ADMINISTRAÇÃO DA QUALIDADE  - TGA

ADMINISTRAÇÃO DA QUALIDADE - TGA


DisciplinaAdministração da Produção e Logística162 materiais2.088 seguidores
Pré-visualização2 páginas
ADMINISTRAÇÃO DA QUALIDADE
Teoria Geral da Administração 
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia \u2013 ES \u2013Campus Serra
Grupo: Anna Paula Fernandes, Breno Sampaio, Gustavo Grimaldi, Jean Carlos e Renata Brum
*
*
ÍNDICE
*
*
O QUE É QUALIDADE ?
No primeiro momento, qualidade nos parece algo fácil de explicar: pode ser um produto com qualidade, um funcionário com qualidade. No entanto, apresenta um significado distinto e peculiar para cada indivíduo;
O conceito de qualidade pelo cliente é mais ampla. Primeiro, os clientes estão preocupados com a qualidade do produto físico \u2013 sua durabilidade, segurança, facilidade de uso e instalação;
Segundo, os clientes estão preocupados com a qualidade do serviço, ou seja, a precisão e a veracidade da propaganda, a responsabilidade por garantias e o suporte contínuo do produto;
Finalmente, os conceitos dos clientes sobre a qualidade incluem aspectos psicológicos;
Do ponto de vista da empresa, a qualidade deve ser definida de forma clara e objetiva. 
 Segundo BATEMAN E SNELL (1998), \u201cQualidade é a excelência de seu produto, incluindo sua atratividade, ausência de defeitos, confiabilidade e segurança a longo prazo\u201d.
*
*
\u201cQUALIDADE É A ADEQUAÇÃO AO USO. É A CONFORMIDADE ÀS EXIGÊNCIAS\u201d Esta é a definição técnica estabelecida pelo ISO \u2013 INTERNATIONAL STANDARDIZATION ORGANIZATION.
Deming afirma em Chiavenato (2003) \u201ca qualidade deve ter como objetivo as necessidades do usuário, presentes e futuras\u201d.
A qualidade pode ser definida como o atendimento das exigências dos clientes (OAKLAND, 1994)
Juran (1990, p. 11) esclarece que \u201cum dos significados de qualidade é desempenho do produto\u201d e que \u201coutro significado de qualidade é a ausência de defeitos.\u201d 
Qualidade pode ser entendida também como a conformidade com os requisitos definidos em função do cliente, dos concorrentes, das necessidades da organização, dos recursos disponíveis e da própria maneira de administrar dos líderes (CROSBY, 1979). 
*
*
CUSTOS DA QUALIDADE E DA NÃO QUALIDADE
Os custos da qualidade devem abranger todas as atividades com participação na qualidade dentro da empresa, fornecendo informações para comparar os investimentos em qualidade (inputs) com os resultados (outputs)
Custos da não qualidade são os custos ocasionados por abrir mão da qualidade, gerando assim retrabalho, desperdício, atendimento a garantias, perda de produtividade entre outros custos que poderiam ser evitados, ou de uma forma geral, diminuídos. 
Na opinião de Hansen e Mowen (2001, p. 515), custos da não qualidade são os custos que existem porque a má qualidade existe [...] 
Feigenbaum (1994, p. 155), quando os custos de prevenção aumentam, ocorre uma redução no número de defeitos e não-conformidades no produto. 
*
*
 
ADMINISTRAÇÃO DA QUALIDADE
Na administração de uma organização deve buscar-se qualidade em tudo o que faz e não apenas no objetivo final \u2013 clientes e acionistas. 
Etzioni (1964, p. 9), \u201cas organizações são unidades sociais (ou agrupamentos humanos) intencionalmente constituídas e reconstituídas, a fim de atingir objetivos específicos\u201d
Lobos (1978) refere, \u201cA estrutura de uma organização exige que se adote, grupos, seções ou departamentos ou qualquer divisão que distribua as tarefas dos mais variados tipos, a serem executadas por diversas pessoas em suas respectivas categorias de cargo.\u201d
*
*
SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE 
É o conjunto de elementos que estão inter-relacionados ou em interação para a melhoria contínua de processos internos e serviços prestados, de forma a garantir aos clientes níveis adequados de qualidade. 
O que significa certificação? A certificação pode ser encarada como o reconhecimento formal, por outros, do seu sistema da qualidade. 
O Sistema de Gestão da Qualidade possui ênfase no planejamento (PDCA - Planejar, Fazer, Checar e Agir)
Aspectos-chave de um Sistema de Gestão da Qualidade
*
*
Objetivos de um Sistema de Gestão da Qualidade
De acordo com Cosenza (2002), um sistema de gestão da qualidade tem como objetivos principais:
Melhorar continuamente o desempenho da organização;
Atender aos requisitos do cliente com objetivo de aumentar a sua satisfação;
Obter uma visão da organização utilizando a abordagem de processos;
Assegurar a melhoria contínua dos processos;
Medir e avaliar os resultados do desempenho e eficácia dos processos;
Monitorar a satisfação dos clientes.
*
*
Compromisso em relação à qualidade
Procedimentos do Sistema da Qualidade
Ações corretivas e preventivas
Objetivos de um SGQ
*
*
ISO 9000
Na gestão de qualidade, o ISO 9000 é um conjunto de normas e técnicas para os diversos tipos de organização: indústrias, empresas, instituições e afins. 
A padronização fornecida pelo sistema ISO é aconselhável para qualquer instituição que quiser lucrar, beneficiando ambos os lados: oferta e demanda. 
Henry Ford, dono da Ford Motor Company, foi o primeiro empresário a produzir automóveis em massa, com baixos custos e num pequeno intervalo de tempo.
 
*
*
*
*
Demonstrar que administra com qualidade e, portanto, garante a qualidade de seus produtos e serviços. 
Relações comerciais facilitadas. 
 Redução de riscos. 
Trabalho mais organizado e menos sujeito a erros. 
 Redução de custos. 
 Perdas de produção, menos reprocessamento, reparo e retrabalho. 
Benefícios para os colaboradores e empregados. 
Menos conflito no trabalho e maior integração entre setores. 
Maiores oportunidades de treinamento.
*
*
BENEFÍCIOS ISO 9000
Melhoria do fluxo de trabalho e informações e respectivo ganho em produtividade;
 Fixação de procedimentos e correspondente melhoria dos processos, reduzindo desperdício, re-trabalho, falhas e erros;
\u2022 Maior envolvimento dos colaboradores;
\u2022 Diferenciação da concorrência, permitindo melhorar a competitividade.
*
*
A ISO 9001 é a estrutura de qualidade melhor estabelecida, sendo utilizada atualmente por mais de 750 mil organizações em 161 países, e define o padrão não só para sistemas de gestão da qualidade, mas para sistemas de gestão em geral.
BENEFÍCIOS
Vantagem competitiva
Melhora o desempenho e gerencia o risco do negócio
Atrai investimentos, aumenta a reputação das marcas e remove barreiras comerciais
Economiza seu dinheiro
Otimiza as operações e reduz o desperdício
Incentiva a comunicação interna e aumenta o moral
Aumenta a satisfação dos clientes
*
*
NBR ISO 9001:2008 
Foco no Cliente
Liderança
Envolvimento das pessoas
Abordagem por processos
Abordagem sistêmica para a gestão
Melhoria contínua
Abordagem factual para a tomada de decisões
Benefícios mútuos nas relações com fornecedores
*
*
ISO 9004
A ISO 9004 é responsável por estender os benefícios obtidos pela ISO 9001 para todas as partes interessadas ou afetadas pelas operações da sua empresa. Partes interessadas incluem:
Funcionários;
Sócios;
Fornecedores;
Parceiros;
Governo;
Sociedade em geral.
*
*
PRÊMIOS DA QUALIDADE
O Prêmio Qualidade Brasil propõe-se a promover no meio empresarial a preocupação permanente de oferecer produtos e serviços de alta qualidade aos clientes e consumidores, incentivando seu aprimoramento e desenvolvimento.
Quais são as principais atividades da FNQ (Fundação Nacional de Qualidade)
O que são os Fundamentos da Excelência disseminados pela FNQ
Pensamento sistêmico Aprendizado organizacional Cultura de inovação Liderança e constância de propósitos Orientação por processos e informações Visão de futuro Geração de valor Valorização das pessoas Conhecimento sobre o cliente e o mercado Desenvolvimento de parcerias Responsabilidade social
*
*
O que é o Prêmio Nacional da Qualidade®?
O que a organização ganha ao se candidatar ao Prêmio Nacional da Qualidade®?
Aplicação de Fundamentos e Critérios de Excelência reconhecidos e utilizados mundialmente;
Visão sistêmica da empresa;
Foco nos resultados;
Maior cooperação interna;
Compartilhamento de informações e aprendizado;
Identificação de pontos fortes e de oportunidades e melhorias;
Comprometimento das pessoas;
Medição de desempenho perante os referenciais;
Capacitação para se auto