A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
138 pág.
Agenda 21 - acoes2edicao

Pré-visualização | Página 2 de 39

de políticas públicas de acordo aos novos arranjos políticos, econômicos, sociais e ambientais do país, como orientam o Programa de Governo e as atuais diretrizes do Ministério do Meio Ambiente: transversalidade de ações na política ambiental, desenvolvimento sustentável, participação e controle social e fortalecimento do Sistema Nacional do Meio Ambiente.
Assim, a nova composição da CPDS foi publicada por decreto presidencial em fevereiro último, mantendo a paridade entre governo e sociedade civil, que passa a contar com 34 membros e, portanto, com ampla parceria necessária a implementação das três ações definidas no PPA. ACPDS é presidida pelo Ministério do Meio Ambiente, que também exerce a secretaria-executiva da Comissão, enquanto que o Ministério do Planejamento assume a vice-presidência.
Durante a Semana do Meio Ambiente de 2004 a nova CPDS tomará posse, o que dará nova dinâmica e legitimidade aos trabalhos da Coordenação da Agenda 21 do MMA e, conseqüentemente, novo impulso aos processos de implementação da Agenda 21 Brasileira e de apoio à construção e implementação de Agendas 21 locais. 
Marina Silva
Ministra do Meio Ambiente
Presidente da CPDS
Sumário
�
	Lista de siglas
	i
	Introdução
	12
	1 - O desenvolvimento e a sustentabilidade ampliada e progressiva
	17
	2 - Contexto internacional e o cenário atual do país
	27
	3 - Plataforma das 21 ações prioritárias
	33
	A economia da poupança na sociedade do conhecimento
	33
	Objetivo 1
	
	Produção e consumo sustentáveis contra a cultura do desperdício
	33
	Objetivo 2
	
	Ecoeficiência e responsabilidade social das empresas
	34
	Objetivo 3
	
	Retomada do planejamento estratégico, infra-estrutura e integração regional
	36
	Objetivo 4
	
	Energia renovável e a biomassa
	39
	Objetivo 5
	
	Informação e conhecimento para o desenvolvimento sustentável
	40
	Inclusão social para uma sociedade solidária
	43
	Objetivo 6
	
	Educação permanente para o trabalho e a vida
	43
	Objetivo 7
	
	Promover a saúde e evitar a doença, democratizando o SUS
	46
	Objetivo 8
	
	Inclusão social e distribuição de renda
	48
	Objetivo 9
	
	Universalizar o saneamento ambiental protegendo o ambiente e a saúde
	51
	Estratégia para a sustentabilidade urbana e rural
	53
	Objetivo 10
	
	Gestão do espaço urbano e a autoridade metropolitana
	53
	Objetivo 11
	
	Desenvolvimento sustentável do Brasil rural
	55
	Objetivo 12
	
	Promoção da agricultura sustentável
	57
	Objetivo 13
	
	Promover a Agenda 21 Local e o desenvolvimento integrado e sustentável
	62
	Objetivo 14
	
	Implantar o transporte de massa e a mobilidade sustentável
	63
	Recursos naturais estratégicos: água, biodiversidade e florestas
	66
	Objetivo 15
	
	Preservar a quantidade e melhorar a qualidade da água nas bacias hidrográficas
	66
	Objetivo 16
	
	Política florestal, controle do desmatamento e corredores de biodiversidade
	68
	Governança e ética para a promoção da sustentabilidade
	73
	Objetivo 17
	
	Descentralização e o pacto federativo: parcerias, consórcios e o poder local
	73
	Objetivo 18
	
	Modernização do Estado: gestão ambiental e instrumentos econômicos
	76
	Objetivo 19
	
	Relações internacionais e governança global para o desenvolvimento sustentável
	77
	Objetivo 20
	
	Cultura cívica e novas identidades na sociedade da comunicação
	80
	Objetivo 21
	
	Pedagogia da sustentabilidade: ética e solidariedade
	84
	4 - Meios de implementação: mecanismos institucionais e instrumentos
	86
	5 - Conflitos de interesses e o desenvolvimento sustentável
	110
	6 - Do Rio a Joanesburgo: os avanços da última década no Brasil
	116
	7- Um novo pacto social: a concretização da Agenda 21
	125
�
Lista de siglas 
ADA: Agência de Desenvolvimento da Amazônia
ADENE: Agência de Desenvolvimento do Nordeste
ADECO: Agência de Desenvolvimento do Centro-Oeste
ANATEL: Agência Nacional de Telecomunicações
ANEEL: Agência Nacional de Energia Elétrica
ANA: Agência Nacional de Águas
ANP: Agência Nacional do Petróleo
APA: Áreas de Proteção Ambiental
BB: Banco do Brasil
BAP: Bacia do Alto Paraguai
BASA: Banco da Amazônia
BID: Banco Interamericano de Desenvolvimento
BIRD: Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento
BNB: Banco do Nordeste
BNDS: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico
BRDES: Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul
CADIN: Cadastro Informativo de Créditos não-Quitados
CAP: Conselho de Administração Portuária
CEF: Caixa Econômica Federal
CDB: Convenção sobre Diversidade Biológica
CONAMA: Conselho Nacional do Meio Ambiente
CPDS: Comissão de Políticas de Desenvolvimento Sustentável e da Agenda 21 Nacional
CNDRS: Conselho Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável
C&T: Ciência e Tecnologia
CUT: Central Única de Trabalhadores
CONTAG: Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura
CNUMAD: Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento
DLIS: Desenvolvimento Local Integrado e Sustentável
EMBRAPA: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
FINAM: Fundos de Investimento da Amazônia
FINOR: Fundos de Investimento do Nordeste
FIEMG: Fundo de Investimento do Estado de Minas Gerais
FUNRES: Fundo para Recuperação Econômica do Estado de Espírito Santo
FCO: Fundo de Desenvolvimento Regional do Centro-Oeste
FNE: Fundo de Desenvolvimento Regional do Nordeste
FNO: Fundo de Desenvolvimento Regional do Norte
FMI: Fundo Monetário Internacional
GEF: Global Environmental Facility
IBAMA: Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis
ICMS: Imposto Sobre Circulação de Mercadorias
IDH: Índices de Desenvolvimento Humano
INPE: Instituto de Pesquisas Espaciais
IPEA: Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas
ISER: Instituto Superior de Estudos da Religião
IR: Imposto de Renda
INCRA: Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária
IBGE: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
IRPJ: Imposto sobre a Renda de Pessoas Jurídicas
IUCN: União Mundial para a Natureza
LDO: Lei de Diretrizes Orçamentárias
MMA: Ministério do Meio Ambiente
NAFTA: Acordo de Livre Comércio da América do Norte
MERCOSUL: Mercado Comum do Cone Sul
ONG: Organização Não Governamental
OGMO: Órgão Gestor de Mão de Obra
OSCIP: Organização da Sociedade Civil de Interesse Público
OCDE: Organização de Cooperação para o Desenvolvimento Econômico
OMC: Organização Mundial do Comércio
OGM: Organismo Geneticamente Modificado
PDA: Plano de Desenvolvimento dos Assentamentos
PPA: Plano Plurianual
PND: Plano Nacional de Desenvolvimento
PIB: Produto Interno Bruto
PRONAF: Programa Nacional de Agricultura Familiar
PRONEA: Programa Nacional de Educação Ambiental
PNEA: Política Nacional de Educação Ambiental
PRÓ-ÁLCOOL: Programa Nacional do Álcool
PIB: Produto Interno Bruto
PNAD: Pesquisa Nacional por Amostra Domiciliar
PNUD: Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento
SNRH: Sistema Nacional de Recursos Hídricos
SEBRAE: Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas
SESI: Serviço Social da Indústria
SENAI: Serviço Nacional de Apoio a Indústria
SENAC: Serviço Nacional de Apoio ao Comércio
SESC: Serviço Social do Comércio
SEICT: Sistema Nacional de Informação em Ciência e Tecnologia
SLA: Sistema de Licenciamento Ambiental
SNUC: Sistema Nacional de Unidades de Conservação
SPL: Sistemas Produtivos Locais
SUS: Sistema Único de Saúde
TCA: Tratado de Cooperação Amazônica
UFMG: Universidade Federal de Minas Gerais
�
Introdução�
Democracia participativa e as lições aprendidas
O avanço das práticas democráticas no Brasil, que teve como ponto de partida a Constituição Federal de 1988, tem estimulado