejetos que o ser humano produz utilizando a água, que descem
pelas pias e vasos sanitários, além do chuveiro e ralos espalhados pela casa, assim
como a água da chuva que corre pelas calçadas e sarjetas se misturam nas redes
de esgoto. A maior parte deles não são tratados e acabam sendo despejados em
rios e mares.
De maneira abrangente, o tratamento do esgoto é muito importante para a
preservação do meio ambiente. O esgoto contamina rios, lagos, represas e mares
porque possuem excesso de sedimentos e micro-organismos que podem causar
doenças, como a esquistossomose, leptospirose, cólera e piodermites. Junto a isso,
pode transformar áreas próximas, desequilibrando o ecossistema de uma região.
Rios e praias sofrem processo de assoreamento (aumento de sedimentos em sua
base), provocando aumento do nível da água e, consequentemente, enchentes. O
esgoto também pode contaminar mananciais e locais que servem como fonte de
água potável para a população, levar espécies de animais aquáticos à extinção,
provocar a morte de vegetações aquáticas e ribeirinhas, gerar mau cheiro, dentre
outras.
Resumindo, é importante tratar o esgoto pois essa atividade remove matéria
orgânica, sólidos em suspensão, nutrientes e organismos patogênicos das águas
que seguem para rios, lagos, mares, etc.
Quanto às fases do processo de tratamento dos esgotos domésticos, as
principais são o tratamento preliminar, tratamento primário, tratamento secundário e
tratamento terciário.
O tratamento preliminar envolve a remoção de sólidos suspensos grosseiros
e sólidos suspensos fixos (principalmente areia). A remoção dos sólidos grosseiros
é feita por meio de grades de barras. Os sólidos suspensos fixos, de menores
dimensões, como os detritos minerais pesados, são removidos por meio de
desarenadores, também chamados de caixas de areia.
O tratamento primário tem por objetivo a remoção dos sólidos sedimentáveis
e de parte da matéria orgânica. Pode incluir a sedimentação ou a flotação de
partículas suspensas.
O tratamento secundário destina-se à degradação de matéria orgânica
dissolvida e da matéria orgânica em suspensão não removida no tratamento
primário. Há produção de lodo.
De modo geral, a maioria das estações de tratamento construídas alcança
apenas o nível de tratamento secundário, mas, em muitas situações, é obrigatório
que esse tratamento alcance o nível terciário.
Por fim, o tratamento terciário, ou tratamento avançado, tem por objetivo,
principalmente, a remoção de nutrientes (nitrogênio e fósforo), bem como a
desinfecção e a remoção de compostos tóxicos e contaminantes específicos.

Outros materiais