Buscar

QUESTOES UNA SUS

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 3 páginas

Prévia do material em texto

Este formulário contém campos obrigatórios marcados com Campo obrigatório *
Questão 1
Correto
Atingiu 20.00 de 20.00 ponto(s)
Pode ser considerado um correto cuidado da equipe de atendimento domiciliar nos casos de criança em pós-operatório:
Ofertar a alimentação da preferência da criança garantindo o aporte calórico necessário nesse momento.
Manter os ferimentos cirúrgicos abertos para melhor oxigenação e cicatrização da ferida cirúrgica.
Estabelecer a necessidade de banho a cada dois dias para não interferir na recuperação da criança.
Esclarecer as dúvidas dos familiares e orientá-los de modo a se sentirem seguros com necessários cuidados com a criança.
Deixar a criança sempre deitada sem qualquer estímulo de movimentação principalmente nos primeiros dias de pós-cirúrgicos.
Sua resposta está correta.
Feedback: 
Quando os familiares estão orientados de forma adequada frente à presença de sinais de alerta, a equipe pode ser chamada de imediato, minimizando o tempo do acolhimento e favorecendo a recuperação e estabilização do quadro, e consequentemente diminuindo as possibilidades de complicações, oferecendo assim, conforto e bem estar ao paciente.
Questão 2
Correto
Atingiu 20.00 de 20.00 ponto(s)
A equipe de atenção domiciliar foi chamada para avaliar uma criança em cuidados paliativos que recém chegou ao território, tendo o diagnóstico de tumor cerebral não operável. Durante a visita a criança estava com bastante irritabilidade e face de dor. Qual conduta deveria ser tomada pela equipe de AD de acordo com situação descrita?
Esclarecimento aos familiares que as dores são queixas comuns em pacientes em cuidados paliativos, devendo somente tratar quando forem dor intensas.
Devem ser solicitados exames de imagem como tomografia e ressonância de urgência, para melhor avaliar o caso.
Deve-se realizar analgesia imediata do paciente, levando em consideração a escala de dor, além do esclarecimento aos familiares e acompanhamento multiprofissional.
Deve-se encaminhar o paciente para o especialista (neurocirurgião e oncologista) de imediato, para tratamento das dores.
Deve ser encaminha novamente ao cuidado hospitalar, pois a presença de dor é um sinal alarme de progressão da doença.
Sua resposta está correta.
Feedback: 
Os pacientes em cuidados paliativos devem ser prontamente analgesiados, a fim de proporcionar melhor qualidade domiciliar. As equipes de atenção domiciliar devem ser capacitadas e treinadas em cuidados paliativos, devendo entender a importância do manejo e diálogo com a família, assim como primar pela prevenção quaternária.
Questão 3
Correto
Atingiu 20.00 de 20.00 ponto(s)
A criança NÃO deve ser referenciada quando, no seu pós-operatório, temos a ocorrência de:
Sinais de infecção do local cirúrgico.
Sangramento
Rubor e edema no 2º dia de pós-operatório.
Febre persistente
Dor persistente após o quinto dia da cirurgia.
Sua resposta está correta.
Feedback: 
Rubor e edema são sinais de inflamação, podendo estar presentes, ainda dentro da normalidade, no segundo dia após a cirurgia, por isso a criança não deve ser referenciada por conta disso.
Questão 4
Correto
Atingiu 20.00 de 20.00 ponto(s)
Para criança portadora de anemia falciforme em acompanhamento constante pela equipe de Atenção Básica na modalidade AD1, com dor abdominal moderada que não cessa com analgésico (penicilina); febre (38,6º C) inapetência e letargia, ictérica, eupnéica, mucosas hipocoradas, com sinais de desidratação leve e extremidades frias; abdome levemente distendido, doloroso a palpação superficial e profunda, indica-se que:
O quadro característico da anemia falciforme já determina o acompanhamento hospitalar, mesmo quando ausente de complicações.
Não há necessidade de se preocupar com o estado febril, logo, não havendo necessidade de controle da temperatura corporal.
Mesmo frente à dor, deve ser evitada a administração de analgésicos, pois isso pode danificar a função hepática e neurológica.
Deve ser incentivada principalmente para ingerir grande quantidade de líquidos.
A administração de drogas quelantes e vitaminas do complexo C por serem fundamentais para produção de glóbulos vermelhos.
Sua resposta está correta.
Feedback: 
A criança está propensa a complicações renais, logo, o aumento da ingestão hídrica deve ser encorajado, para favorecer o perfeito funcionamento da função renal.
Questão 5
Correto
Atingiu 20.00 de 20.00 ponto(s)
A fibrose cística é uma doença genética, com manifestações pulmonares crônicas e gastrointestinais e deve ser pesquisada no screening neonatal vigente em vários estados do Brasil (“teste do pezinho”), que possibilita diagnóstico precoce por meio de pesquisa de imunotripsina reativa (ITR). Os recém-nascidos com ITR positivo devem ter o diagnóstico de fibrose cística confirmado por qual exame?
Teste do suor.
Teste da saliva.
Espirometria.
Dosagem dos eletrólitos em sangue.
Análise do DNA.
Sua resposta está correta.
Feedback: 
O teste do suor é o exame de referência para o diagnóstico da fibrose cística, através da determinação da dosagem do cloro no suor.

Outros materiais