Buscar

APS - HENRI WALLON - ESTÁGIO PUBERDADE E ADOLESCÊNCIA

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 9 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 9 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 9 páginas

Prévia do material em texto

HENRI WALLON - PUBERDADE E ADOLESCÊNCIA 
Um recorte do filme – “Boyhood, da infância a juventude” 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
SUMÁRIO 
INTRODUÇÃO ............................................................................................................. 3 
1.1. PUBERDADE E ADOLESCÊNCIA ................................................................ 4 
1 OBJETIVO ..................................................................................................... 5 
2 ANÁLISE........................................................................................................ 5 
3 CONCLUSÃO ................................................................................................ 8 
REFERÊNCIAS ........................................................................................................... 9 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
3 
 
 
 
INTRODUÇÃO 
Segundo Mahoney, Almeida e Almeida (2007), Henri Wallon ao estudar a 
formação do psiquismo humano fundamenta a Teoria dos Estágios do 
Desenvolvimento sob a perspectiva do materialismo histórico-dialético. Partindo da 
premissa que a constituição do ser humano se dá pela união da sua evolução 
orgânica e sua condição social, defende a ideia de que a construção do psiquismo 
surge através de um processo dinâmico de desenvolvimento e transformação que 
está relacionado de maneira intrínseca ao processo do desenvolvimento orgânico e à 
apropriação do conhecimento histórico-cultural. 
Wallon é fundador de uma psicologia genética geral que estrutura o processo 
do desenvolvimento humano em estágios que obedecem a uma ordem necessária e 
são representadas por uma atividade predominante em três campos funcionais, o da 
cognição, afetividade e motor. A atividade que predominou em um estágio será 
substituída por outra no estágio subsequente. A idade não é o fator principal que 
alicerça cada estágio, mas sim a atividade predominante. Além dos conjuntos 
funcionais que representam cada estágio, a direção centrípeta (direção voltada para o 
conhecimento de si) e a direção centrífuga (voltada para o conhecimento do mundo 
externo) também são parte de mais um componente da teoria (MAHONEY, 
ALMEIDA, ALMEIDA, 2007). 
 A Teoria dos Estágios do Desenvolvimento se utiliza do Método Comparativo 
Genético Multidimensional estruturado na observação como instrumento de análise 
dos dados para poder comparar semelhanças e diferenças de um mesmo fenômeno 
psicológico. As comparações são internas, ou seja, da criança com ela mesma em 
oposição às comparações externas que são feitas da criança com os animais, com os 
patológicos, com o primitivo e o adulto. As diferenças individuais observadas durante 
o desenvolvimento são enquadradas numa tipologia genética de uma psicologia 
diferencial (MAHONEY, ALMEIDA, ALMEIDA, 2007). 
São seis os estágios que estão representados na Teoria dos Estágios do 
Desenvolvimento: Estágio Impulsivo e Emocional (0 a 1 ano: conjunto motor-afetivo e 
direção centrípeta), Estágio Sensório-Motor e Projetivo (1 a 3 anos: conjunto cognitivo 
e direção centrífuga), Estágio do Personalismo (3 a 6 anos: conjunto afetivo e direção 
centrípeta), Estágio Categorial (6 a 11 anos: conjunto cognitivo e direção centrífuga), 
Estágio da Puberdade e Adolescência (acima de 11 anos: conjunto afetivo e direção 
4 
 
 
 
centrípeta), Adulto (equilíbrio entre os conjuntos afetivo e cognitivo e entre as 
direções centrípeta e centrífuga) (MAHONEY, ALMEIDA, ALMEIDA, 2007). 
Agregada a essa teoria Wallon desenvolve a teoria da emoção, uma das 
grandes contribuições da psicologia walloniana. 
1.1. PUBERDADE E ADOLESCÊNCIA 
O estágio da Puberdade e adolescência se desencadeia no momento em que a 
criança está passando por um período de grandes transformações biológicas e 
psicológicas que afetam os recursos afetivos, cognitivos e motores, também 
caracterizada pelo amadurecendo sexual e psíquico, no entanto, Wallon observa que 
“a intensidade e o volume de seus efeitos psíquicos variam muito com o modo de 
existência de uma época ou das diferentes classes sociais” (MAHONEY, ALMEIDA, 
ALMEIDA, 2000). 
As mudanças corporais começam a se tornar mais nítidas. Os meninos 
começam a engrossar a voz, surgem pelos na face indicando que logo vão começar a 
se barbear; já nas meninas ocorre a primeira menstruação, o crescimento dos seios, 
dentre várias outras mudanças que sinalizam que o amadurecimento do exercício de 
suas capacidades sexuais está se efetivando nesse estágio (MAHONEY, ALMEIDA, 
ALMEIDA, 2000). 
Diante de tantas mudanças fisiológicas e morfológicas, os jovens passam a 
não reconhecerem mais os seus corpos, surgem neles sentimentos de prazer e de 
inquietação, o que torna o espelho a sua companhia constante. Sentem-se 
envergonhados por serem gordos ou magros, por usarem óculos, aparelhos 
dentários, por terem seios ou não, por serem altos ou baixos etc. (MAHONEY, 
ALMEIDA, ALMEIDA, 2000). 
Com esse turbilhão de novas sensações, os jovens começam a construir a sua 
personalidade e para que isso ocorra se faz necessário um mergulho para dentro de 
si. Novas necessidades surgem nesta fase, atração pelo sexo oposto, descoberta do 
que é o amor, o desejo pelo desconhecido e a capacidade de imaginação é bem 
acentuada, o que confere ao jovem a possibilidade de maior conhecimento de si, dos 
outros, da vida e do universo, surge também às necessidades de conquista, de 
aventura, de independência, de ultrapassar a vida cotidiana, de surpreender, de se 
unir a outros jovens com os mesmos ideais (MAHONEY, ALMEIDA, ALMEIDA, 2000). 
A esse respeito Wallon reflete sobre a aquisição dos valores, 
5 
 
 
 
[...] É preciso utilizar esse gosto de aventura, esse gosto de ultrapassar a vida 
cotidiana, esse gosto de se unir a outros que têm os mesmos sentimentos, as 
mesmas aspirações, esse gosto de ultrapassar o ambiente atual, para ajudar a 
criança a fazer sua escolha entre os valores em presença, que podem ser por 
vezes valores criminosos, mas também sociais, valores morais (MAHONEY, 
ALMEIDA, ALMEIDA, 2000, p.63). 
 
 Devido à realidade social vivida, alguns jovens são obrigados a dar início a 
sua vida profissional, o que lhes confere o gosto de independência e 
responsabilidades, pelo qual muitos ainda não estão preparados (MAHONEY, 
ALMEIDA, ALMEIDA, 2000 p.63). Wallon observa que tanto o desemprego, como as 
tentações da sociedade são riscos que precisam ser trabalhados nos jovens, pelos 
adultos a fim de desenvolver o espírito de responsabilidade. Com o passar do tempo, 
o jovem começa a fazer questionamentos sobre tudo e todos, ele passa a se opor 
sobre as leis e controles querendo ser independente. Entretanto, necessita das 
orientações dos adultos. 
A partir de novas reflexões, o jovem interessa-se mais pelas relações em 
sociedade e a necessidade de se posicionar diante de problemas de ordem política, 
social, religiosa e moral, como forma de marcar a sua participação no mundo 
(MAHONEY, ALMEIDA, ALMEIDA, 2000, p.66). 
1 OBJETIVO 
O presente trabalho tem como objetivo analisar e relacionar os processos de 
desenvolvimento humano em especifico o Estágio da Puberdade e Adolescência com 
base nos principais conceitos do pensamento de Henry Wallon. 
Os conceitos da teoria do desenvolvimento proposta por Wallon serão 
exemplificados em uma análise a partir de uma cena extraída do filme Boyhood, da 
infância a juventude. Traça-se uma linha explicativa didática feita com base na 
revisão bibliográfica de livros e sites, buscando explanar o conteúdo de modo claro, 
para favorecer uma melhor compreensão. 
2 ANÁLISE 
O filme “Boyhood, da infância à juventude”, dirigido por Richard Linklater, 
baseia-se em um projeto inovador considerando-se 12 anos de filmagem, de modo a 
apresentar as principais mudanças biológicas e comportamentais,ano a ano de seus 
personagens (ASSUMPÇÃO, 2014). O longa perpassa pela vida dos irmãos, Mason, 
interpretado por Ellar Coltrane e Samantha, interpretada por Lorelei Linklater. 
6 
 
 
 
Fonte: G1, 2014. 
É possível identificar vários estágios de desenvolvimento, conforme a Teoria de 
Henri Wallon. Em um recorte do filme destacam-se os aspectos sobre o estágio da 
Puberdade e adolescência, período do qual ocorrem modificações fisiológicas, 
corporais e psicológicas, caracterizando uma crise, afetando a vida da criança nas 
esferas afetiva, cognitiva e motora (MAHONEY, ALMEIDA, ALMEIDA, 2000). 
A Figura 1 representa Mason dos 6 (seis) anos de idade até a fase adulta. As 
mudanças físicas do personagem no estágio da puberdade e adolescência estão 
destacas no quadro em vermelho. 
 
Figura 1 - O desenvolvimento do personagem Mason 
 
 
Com base e análise da cena 36, do filme, a qual Mason recebe o convite para 
acampar na casa em construção da família de um amigo. De acordo com Mahoney, 
Almeida e Almeida (2000), nota-se claramente o estágio da adolescência, a mudança 
da relação de Mason com o mundo, o desejo de independência ao pedir para mãe 
acampar na casa do amigo (ao mesmo tempo em que deseja tornar-se independente 
do adulto, necessita de sua orientação para as escolhas que deve realizar) o 
desenvolvimento de sua afetividade, sua busca por autoafirmação. 
 Na mesma cena ao beber cerveja com os amigos e dizer que teve 
experiências sexuais, mesmo aparentando não ser verdade, reforça o fenômeno 
muito importante da puberdade a posse da função reprodutora, a capacidade de 
exercitar a função reprodutora, e a atração pelo sexo oposto. Naquele momento em 
especifico pode-se supor que o intuito de mentir tais experiências foi apenas para ser 
aceito pelos amigos (MAHONEY, ALMEIDA, ALMEIDA, 2000). 
7 
 
 
 
Através da afetividade, Mason busca ser afetado pelo mundo, pelos seus 
amigos de forma positiva. Ele está vivendo relações com o meio, neste momento, 
buscando configurar alguns significados. Essa afetividade é muito intensa, e sua 
principal característica é a ambivalência de atitudes e sentimentos, na cena ocorre 
essa ambivalência em ambos os jovens presentes, como em consumir ou não bebida 
alcoólica, ter uma vida sexual ativa ou não, e as divergências de ideias entre eles, e o 
partido que cada um escolhe tomar no decorrer da conversa. Segundo Mahoney e 
Almeida (2000), se traduz o desequilíbrio interior, o desejo de oposição e 
conformismo, posse e sacrifício, renúncia e aventura, ou seja, experimentam 
necessidades novas, ainda confusas. Surgindo a necessidade de independência, e 
de se unir a outros jovens com os mesmos ideais, estabelecendo uma relação com 
seus pares que engloba identificação e diferenciação, assim, o jovem se percebe 
como igual e, ao mesmo tempo, distinto dos outros, se percebe como indivíduo. 
As brincadeiras feitas entre os meninos na cena apresentam tons elevados de 
conversas, mímicas e gestos desajeitados, quando lança a lâmina na placa e acerta, 
expressando seus sentimentos com o corpo todo, são formas de demonstrar o prazer 
em estar realizando determinadas atividades. 
 Outro ponto observável são as modificações biológicas, como o aumento do 
nariz, queixo alongado, a sombra do bigode, as transformações corporais, a mudança 
do tom de voz, o crescimento acelerado da estatura (MAHONEY, ALMEIDA, 
ALMEIDA, 2000). 
 Durante o período da Puberdade e Adolescência, Mason precisa construir seu 
eu, fazer escolhas de valores morais através do estabelecimento de relações com a 
sociedade, ou seja, de acordo com os pressupostos de Wallon, o meio exerce 
influência fundamental sobre o desenvolvimento da pessoa humana. Conforme 
Mahoney e Almeida (2000), 
 
Cada vez mais, a infância vai sendo deixada para trás e o jovem se encaminha 
em direção ao mundo dos adultos. Nessa fase da adolescência ele toma 
consciência de inúmeras possibilidades que o futuro lhe oferece: tudo pode ser 
conhecido, tudo pode ser tentado, tudo pode ser imaginado, tudo pode ser 
mudado, tudo... Ao mesmo tempo, torna-se consciente das limitações pessoais 
e externas do presente, impostas pelo meio em que vive (MAHONEY, 
ALMEIDA, ALMEIDA, 2000, p. 68). 
 
O filme oferece a possibilidade de rever os conceitos apresentados na Teoria 
do desenvolvimento proposta por Wallon, o recorte analisado mostra apenas uma 
8 
 
 
 
parcela da complexa fase da puberdade e adolescência, porém exemplifica as 
principais características desse estágio. 
3 CONCLUSÃO 
Ao estudarmos sobre o estágio da puberdade e adolescência de Wallon 
observamos que tal fase afeta diversos aspectos da vida do individuo. 
A criança que antes estava no estágio categorial começa a passar pelas 
transformações físicas e psicológicas por conta da superexcitarão de seu sistema 
endócrino - que agora passa por uma nova fase. Se no Estágio Impulsivo-Emocional 
a criança era regida por emoções desorientadas, no estágio atual passa a 
desenvolver sua afetividade de forma mais ampla buscando a autoafirmação e o 
amadurecimento sexual. Os conflitos internos e externos se fazem presentes nesse 
momento, ou seja, só é possível gestar um estágio a partir da passagem de cada 
estágio, não são características dadas desde o início, são conquistadas. 
Ao associar o filme com o estágio de desenvolvimento em questão nota-se o 
momento em que a adolescência começa a emergir, um exemplo é quando Mason 
pede pra ir ao acampamento, buscando conhecer o mundo, conhecer sua 
independência. 
Pode-se concluir, que com o apoio da Teoria de Wallon é possível que se 
eduque e conheça as crianças de forma a respeitar as características e 
peculiaridades das mesmas, utilizando como referência seus estágios de 
desenvolvimento. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
9 
 
 
 
REFERÊNCIAS 
 
ASSUMPÇÃO, G. BOYHOOD: DA INFÂNCIA À JUVENTUDE. Cineclik, 2014. 
Disponível em: <https://cineclick.uol.com.br/criticas/boyhood-da-infancia-a-juventude>. 
Acesso em: 12 out. 2022. 
 
BOYHOOD - DA INFÂNCIA À JUVENTUDE. Direção: Richard Linklater, 2014. Amazon 
Prime Video. Disponível em: <www.primevideo.com>. Acesso em: 9 out. 2022. 
 
DOURADO, I. C. P; PRANDINI, R. C. A. R. Henri Wallon: psicologia e educação. In: 
Augusto Guzzo Revista Acadêmica, São Paulo, nº 5, 2002. Disponível em: 
<http://www.fics.edu.br/index.php/augusto_guzzo/article/view/110/128>. Acesso em: 12 
out. 2022. 
 
MAHONEY, A. A.: ALMEIDA, L. R. (org.) Henri Wallon. São Paulo: Loyola, 2000. 
 
MAHONEY, A. A.; ALMEIDA, L. R.; ALMEIDA, S. H. V. Produção de Vygotsky (e grupo) 
e Wallon: comparação das dimensões epistemológica, metodológica e 
desenvolvimental. In: Revista Psicologia da Educação. São Paulo, n. 24, jun. 2007. 
Disponível em: 
<http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?pid=S141469752007000100004&script=sci_arttex
t>. Acesso em: 13 out. 2022. 
 
MENDES, Leticia. Conheça Ellar Coltrane, protagonista de 'Boyhood: Da infância à 
juventude. G1, 2015. Disponível em:< https://g1.globo.com/pop-
arte/cinema/noticia/2014/10/conheca-ellar-coltrane-protagonista-de-boyhood-da-
infancia-juventude.html>. Acesso em: 12 out. 2022.

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes