A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
06- Digestão e Absorção

Pré-visualização | Página 2 de 3

ou poliálcool-cetona
Aldose Cetose
Macromolécula formada por C, H e O
Função:
estrutural
armazenamento energético nos animais (glicogênio),
nos vegetais (amido)
anticoagulante (heparina),
lubrificante (o líquido sinovial; evita o ressecamento dos
olhos),
cicatrizante (quitina)
antigênica (ativa o sistema imunológico, por exemplo, a
alergia causada por crustáceos).
Monossacarídeos: não sofrem hidrólise. Glicose, Frutose,
Galactose.
Dissacarídeos: Maltose, Sacarose, Lactose (di).
Oligossacarídeos: Rafinose (tri).
Polissacarídeos:
Glicogênio
Quitina
Homopolissacarídeos – amido, glicogênio, celulose, inulina, quitina
Heteropolissacarídeos – glicosaminoglicanos, ácido hialurônico
Ligação glicosídica
H2O
Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.
9
Pentoses e
hexoses podem
se tornar cíclicas
se uma cetona ou
um aldeído reagir
com um grupo
OH distante.
Na Glicose o
aldeído C1 e a
OH C5 reagem
para formar um
anel pirano com 6
membros
denominado
piranose.
H O
OH
H
OHH
OH
CH2OH
H
OH
H H O
OH
H
OHH
OH
CH2OH
H
H
OH
a-D-glucose b-D-glucose
23
4
5
6
1 1
6
5
4
3 2
H
CHO
C OH
C HHO
C OHH
C OHH
CH2OH
1
5
2
3
4
6
D-glucose
(linear form)
Formas cíclicas são as mais abundantes na natureza
Dissacarídeos mais comuns
Alguns polissacarídeos
Composição do amido
Amilose
Amilopectina
Cadeia reta, não ramificada, de 250 a 300 resíduos de D-glicopiranose,
ligadas por pontes glicosídicas á-1,4.
Menos hidrossolúvel que a amilose, constituída de aproximadamente 1400
resíduos de á-glicose ligadas por pontes glicosídicas á-1,4, e ligações á-1,6.
Composição do glicogênio
Cadeia ramificada análoga à da amilopectina, com intervalos menores
entre as ramificações
Glicogênio hepático e glicogênio muscular
Amido
Glicogênio
Fibras
Insolúvel fibrosa, possui baixa viscosidade
- celulose, hemicelulose e ligninas
(cereais – casca do trigo)
Solúveis formam gel em contato com a água
- pectinas, gomas e mucilagens
(polpas de frutas, vegetais, aveia)
D-glicose a-1,4 glicosídicas
CHO não digeríveis b-1,4 glicosídicas DIGESTÃO E ABSORÇÃO DE
CARBOIDRATOS
Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.
10
Carboidratos constituem cerca de 50% das calorias diárias na dieta humana
Glândula salivar a-amilase
amilose glicose maltose maltotriose dextrina
amilopectina dextrina limite a
Estômago
a-amilase continua a digestão por até meia hora no
interior do bolo alimentar
a-amilase inativada pelo baixo pH gástrico
Intestino
Alimento Pâncreas a-amilase
amilase pancreática
a-amilase X a-amilase pancreática
- Seqüência de aa diferentes
- Propriedades catalíticas idênticas
- Atuam em pH neutro ou alcalino
continua a digestão do
amido e do glicogênio
Uma maior digestão dos carboidratos ocorre por enzimas (oligossacaridases) que
residem na borda em escova da membrana epitelial do duodeno e do jejuno.
Amido resistente: parte do amido não
digerido (batatas, cereais e legumes) no
intestino delgado é fermentado por
bactérias colônicas, tendo como produto
final ácidos graxos de cadeia curta e
alguns gases.
Enzimas da borda em escova
Isomaltase intestinal
Dissacaridases
Maltose ® maltase ® glicose + glicose
Sacarose ® sacarase ® glicose + frutose
Lactose ® lactase ® glicose + galactose
a-dextrinase (isomaltase)
Glicoamilase
Absorção dos carboidratos
Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.
11
Absorção dos carboidratos Mecanismos de Absorção de nutrientes
Absorção dos carboidratos Intolerância à lactose
- Perda da atividade da lactase após a infância
- Lactose não é digerida nem absorvida pelo intestino delgado
- Lactose é convertida em produtos tóxicos por bactérias do intestino grosso
DIGESTÃO E ABSORÇÃO DE
PROTEÍNAS
A DIGESTÃO DE PROTEÍNAS É ESSENCIALMENTE IGUAL À DE CARBOIDRATOS
Estômago
-pH baixo desnatura parcialmente as proteínas, tornando-
as mais susceptíveis à hidrólise pela pepsina
- Pepsinas (7 isoformas) reduzem 15% das proteínas da
dieta a aminoácidos e pequenos peptídeos
Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.
12
Pâncreas
-Proteases secretadas desempenham um papel central
Tripsinogênio
Enteropeptidase (mucosa duodenal)
Tripsina
Tripsinogênio
Quimiotripsinogênio
Procarboxipeptidase A e BPró-elastase
Digestão no lúmen do duodeno
e intestino delgado (50%)
Endopeptidases
Exopeptidases
Ala
Ile
Leu
Val
B
Arg
Lys
His
Trp
Tyr
Phe
Ala
Gly
Ser
Arg
Lys
His
A
Pró-elastaseQuimiotripsinogênioTripsinigênio
QuimiotripsinaTripsina Elastase
enteropeptidase
R O
– NH–C–C
H
R O R O
+H3N–C–C–NH–C–C
H H
R O
– NH–C–C
H
R
– NH–C–COOH–
H
R O
– NH–C–C
H
carboxipeptidase A
carboxipeptidase B
Pró-carboxipeptidase A
Pró-carboxipeptidase B
Ação das enzimas pancreáticas
Duodeno e Jejuno
-Peptidases residentes na borda em escova
- aminopeptidases
- dipeptidases
- dipeptidil aminopeptidases e dipeptidil carboxipeptidases
Absorção das proteínas
- Proteínas intactas e grande peptídeos não são absorvidos em quantidades
significativas
Co-transportador
H+-dependente
- No jejuno dipeptídeos e tripeptídeos são absorvidos por um transporte de membrana
de alta afinidade (não transporta tetrapeptídeos) mas de baixa especificidade
7 sistemas de
transporte na
membrana da
borda em
escova
5 sistemas de
transporte na
borda basolateral
Difusão passiva
aa aaNa+
Na+
Metabolismo
Na+
K+
Na+ / K+ ATPase
Difusão facilitada
pelo transporte ativo aa
aa aa
aa
aa
aa
aa
aa hidrofóbicos
triptofano
aa
Absorção das proteínas
- No íleo aminoácidos são transportados por meio de sistemas específicos de
transporte
Neutros e
básicos,
cisteína
Neutros e
ácidos, prolina,
hidroxiprolina
Com exceção de
glutamina, glutamato e
aspartato
Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.
13
Transportador
Apical de AA
Acoplado a Na+
Transportador
Basolateral de AA
• Na+ independente
DIGESTÃO E ABSORÇÃO DE
LIPÍDEOS
- Aproximadamente 90% dos lipídeos da dieta são traicilgliceróis
- Lipases gástrica e salivar auxiliam na emulsificação dos lipídeos no estômago,
mas a uma taxa muito lenta.
- No duodeno os lipídeos sofrem o principal processo de sua digestão devido às
enzimas secretadas pelo pâncreas e a liberação de sais biliares pela vesícula
biliar.
Síntese de Ácidos biliares a partir do colesterol
Ácidos biliares
conjugados
Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.
14
Fosfolipases
Molecular Cell Biology. 4th ed.
Lodish, Harvey; Berk, Arnold; Zipursky, S. Lawrence; Matsudaira, Paul; Baltimore, David; Darnell, James E. New York;
c2000.
Ligação susceptivel é mostrado em vermelho. R é o grupo polar unido ao
fosfato, como a colina na fosfatidilcolina ou inositol no fosfatidilinositol.
• Monoacilgliceróis e ácidos
graxos livres (FFA)
• Síntese de triglierídeos
• Adição de proteínas e outros
lipídeos
• Quilomicrons
• Exocitose e entrada nos
Vasos linfáticos
Vitaminas A, D, E e K
Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.