A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
A globalização e seus impactos - Bauman

Pré-visualização | Página 1 de 1

A GLOBALIZAÇÃO E SEUS IMPACTOS
Profª Denise Ribeiro Bueno de Barros/ Disciplina de Humanismo – Curso de Direito
Bibliografia:
Globalização: as consequências humanas / Zygmunt Bauman; tradução Marcus Penchel. —
Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1999
GLOBALIZAÇÃO :
• Globalização é um conjunto de transformações na
ordem política e econômica mundial visíveis desde
o final do século XX. Trata-se de um fenômeno que
criou pontos em comum na vertente econômica,
social, cultural e política, e que consequentemente
tornou o mundo interligado
A “globalização” está na ordem do dia; uma palavra da
moda que se transforma rapidamente em um lema, uma
encantação mágica, uma senha capaz de abrir as portas
de todos os mistérios presentes e futuros. Para alguns,
“globalização” é o que devemos fazer se quisermos ser
felizes; para outros, é a causa da nossa infelicidade. Para
todos, porém, “globalização” é o destino irremediável do
mundo, um processo irreversível; é também um processo
que nos afeta a todos na mesma medida e da mesma
maneira. Estamos todos sendo “globalizados” – e isso
significa basicamente o mesmo para todos. (p. 7)
Os centros de produção de significado e valor são
hoje extraterritoriais e emancipados de restrições
locais — o que não se aplica, porém, à condição
humana, à qual esses valores e significados devem
informar e dar sentido.
TEMPO E CLASSE
• “A companhia pertence às pessoas que nela investem – não aos 
empregados, fornecedores ou à localidade em que se situa” (Albert J. 
Dunlap). P. 13
• O poder absoluto dos acionistas
• Papel da empresa: pagar seus impostos devidos ao sistema 
negligenciando os direitos dos trabalhadores = o refugo humano 
descartável.
• Quando inviável a empresa muda de local deixando aos locais a tarefa 
de lamber as feridas, consertar o dano e se livrar do lixo. P. 15
• As classes subalternas, apesar de utilizar a 
velocidade da internet, continuam “separadas por 
obstáculos físicos e distâncias temporais”. P. 25
• “Separação que agora é mais impiedosa e tem 
efeitos psicológicos mais profundos do que nunca. 
P. 25.
• As riquezas são globais, a miséria é local.
A FRAGMENTAÇÃO DA VIDA HUMANA
É contraditório mas vivemos num mundo 
globalizado de sociedades individualizadas
Não se pensa mais na comunidade da qual se 
pertence na nação da qual se pertence, o movimento 
político no qual se pertence
O FUTURO DA DEMOCRACIA
• Os Estados não possuem mais poder para manter 
suas promessas e governar 
Quais promessas?
Estado organizado,
produtor de justiça na sociedade 
garante a qualidade de vida das pessoas e é 
capaz de controlar um capitalismo civilizado e sob 
controle 
POR QUÊ?
• O Estado é cada vez menor, 
• È uma empresa ineficiente, e a medida que ele vai 
ficando pequeno ele solta o que teoricamente 
deveria cumprir, 
• abrindo espaço para iniciativa privada, que por sua 
vez está mergulhada numa coisa chamada 
mercado livre 
• mercado livre vai tomando conta de todas as 
relações
O TURISTA E O VAGABUNDO
LIBERDADE X SEGURANÇA
• O indivíduo livre tem a razão como único princípio 
legislador
• O homem que tem a razão como principio legislador é 
subordinado apenas a si mesmo sendo por teoria livre
• A liberdade trás consigo um mal estar porque não há 
referências, não há um conjunto de valores, não há critérios 
prontos para serem adotados eu tenho que inventar tudo 
partindo do vazio, eu tenho um indivíduo que para ser livre 
e praticar esta liberdade está vinculado a uma grande 
solidão, a um enorme desamparo, lançado no mundo e 
condenado a ser livre, a insegurança a solidão.
• A única forma de não escolher é escolher em perder a 
liberdade, mas como confundimos a liberdade com a nossa 
identidade, somos fadados a ser livre
• Mas esta liberdade choca-se com as condições históricas e 
econômicas em que vivemos 
• Num mundo globalizado de consumo e massificação é nos 
oferecido um conjunto de valores, de identidades ... e este pacote 
pronto lhe oferece a possibilidade de ser alguma coisa de 
preencher este vazio e lidar com este mal estar, mas a medida 
que compramos este pacote contraditoriamente abrimos mão da 
nossa singularidade da liberdade de reflexão e constituição da 
essência que nos torna único
• Então 
• Tudo aquilo que desejamos
• Tudo aquilo que conhecemos
• Praticamos e escolhemos não passa pelo critério da nossa 
liberdade mas vem pronto num pacote que organizam a nossa 
vida como uma falsa felicidade, uma falsa identidade

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.