Buscar

Atlas de Parasitologia Humana

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 25 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 25 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 25 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

Atlas de
Parasitologia
Humana
Pâmela Naiana Sarmento
Joinville
2022
Protozoologia
Trypanosoma cruzi
Forma tripomastigota
Estágio Infectante.
Forma parasitária alongada
com um flagelo para facilitar o
movimento.
Doença de Chagas: Endoparasita, heteroxeno. Transmitido
pelo inseto vetor, o "barbeiro". A infecção pode ocorrer pela
picada do inseto, que ao coçar introduz os tripanossomídeos
das fezes no organismo causando a infecção, via transfusão,
via congênita e via oral.
Forma amastigota
Forma de reprodução no
vertebrado.
Forma ovoide e sem flagelo,
multiplicação rápida,
rompimento da célula.
Leishmania sp
Forma promastigota
Estágio Infectante.
Forma flagelada, alongada e
móvel apresenta vida
extracelular, encontrada no
vetor, multiplica-se por divisão
binária.
Leishmaniose: L. braziliensis heteroxênico, parasito
intracelular obrigatório que se multiplica nas células do
sistema fagocitário mononuclear. Vetor mosquito palha
(Lutzomyia longipalpis). Formas clínicas: cutânea, mucosa e
visceral. Forma infectante promastigotas metaciclicas. Forma
de contaminação: picada do inseto, transfusão, congênita e
laboratório. 
Forma amastigota
Forma arredondado, intracelular,
encontrada nos tecidos do
hospedeiro.
Giardia lamblia
Forma trofozoíto
Forma de pera, são móveis,
possuem 4 pares de flagelos, dois
núcleos. Habitam no intestino
delgado, multiplicação binária.
Não são resistentes, não
sobrevivem em reações adversas,
extremas. São encontrados nas
fezes líquidas.
Giardíase: endoparasitas, monóxeno, ciclo em um único
hospedeiro, não precisa de vetor. Infecção ocorre através
ingestão dos cistos maduros, por meio de água e alimentos
contaminados, contaminação pelas mãos. Faz um
atapetamento aderindo a mucosa intestinal, causa falta de
absorção de gorduras e nutrientes. Período de intervalo de 7
a 10 dias. Fezes diarreica. Exame de Hoffman, Pons e Janer. 
Forma cisto
Forma infectante. São
arredondados, imóveis. Parede
celular grossa, são mais resistentes e
com maior potencial patológico.
Sobrevive a condições adversas. São
encontrados nas fezes pastosas ou
formadas.
Entamoeba coli
Forma trofozoíto
Forma irregular, membrana
citoplasmática delicada.
Citoplasma com vacúolos.
Presença de um núcleo. 
Amebíase: E. coli com cistos contendo 8 núcleos Se
locomovem através de pseudópodes (falsos pés). Forma
infectante cistos maduros. Transmissão via fical-oral. Vetor
mecânico moscas e baratas. O desencistamento ocorre no
intestino grosso. Fezes formadas. 
Forma cisto
Forma infectante. Forma
arredondada, com parede cística
delicada, contendo 8 núcleos com
cariossoma central. 
Entamoeba histolystica/dispar
Forma trofozoíto
O trofozoíto não apresenta
citoplasma diferenciado em ecto e
endoplasma. O núcleo contém
cromatina grosseira e
irregularmente distribuída ao redor
do envelope nuclear, com
cariossoma grande e excêntrico.
Amebíase: E. histolystica com cistos contendo 4 núcleos Se
locomovem através de pseudópodes (falsos pés). Forma
infectante cistos maduros. Transmissão via fical-oral. Vetor
mecânico moscas e baratas. O desencistamento ocorre no
intestino grosso. Fezes formadas. Primeiro local
extraintestinal é no fígado. Formação de cistos ocorre
somente na luz intestinal. Exame Hoffman.
Forma cisto
Forma infectante. Forma
arredondada, com parede cística
delicada, contendo 8 núcleos
com cariossoma central. 
Toxoplasma gondii
Forma taquizoíto
O taquizoíto é a forma
encontrada na fase aguda da
infecção. Apresenta uma forma
de arco, com uma das
extremidades mais afilada e a
outra arredondada, com o
núcleo.
Toxoplasmose: Ciclo sexuado. Forma infectante oocistos.
Hospedeiro definitivo o gato, fase sexuada e hospedeiro
intermediário o ser humano, fase assexuada. Teste de ELISA. 
Forma bradizoíto
O bradizoíto é forma
encontrada nos tecidos ,
geralmente durante a fase
crônica da infecção. É
encontrado envolvido por um
vacúolo parasitóforo de uma
célula, cuja membrana forma a
cápsula do cisto tecidual.
Plasmodium spp
Trofozoíto jovem
Citoplasma delgado. Cromatina
pequena e saliente (forma de
anel) ou dupla. Poliparasitismo
frequente. 
Malária: Vetor da malária é a fêmea hematófagas A. (N.)
darlingi. Forma infectante é o esporozoítos. Transmite pela
glândulas salivares do vetor, no momento da picada. Forma
infectante para o inseto é o gametócito. Forma sexuada no
mosquito e assexuada no homem. 
Gametócito
O gametócito apresenta-se
encurvado e alongado, em
forma de crescente ou foice,
com citoplasma intensamente
corado e o núcleo denso,
cercado pelo pigmento malárico
(hemozoína).
Plasmodium falciparum
Trofozoíto jovem
Citoplasma espesso. Núcleo com
cromatina única e interna.
Poliparasitismo raro. 
Malária: Vetor da malária é a fêmea hematófagas A. (N.)
darlingi. Forma infectante é o esporozoítos. Transmite pela
glândulas salivares do vetor, no momento da picada. Forma
infectante para o inseto é o gametócito. Forma sexuada no
mosquito e assexuada no homem. Plasmodium vivax, forma
hipnozoítos, forma latente.
Trofozoíto maduro
Citoplasma irregular e com
aspecto amebóide. Cromatina
isolada. 
Plasmodium vivax
Esquizonte
Forma amebóide. Citoplasma
irregular vacuolizado.
Cromatina segmentada. 
Gametócito
O gametócito com citoplasma
abundante, contorno
arredondado ou oval, núcleo
grande, cromatina pouco densa,
ocupando quase todo volume
do eritrócito.
Helmintologia
Enterobius vermiculares
Macho
O macho mede cerca de 5 mm
de comprimento e tem a cauda
fortemente recurvada em
sentido ventral, com espículo
presente.
Verme: A infecção se dá pela ingestão do ovo, no ato de
coçar a região perianal e levar a boca. Os ovos aderem a
superfície. Ciclo monoxênico. Exame de Graham - fita
adesiva. 
Fêmea
A fêmea mede cerca de 1 cm de
comprimento e apresenta cauda
pontiaguda e longa.
Ovo
O ovo de E. vermicularis apresenta aspecto grosseiro de um
“D”, pois um dos lados é sensivelmente achatado e o outro é
convexo. Possui membrana dupla, lisa e transparente, sendo já
eliminado no ambiente contendo uma larva no seu interior.
Macho
Os adultos de Trichuris trichiura
apresentam forma semelhante a
um “chicote”. A região anterior
é fina e alongada e a posterior é
curta e mais dilatada. Medem de
3-5 cm de comprimento e são
dióicos. Os machos são menores
do que as fêmeas e possuem
espículo na região posterior. Nos
machos, a cauda é recurvada
anteriormente, apresentando o
espículo protegido por uma
bainha, recoberta por pequenos
espinhos, enquanto nas fêmeas é
reta e afilada. 
Tricuríase: A infecção é disseminada pela via fecal-oral. Os
ovos ingeridos eclodem e entram nas criptas do intestino
delgado como larvas. Diagnosticar em exames de amostra de
fezes os característicos ovos em forma de limão com
opérculos nítidos em ambas as extremidades.
Fêmea
Trichuris trichiura
Ovo
o ovo de T. trichiura apresenta um formato elíptico
característico, com poros salientes e transparentes em ambas as
extremidades, preenchidos por material lipídico. A casca do
ovo tem três camadas distintas: uma camada lipídica externa,
uma camada quitinosa intermediária e uma camada vitelínica
interna, que favorece a resistência desses ovos a fatores
ambientais.
Ovo fértil
 Internamente, no ovo, localiza-
se uma massa composta por
células germinativas. Esse é o
típico ovo chamado fértil
embrionado.
Lombriga: Monoxênico e enteroparasito - vive na luz do
intestino. A infecção ocorre na ingestão de ovos contendo a
Larva L.3. Os ovos aderem a superfície. Parasito que faz o
ciclo de LOSS (coração - pulmão). Fazem um novelamento.
Exame Hoffman, Pons e Janner. 
Ovo Infértil
 Internamente, no ovo, localiza-
se uma massa composta por
células germinativas. Podem
estar presentes nas fezes também
o chamado ovo infértil, sendo
mais alongados, com membrana
mamilonada mais delgada e o
citoplasma granuloso.
Ascaris lumbricoides
Ovo 
Os ovos dos Ancilostomídeos apresentam casca fina,
possuem formato oval, sendo, quando liberados, não
segmentados, sofrendo posterior clivagem no meio
ambiente, onde requeremum ambiente propício,
principalmente boa oxigenação, alta umidade (> 90%) e
temperatura elevada, para que ocorra a embrionia
Amarelão, doença do Jeca Tatu: Monoxênico.
Contaminação por alimentos e água contaminada e pele,
geralmente pelos pés. Ovos são eliminados pelas fezes.
Tornam-se embrionados no solo com umidade, temperatura
e oxigenação favoráveis. Infectantes entre 7 a 10 dias. Forma
infectante é a Larva L.3. Exame Hoffman, Pons e Janner. 
Ancilostomídeos
Fêmea
 O Ancylostoma duodenale apresenta,
tanto nos adultos machos quanto
fêmeas, aspecto cilindriformes, com a
ex tremidad e anterior curvada
dorsalmente e cápsula bucal com 2
pares de dentes ventrais na margem
interna da boca. O dimorfismo sexual é
bem acentuado, tanto pelas maiores
dimensões das fêmeas como,
principalmente, pela morfologia da
extremidade posterior: macho, que
apresenta bolsa copulatória bem
desenvolvida e fêmeas com abertura
genital no terço posterior do corpo,
com extremidade posterior afilada, com
um pequeno processo espiniforme
terminal. 
Macho
Ancylostoma duodenale
Fêmea
O Necator americanus apresenta
adultos de forma cilíndrica, com
extremidade cefálica bem recurvada
dorsalmente; cápsula bucal profunda ,
com duas lâminas cortantes,
semilunares, na margem interna da
boca; e duas outras lâminas cortantes
na margem interna. O macho é
menor que a fêmea, com a bolsa
copulatória bem desenvolvida, na
extremidade posterior. A fêmea
apresenta abertura genital próxima ao
terço anterior do corpo, com
extremidade posterior afilada, sem
processo espiniforme terminal.
Macho
Necator americanus
Larvas filarióides
As larvas filarióides, apresentam
cutícula fina, em torno de 0,5 mm
de comprimento, com a porção
anterior levemente afilada, com um
pequeno vestíbulo bucal (VB), e a
posterior afina-se gradualmente,
terminando em duas pontas,
conhecida como cauda entalhada
Estrongilodíase: Monoxênico. Apresenta dois ciclos: forma
direta partenogenética, larvas filarióides infectantes e forma
indireta larvas rabditoides que vão evoluir para larvas filarioides.
Atinge a circulação venosa e linfática e migra para os órgãos.
Exame Baermann - Moares Rugai. Contaminação pela mucosa -
boca, espaços interdigitais, região planar, autoendoinfecçao
interior do hospedeiro, autoexoinfecção (larvas voltam para
dentro do ânus). Faz ciclo de LOSS. 
Larvas Rabditóides
Apresentam cutícula fina e
hialina, vestíbulo bucal curto,
além do primórdio genital
nítido (seta), formado por um
conjunto de células localizadas
um pouco abaixo do meio do
corpo. A extremidade posterior
termina em uma cauda
pontiaguda.
Strongyloides stercoralis
Fêmea partenogenética
 Fêmea partenogenética, fêmea de vida livre ou estercoral.
Ovo
Os ovos de Taenia sp. são esféricos e
constituídos por uma casca
protetora, envolvendo internamente
o embrião hexacanto ou oncosfera,
provido de três pares de acúleos e
dupla membrana.
Ténia: São hermafroditas. As formas adultas do verme podem
viver mais de 20 anos no intestino do hospedeiro os ovos são
excretados com as fezes. Quando ingeridos por hospedeiros
intermédios, os ovos vão dar origem a larvas (cisticercos) que
podem migrar até aos músculos. No intestino, o cisticerco
fixa-se à mucosa intestinal e forma-se o verme adulto. A
infecção em humanos ocorre quando é consumida carne
infectada crua ou mal cozinhada.
Taenia sp.
Verme adulto (Taenia solium
A forma larval da Taenia sp. é o
cisticerco, que é constituído de uma
vesícula translúcida, com líquido
claro contendo invaginado no seu
interior um escólex com quatro
ventosas, rostro e colo. A parede da
vesícula do cisticerco é composta por
três membranas: cuticular (externa),
celular (intermediária) e reticular
(interna).
Ovo
Ovo não operculado, de formato oval e apresentando, na parte
mais larga, um espículo voltado para trás. O ovo maduro é
caracterizado pela presença de um miracídio formado, visível
pela transparência da casca. Este tipo de ovo é a forma
usualmente encontrada nas fezes. 
Barriga d'água: Possui ciclo heteroxêmico tendo o
caramujo do tipo Biomphalaria glabata como hospedeiro
intermediário. Transmissão ocorre pela penetração das
cercárias na pele e na mucosa do hospedeiro humano,
especialmente em pés e pernas em contato com água
contaminada. Estão em maior atividade entre 10 e 16 horas,
quando o calor é mais acentuado. 
Schistosoma mansoni
Fêmea e Macho
São vermes achatados e alongados, que apresentam nítido
dimorfismo sexual. O macho mede cerca de 1 cm e o
tegumento é recoberto por minúsculas projeções (tubérculos).
A fêmea mede cerca de 1,5 cm, possui tegumento liso e pode
ser encontrada no canal ginecóforo do macho. Na região
anterior, apresentam a ventosa oral, esôfago e ventosa ventral,
também chamada de acetábulo. Logo após o acetábulo,
observa-se no macho a presença da massa testicular, composta
de 7 a 9 testículos. O hospedeiro intermediário é um molusco
do gênero Biomphalaria, cuja principal característica é a
concha com dois lados planos (Família Planorbidae). A cercária
apresenta corpo cercariano e cauda, que é bifurcada.
Ovo
O ovo de H. nana é quase esférico, transparente e incolor.
Apresenta uma membrana externa delgada envolvendo um
espaço claro; mais internamente, apresenta outra membrana,
envolvendo a oncosfera. Essa membrana interna apresenta dois
mamelões claros, em posições opostas, dos quais partem alguns
filamentos longos.
Tênia anã: Possui dois tipos de ciclo: monoxênico onde os
ovos são ingeridos pelo homem, os ovos passam pelo estômago
eclodem no intestino delgado tornando-se larvas cisticercoides.
E o ciclo heteroxênico, tendo as pulgas ou carrapatos como
hospedeiro intermediário, onde os ovos são ingeridos pelos
insetos, os ovos passam pelo estômago eclodem no intestino
delgado e tornam-se larvas. O homem ingere acidentalmente
o inseto, e a larva é transferida ao homem. Exame Hoffman,
Pons e Janner.
Hymenolepis nana
Verme Adulto
Mede cerca de 3-5 cm, com 100-200 proglotes. O escólex
apresenta 4 ventosas e um rostro retrátil armado de ganchos.
As proglotes de H. nana são curtas porém largas. Em cada
proglote há um para órgãos reprodutores. O aparelho
reprodutor masculino consiste 3 testículos e seus respectivos
canais eferentes, um canal deferente e a bolsa do cirro, que
contém o órgão copulador. O aparelho reprodutor feminino
apresenta um ovário bilobado, glândula vitelínica, receptáculo
seminal e vagina