Buscar

2023 Aula 2

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 38 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 38 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 38 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

Psicologia
Aula 2 / 2023
Profa. Lisete Barlach
• Behavior = comportamento;
• A Escola dá ênfase aos aspectos observáveis do
comportamento e repudia o método da introspecção;
• Para o filósofo Locke (ver História da Psicologia): ser humano
é tabula rasa;
• Interioridade, subjetividade estão numa caixa preta; o
cientista não tem acesso a seu conteúdo;
• Tudo é aprendido! 
• Reação a estímulos!
Behaviorismo
COMPORTAMENTO RESPONDENTE
RESPOSTAS PRODUZIDAS OU ORIGINADAS A PARTIR DE 
ESTÍMULOS AMBIENTAIS ESPECÍFICOS;
COMPORTAMENTO REFLEXO: CONTRAÇÃO DO JOELHO
PAVLOV: experimento com salivação cães
CONDICIONAMENTO CLÁSSICO
(Experimento de Pavlov)
Cachorro está faminto;
Comida: estímulo incondicionado;
Campainha (estímulo neutro), não causava salivação;
Depois de certo tempo, apenas a campainha produzia a
salivação;
Generalização: estímulos semelhantes causavam a salivação 
Diferenciação: nem todos os estímulos! O animal aprendia a
diferenciar [campainha de um tom ou de mais de um]
https://www.youtube.com/watch?v=C40cXKi4c3Y
https://www.youtube.com/watch?v=C40cXKi4c3Y
CONDICIONAMENTO CLÁSSICO
Estímulos neutros ou associados a acontecimentos positivos tornam–
se preferidos;
Acontecimentos ou consequências associados a reações negativas, idem
Sinal para o recreio!
Sirene avisando final expediente para operários de uma fábrica!
Beber em festas = desfrutar momentos agradáveis com amigos
Depois de um estupro, tendência a evitar festas com bebidas alcoólicas; temor a eventos 
sociais.
EXTINÇÃO DO COMPORTAMENTO
Ausência de emparelhamento entre estímulo 
condicionado e incondicionado
Reação condicionada torna-se menos freqüente com o passar do 
tempo e tende a desaparecer.
Ex.: vítima de estupro que desenvolve medo de contato social pode diminuir ou reduzir
comportamento de medo se estiver acompanhada da presença tranquila de amigo (a)
incentivador (a).
WATSON 
CONDICIONAMENTO CLÁSSICO
https://www.youtube.com/watch?v=VVqEwuM4AsA
Exemplos cotidianos e no comportamento 
de compra
Ausência de emparelhamento entre estímulo condicionado 
e incondicionado
LIVRE ARBÍTRIO DETERMINISMO
NATUREZA CRIAÇÃO
SINGULARIDADE UNIVERSALIDADE
OTIMISMO PESSIMISMO
BEHAVIORISMO 
RADICAL
B. F. SKINNER
•REFORÇO Positivo
•REFORÇO Negativo 
•PUNIÇÃO 
Os malefícios da PUNIÇÃO (Skinner: Walden II)
PRINCÍPIOS DA ABORDAGEM BEHAVIORISTA
REFORÇO
ATO DE FORNECER 
UMA RESPOSTA COM 
A ADIÇÃO DE UMA 
RECOMPENSA, 
AUMENTANDO, 
ASSIM, A 
PROBABILIDADE DE 
QUE ELA SEJA 
REPETIDA
COMPORTAMENTO OPERANTE
COMPORTAMENTO EMITIDO ESPONTÂNEA OU 
VOLUNTARIAMENTE, QUE ATUA NO AMBIENTE PARA 
MODIFICÁ-LO
Pode ser reforçado ou não; não 
depende disso para se manifestar.
Comportamento controlado pelas 
consequências.
Se houver recompensas, ele ressurge.
COMPORTAMENTO OPERANTE
PROCEDIMENTO POR MEIO DO QUAL UMA MUDANÇA 
NAS CONSEQUENCIAS DE UMA RESPOSTA AFETARÁ A 
TAXA NA QUAL A RESPOSTA OCORRE
Lembrete: AS CAUSAS DO COMPORTAMENTO SÃO 
EXTERNAS AO ORGANISMO!
CONDICIONAMENTO OPERANTE 
(SKINNER)
PROCESSO DE ELIMINAÇÃO DE UM 
COMPORTAMENTO PELA RETENÇÃO 
DO REFORÇAMENTO
EXTINÇÃO
DE-SENSIBILIZAÇÃO SISTEMÁTICA 
TERAPIA BEHAVIORISTA
Medo condicionado
Fobias
Medo de avião
Tratamentos para 
tabagismo, 
dependência 
química, vícios
Pela de-sensibilização, o 
comportamento tende à 
extinção
Autoescolas especializadas
https://youtu.be/cFoDe9KoK74
https://youtu.be/cFoDe9KoK74
ESQUEMAS DE REFORÇAMENTO
PADRÕES OU RAZÕES DE FORNECIMENTO 
E RETIRADA DE REFORÇADORES
EFICIÊNCIA DOS ESQUEMAS RELATIVA À 
GENERALIZAÇÃO OU EXTINÇÃO
INTERVALO: 
FIXO / VARIÁVEL
RAZÃO: 
FIXA / VARIÁVEL
Intermitente: mais 
eficaz na modelagem de 
comportamentos
Esquemas de reforçamento continuo e 
intermitente
Esquemas de reforçamento continuo e intermitente
•PROGRAMA DE MILHAGENS
•A CADA 10 PIZZAS, GANHE UMA
Exemplos cotidianos e no comportamento 
de compra
COMPORTAMENTO SUPERSTICIOSO
COMPORTAMENTO PERSISTENTE QUE TEM UMA
COINCIDÊNCIA (E NÃO UMA RELAÇÃO FUNCIONAL)
COM O REFORÇAMENTO RECEBIDO.
Comportamento supersticioso
Ex.: Pessoa que usa o mesmo sapato quando vai 
fazer prova (para dar sorte); 
Se houver coincidência de tirar 10 em uma prova, 
o comportamento prossegue; 
O reforço favorece sua manifestação mesmo sem 
conexão causal.
COMPORTAMENTO NEURÓTICO
NEUROSE = REAÇÃO CONDICIONADA
AMBIENTE EXIGE DO INDIVÍDUO A DISCRIMINAÇÃO ENTRE UM 
ACONTECIMENTO E OUTRO, EM CONDIÇÕES DE JULGAMENTO 
QUASE IMPOSSÍVEIS
EX: CRIANÇAS ACHAM DIFÍCIL PREDIZER A REAÇÃO DE PAIS INSTÁVEIS (NÃO TÊM CERTEZA SE
TERÃO ELOGIOS OU PUNIÇÃO): ISSO PODE GERAR FRUSTRAÇÃO, ANSIEDADE, DEPRESSÃO
MODIFICAÇÃO DO COMPORTAMENTO
FORMA DE TERAPIA QUE APLICA OS PRINCÍPIOS DE 
REFORÇO PARA OCASIONAR MUDANÇAS 
COMPORTAMENTAIS DESEJÁVEIS
PUNIÇÃO – APLICAÇÃO DE ESTÍMULO AVERSIVO APÓS 
UMA RESPOSTA VISANDO DIMINUIR A PROBABILIDADE 
DE SUA OCORRÊNCIA
REFORÇO NEGATIVO – FORTALECIMENTO DE 
RESPOSTA POR MEIO DA REMOÇÃO DO ESTÍMULO 
AVERSIVO [atenção: É diferente de punição!!!!]
Watson: O experimento com o Pequeno Albert ( resposta 
condicionada - Behaviorismo clássico)
Walden II
ESTUDO 1
Não seja refém do celular: 10 passos para um 
DETOX digital
“Para de olhar para esse celular!” Quantas vezes você ouviu ou disse esta frase
nos últimos tempos? O “vício" nos equipamentos eletrônicos — redes sociais e
celular em especial — está no centro das discussões nas salas de aulas, nas
reuniões de pais, nos consultórios e nos almoços de família.
O assunto é tão sério que um grupo de especialistas criou o Instituto Delete, que
tem como proposta orientar e informar a sociedade sobre o uso consciente das
tecnologias. Trata-se do primeiro núcleo no Brasil especializado em Detox Digital e
institucionalizado na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro). Lá,
profissionais da área da saúde, comunicação e educação (médicos, psicólogos,
pedagogos e pesquisadores) estudam a interferência das tecnologias no
comportamento humano e oferecem suporte e tratamento aos usuários abusivos
de tecnologia.
"A dependência digital não está diretamente
relacionada ao tempo de conexão de uma
pessoa aos seus dispositivos eletrônicos, mas
sim ao nível de perda de controle na vida real,
gerando prejuízos nos campos profissional,
familiar, afetivo ou social”, explica Eduardo
Guedes, pesquisador da UFRJ, pioneiro no Brasil
com o estudo de transtornos de dependência de
redes sociais (Facebook Addiction Disorder) e
membro do Delete.
5 dimensões que podem traduzir os níveis de perda de 
controle
1.Excitação e Segurança.
Quando existe a tentativa de esquecer problemas pessoais, buscando a tecnologia como um meio melhor ou mais 
seguro. Primeiro indício normalmente mascarado com a falsa sensação de satisfação experimentada ao utilizar a 
tecnologia.
2.Relevância, ou seja, a importância dada à necessidade de se conectar e usar dispositivos.
A pessoa não consegue desligar o pensamento de forma que a tecnologia começa a dominar lentamente o comando 
da sua vida.
3.Tolerância.
Inclui o tempo dedicado e o nível de controle que se tem dela. A pessoa gasta cada vez mais horas para buscar as 
mesmas sensações experimentadas antes. Ela perde o controle e substitui os programas reais do dia por maior 
tempo na tecnologia.
4.Abstinência e Efeitos.
Quando não está conectada ou não conseguem usar certos dispositivos ou aplicativos, torna-se irritada, ansiosa e 
com medo, podendo sofrer alterações no padrão do sono ou alimentação e manifestar sinais de depressão.
5.Evidências de Conflitos.
Quando o uso excessivo compromete as relações na vida real. Este é o momento em que percebe a evidência do 
problema, mas sente-se incapaz de reduzir ou parar, podendo comprometer a educação, desempenho profissional e 
social.
É importante lembrar que estar nas redes sociais ou acessar o celular não é o problema. A questão é manter o 
controle da situação.
10 passos sugeridos pelo 
Delete para um DETOX 
Digital
•Bom senso para que o uso não se torne abuso no dia adia.
•Fique atento às consequências físicas (como privação de sono, dores na coluna, 
problemas de visão) e psicológicas (como depressão, angústia, ansiedade) do uso 
abusivo.
•Controle o uso de tecnologias (celular, redes sociais, computador) no cotidiano. 
Verifique se seu desempenho acadêmico ou no trabalho estão sendo prejudicados.
•Reflita sobre seus hábitos cotidianos e faça diferente.
•Não troque atividades ao ar livre para ficar conectado.
•Prefira uma vida social real à virtual, escolhendo relacionamentos e amizades reais em 
vez dos virtuais.
•Pratique exercícios físicos regularmente e faça intervalos regulares durante o uso do 
celular ou do computador.
•Não abale o seu humor com publicações virtuais e não acredite em tudo o que é 
postado.
•Valorize suas relações familiares e de amizade.
•Pense no meio ambiente, recicle os aparelhos e evite a troca frequente sem 
necessidade.
•Seguindo as sugestões acima você garante um maior controle sobre a tecnologia antes 
que ela domine você.
Dicas para o uso consciente do celular
•Quando for dormir, deixe o celular desligado, no silencioso ou fora do seu alcance. Se ele for o seu despertador, ative
o "não perturbe”.
•Desative as notificações do celular, para não ser interrompido a todo momento.
•Não olhe o celular durante as refeições: valorize o momento presente, o sabor da comida e a companhia das outras
pessoas.
•Determine horários específicos para navegar nas redes sociais e defina limites de tempo.
•Não use o celular enquanto dirige. O risco de mandar uma mensagem pelo celular ao volante equivale a dirigir
depois de tomar quatro copos de cerveja. Além disso é infração gravíssima, com multa de 282,47 reais e sete pontos
na carteira de habilitação.
•Se a mensagem não for para o grupo, envie diretamente para a pessoa. Desse modo, você evita exposição
desnecessária e problemas de comunicação, com interpretações erradas.
•Evite falar ao celular em lugares públicos e apertados, como elevador ou transportes coletivos.
•Fique atento à sua postura (sobrecarga no pescoço ao olhar para baixo) e aos movimentos repetitivos ao usar o
celular e o computador. Estudos indicam que o uso excessivo das mídias digitais, do celular e tablet têm relação
direta com a obesidade, hérnia de disco, problemas de coluna e lesões por esforço repetitivo.
•Limpe seu celular com frequência: ele passa por vários lugares e por mãos e bocas de diferentes pessoas. Cientistas
alertam que celulares podem ter até 10 vezes mais bactérias do que a sola de um sapato e o dobre de bactérias de
um banheiro.
•Lembre-se sempre que número de amigos virtuais ou curtidas não reflete quem você é.
Revise as políticas de privacidade, garantindo que suas postagens sejam divulgadas apenas para pessoas de seu
círculo social. Evite que detalhes da sua família ou vida pessoal sejam acessados por qualquer pessoa.
EXERCÍCIO (Estudo 1)
1. Analise o problema da dependência tecnológica, de acordo com os conceitos 
e as premissas de:
WATSON / PAVLOV: condicionamento clássico
SKINNER: condicionamento operante
2. Com base nos mesmos autores e teorias, identifique possíveis terapêuticas ou 
soluções para minimizar o problema.
	Número do slide 1
	Número do slide 2
	Número do slide 3
	Número do slide 4
	Número do slide 5
	Número do slide 6
	Número do slide 7
	Número do slide 8
	WATSON �CONDICIONAMENTO CLÁSSICO
	Exemplos cotidianos e no comportamento de compra
	Número do slide 11
	Número do slide 12
	REFORÇO
	Número do slide 14
	Número do slide 15
	Número do slide 16
	Número do slide 17
	Número do slide 18
	Número do slide 19
	Número do slide 20
	Número do slide 21
	Número do slide 22
	Número do slide 23
	Exemplos cotidianos e no comportamento de compra
	COMPORTAMENTO SUPERSTICIOSO
	Número do slide 26
	COMPORTAMENTO NEURÓTICO
	MODIFICAÇÃO DO COMPORTAMENTO
	Número do slide 29
	Walden II
	ESTUDO 1
	Não seja refém do celular: 10 passos para um DETOX digital
	"A dependência digital não está diretamente relacionada ao tempo de conexão de uma pessoa aos seus dispositivos eletrônicos, mas sim ao nível de perda de controle na vida real, gerando prejuízos nos campos profissional, familiar, afetivo ou social”, explica Eduardo Guedes, pesquisador da UFRJ, pioneiro no Brasil com o estudo de transtornos de dependência de redes sociais (Facebook Addiction Disorder) e membro do Delete.
	5 dimensões que podem traduzir os níveis de perda de controle
	10 passos sugeridos pelo Delete para um DETOX Digital
	Número do slide 36
	Número do slide 37
	EXERCÍCIO (Estudo 1)

Continue navegando

Outros materiais