Buscar

AOL 3 ASPECTOS FILOSOFICOS E ANTROPOLOGICOS DA EDUCAÇÃO

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 5 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

AOL 3 – ASPECTOS FILOSOFICOS E SOCIOANTROPOLOGICOS DA EDUCAÇÃO 
Pergunta 1 
Leia o texto abaixo: 
Por educação, entendemos três coisas: 1- Educação intelectual; 2- Educação corporal, tal 
como é produzida pelos exercícios de ginástica e militares; 3- Educação tecnológica, 
abrangendo os princípios gerais e científicos de todos os processos de produção e, ao 
mesmo tempo, iniciando as crianças e os adolescentes na manipulação dos instrumentos 
elementares de todos os ramos da indústria. A divisão das crianças e dos adolescentes em 
três categorias, de 9 a 18 anos, deve compreender um curso graduado e progressivo para a 
sua educação intelectual, corporal e politécnica (...). 
MARX, Karl. “Instruções para os delegados da Associação Internacional dos Trabalhadores”. 
Disponível em https://www.marxists.org/portugues/marx/1866/08/instrucoes.htm, 
acessado em 29 de maio de 2019. 
Tal perspectiva de Karl Marx sobre a educação, que seria base das reflexões de outros 
pensadores marxistas do século XX, como o italiano Antonio Gramsci, foi uma das primeiras 
voltadas para a constituição de um sistema de ensino que teve forte investimento no Brasil 
nos últimos anos, conhecido como: 
RESPOSTA CORRETA: ensino integral. 
 
Pergunta 2 
O Iluminismo foi um amplo movimento intelectual que ocorreu na Europa Ocidental do 
século XVIII, que provocou diversas transformações sociais, políticas e econômicas cujos 
reflexos podem ser percebidos na atualidade. Com relação ao Iluminismo, é correto 
afirmar: 
 
RESPOSTA CORRETA: 
os estudiosos do período buscaram apoio no método experimental na reflexão racional, 
valorizando a natureza e o ser humano. 
 
Pergunta 3 
Leia o texto abaixo: 
A prosperidade induzida pela emergência das máquinas de tear escondia uma acentuada 
queda de prestígio. Foi nessa idade de ouro que os artesãos, ou os tecelões temporários, 
passaram a ser denominados, de modo genérico, tecelões de teares manuais. Exceto em 
alguns ramos especializados, os velhos artesãos foram colocados lado a lado com novos 
imigrantes, enquanto pequenos fazendeiros-tecelões abandonaram suas pequenas 
propriedades para se concentrar nas atividades de tecer. Reduzidos à completa 
dependência dos teares mecanizados ou dos fornecedores de matéria-prima, os tecelões 
ficaram expostos a sucessivas reduções dos rendimentos. 
THOMPSON, Edward. A formação da classe operária inglesa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 
1987. 
https://www.marxists.org/portugues/marx/1866/08/instrucoes.htm
Com a mudança tecnológica ocorrida durante a Revolução Industrial, a forma de trabalhar 
alterou-se por que: 
 
RESPOSTA CORRETA: 
a invenção do tear propiciou o surgimento de novas relações sociais. 
 
Pergunta 4 
O filósofo e socialista utópico francês Saint-Simon (1760-1825), foi o precursor da chamada 
“fisiologia social”, um pretenso estudo científico da sociedade na qual considerava as 
“classes industriais” como responsáveis pelo progresso e modernização da França no século 
XIX, cujos interesses conflitavam com as “classes ociosas”, representadas pela nobreza, pelo 
alto clero da Igreja Católica e pela alta burocracia do Estado. Tendo em vista isso e seus 
conhecimentos sobre a origem do conhecimento sociológico, assinale a opção que 
corresponde ao que Saint-Simon considerava serem os componentes das “classes 
industriais”: 
RESPOSTA CORRETA: 
burguesia industrial e operários. 
 
Pergunta 5 
Augusto Comte (1798-1857), um ex-secretário de Saint-Simon, assimilou boa parte de suas 
ideias para fundar a filosofia positivista, da qual a sociologia era uma de suas disciplinas. 
Entretanto, a formulação teórica de Comte com relação à sociedade teve um caráter mais 
conservador, se comparada à “fisiologia social” de Saint-Simon. Assinale a opção correta que 
corresponde às razões do positivismo Comteano ser considerado mais conservador do que 
as concepções sobre a sociedade industrial de Saint-Simon: 
 
 
RESPOSTA CORRETA: Enquanto Saint-Simon considerava importante a atuação das “classes 
industriais” para a transformação revolucionária da sociedade e, assim, possibilitar a criação 
de mecanismos que incentivassem o progresso da sociedade, Comte defendia a 
necessidade da manutenção da ordem através da coesão da sociedade em torno de um 
interesse comum que beneficiaria a todos: o progresso industrial, que acabaria com todas 
as mazelas da sociedade. 
 
Pergunta 6 
Em 1848, Karl Marx e Friedrich Engels no Manifesto Comunista reivindicam o direito do 
proletariado à uma educação pública e gratuita. Surge a partir daí a ideia da universalização 
e massificação do ensino, algo então restrito às classes dominantes e cuja responsabilidade 
ficava a cargo, geralmente, das instituições religiosas e escolas particulares que cobravam 
pelos respectivos serviços educacionais. Entretanto, os fundadores do materialismo 
histórico dialético defendiam a tese de que a emergência de uma educação realmente 
libertadora era inviável na sociedade capitalista. Assinale a opção que corresponde a qual 
circunstância história seria possível a constituição de uma educação voltada para a 
construção de uma sociedade sem classes: 
RESPOSTA CORRETA: a educação só assumiria sua função social libertadora após a 
revolução socialista, sendo um instrumento para a construção de uma sociedade sem 
classes sociais. 
 
Pergunta 7 
Leia o texto abaixo: 
As ideias da classe dominante são, em todas as épocas, as ideias dominantes, ou seja, a 
classe que é o poder material dominante da sociedade é, ao mesmo tempo, o seu poder 
espiritual dominante. A classe que tem à sua disposição os meios para a produção material 
dispõe assim, ao mesmo tempo, dos meios para a produção espiritual, pelo que estão 
assim, ao mesmo tempo, submetidas em média as ideias daqueles a quem faltam meios 
para a produção espiritual. As ideias dominantes não são mais do que a expressão ideal das 
relações materiais dominantes concebidas como ideias; portanto, das relações que 
precisamente tornam dominante uma classe, portanto, ideias do seu domínio. Os 
indivíduos que constituem a classe dominante também têm, entre outras coisas, 
consciência, e daí que pensem; na medida, portanto, em que dominam como classe e 
determinam todo o conteúdo de uma época histórica, é evidente que fazem em toda a sua 
extensão, e, portanto entre outras coisas, dominam também como pensadores, como 
produtores de ideias, regulam a produção e a distribuição de ideias do seu tempo; que, 
portanto, as suas ideias são as ideias dominantes da época. 
MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. A Ideologia Alemã. São Paulo: Boitempo Editorial, 2007. 
O trecho do texto acima faz referência ao conceito de ideologia, que corresponde ao 
processo no qual as ideias da classe dominante adquirem a aparência de serem universais 
e naturais, escondendo o seu caráter de dominação de uma classe sobre a outra. No 
processo ideológico, a escola assume um papel essencial na sociedade capitalista. Assinale 
a opção correta que descreve o referido papel: 
 
RESPOSTA CORRETA: a educação é assumidamente um elemento de manutenção da 
hierarquia social, do controle das classes dominantes sobre as dominadas, ou seja, de 
dominação da burguesia sobre o proletariado. 
 
Pergunta 8 
Leia o texto abaixo: 
Sabemos hoje que a ciência moderna nos ensina pouco sobre a nossa maneira de estar no 
mundo e que esse pouco, por mais que se amplie, será sempre exíguo porque a exiguidade 
está inscrita na forma de conhecimento que se constitui. A ciência moderna produz 
conhecimentos e desconhecimentos. Se faz do cientista um ignorante especializado, faz do 
cidadão comum um ignorante generalizado (...). A ciência moderna construiu-se contra o 
senso comum, que o considerou superficial, ilusório e falso. A ciência pós-moderna procura 
reabilitar o senso comum por reconhecer nesta forma de conhecimento algumas 
virtualidades para enriquecer a nossa relaçãocom o mundo. É certo que o conhecimento 
do senso comum tende a ser um conhecimento mistificado e mistificador, mas, apesar 
disso e apesar de ser conservador, tem uma dimensão utópica e libertadora que pode ser 
ampliada através do diálogo com o conhecimento científico (...). 
SANTOS, Boaventura Souza. Um discurso sobre as Ciências na transição para uma ciência 
pós-moderna. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ea/v2n2/v2n2a07.pdf, acessado em 
28 de maio de 2019. 
Tendo em vista as contradições históricas entre o senso comum e a ciência e as propostas 
de superação destas defendidas pelo autor, avalie as informações a seguir: 
 
I- Apesar das diferenças, a ciência e o senso comum sempre foram conhecimentos 
complementares, abertos ao diálogo. 
II- Uma das características da modernidade é o embate entre a ciência e o senso comum. 
Na realidade, o conhecimento científico, embasado no racionalismo, considerava o senso 
comum uma forma de conhecimento inferior, uma barreira para o progresso da 
humanidade. 
III- Para Boaventura Souza Santos, a ciência pós-moderna deve estabelecer o diálogo entre 
o conhecimento científico e o senso comum, cujo resultado seria enriquecer o 
conhecimento popular, das massas. 
IV- O autor questiona a infalibilidade da ciência, considerando-o limitado em alguns 
aspectos, além de elitista ao restringir-se a comunidade científica e evitar qualquer tipo de 
diálogo com o senso comum. 
 
Quanto à relação entre ciência e senso comum, é correto apenas o que se afirma em: 
 
RESPOSTA CORRETA: I, III e IV. 
 
Pergunta 9 
As rápidas e importantes transformações sociais que ocorriam na Europa nas primeiras 
décadas do século XIX estimularam intelectuais como o francês Augusto Comte a imaginar 
formas de estudar e analisar tais mudanças. Ao criar a disciplina “Sociologia” em sua 
filosofia positivista, Augusto Comte acreditava que as sociedades e os problemas sociais 
deveriam ser estudadas com o mesmo rigor científico das demais ciências naturais. Assinale 
a opção correta que corresponde ao principal objetivo da sociologia positivista criada por 
Comte: 
RESPOSTA CORRETA: entender as leis que regem nosso mundo social, ajudando-nos a 
compreender os processos sociais e dando-nos controle direto sobre os rumos que nossas 
sociedades tomariam. 
 
Pergunta 10 
O sociólogo francês Émile Durkheim (1858-1917) considerava que a educação é um 
processo social que propicia a convivência em sociedade. Em outras palavras, a educação 
seria responsável pela socialização do indivíduo. Entretanto, Durkheim ressalta que tal 
http://www.scielo.br/pdf/ea/v2n2/v2n2a07.pdf
processo deveria ter um objetivo, crucial para o bom funcionamento do organismo social. 
Assinale a opção que corresponde ao objetivo da educação proposto por Durkheim: 
 
RESPOSTA CORRETA: manter a coesão social através da aprendizagem dos valores sociais 
hegemônicos, na qual as futuras gerações se conscientizam sobre o seu lugar na sociedade, 
sendo direcionados também a exercerem profissões das quais a sociedade tem maior 
necessidade.

Continue navegando