A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
62 pág.
Técnicas de anestesia maxilar e técnicas de anestesia mandibular

Pré-visualização | Página 6 de 14

e Trieger, publicada em 1983,3 o forame palatino maior
localiza-se 39,87% na extremidade posterior ao 2º molar, e 50,63% na metade anterior ao
3º molar, ficando raramente posterior a este. Observa-se, então, que o ponto de puntura
da agulha será exatamente entre o 2º e 3º molares. Em pacientes edêntulos totais ou
parciais para a região palatina posterior, pode-se obter como referência clínica a mudança
de tonalidade do palato na região de transição entre palato mole (coloração róseo-
avermelhada) e palato duro (coloração róseo-clara). Identificada essa linha de separação, o
forame palatino maior estará localizado aproximadamente 10mm anteriormente.
Figura 4 – Nervo palatino maior e
nervo nasopalatino.
Fonte: Arquivo de imagens das autoras.
Proodonto-cirurgia_4_Tecnicas de anestesia.pmd 21/10/2008, 16:01107
108 TÉCNICAS DE ANESTESIA MAXILAR E TÉCNICAS DE ANESTESIA MANDIBULAR
O forame palatino maior está localizado no sentido látero-medial, a uma meia distância
entre o rebordo gengival e a rafe palatina mediana, aproximadamente a 1,0cm da mar-
gem gengival palatina. Alterações do nível gengival ou grandes reabsorções do processo
alveolar devem ser sempre consideradas, pois poderão alterar esta referência.
Durante a localização, pode-se observar, através da palpação, que o forame se localiza
em uma área de pequena depressão no palato duro. Pode-se, também, realizar palpação
indireta através da passagem do cotonete durante a aplicação da anestesia tópica.
ƒ introduzir a agulha de 1 a 2mm anteriormente ao forame palatino maior, na profundi-
dade média de 5mm;
ƒ voltar o bisel em direção aos tecidos palatinos;
ƒ injetar a solução, lentamente, na quantidade de 0,25 a 0,5mL de anestésico. A aspira-
ção positiva nesta técnica é rara;
ƒ retirar a agulha cuidadosamente;
ƒ aguardar de 3 a 5 minutos para o efeito anestésico.
Sinais e sintomas
Sensação de torpor na região do palato são sinais da eficácia desta técnica de bloqueio,
porém, para a avaliação objetiva do sucesso anestésico, é necessária a manipulação local.
Complicações
A técnica do bloqueio do nervo palatino maior é bastante simples de ser executada e apre-
senta, geralmente, baixos índices de complicações. Complicações importantes associadas a
essa técnica anestésica são a isquemia e a necrose dos tecidos moles palatino, causadas,
geralmente, pelo excesso de solução anestésica injetada ou também por soluções com con-
centrações altas de vasoconstritor.
Proodonto-cirurgia_4_Tecnicas de anestesia.pmd 21/10/2008, 16:01108
PRO-ODONTO | CIRURGIA | SESCAD 109
17. Assinale a alternativa INCORRETA sobre o bloqueio do nervo infra-orbitário:
A) O nervo infra-orbitário é o ramo terminal do nervo maxilar superior, que avança em
direção à face, depois de percorrer o canal infra-orbitário de onde saem seus ramos
alveolares médio e anterior.
B) O bloqueio do nervo infra-orbitário é o mais utilizado pelos profissionais da área de
odontologia e mostra-se uma técnica extremamente segura e eficaz.
C) Para que ocorra o bloqueio de todos os ramos mencionados, é necessário que a
solução anestésica seja depositada na entrada do forame infra-orbitário e caminhe
para o seu inteiro, anestesiando, dessa forma, os ramos alveolares superior, anterior
e médio.
D) Quando a solução não penetra dentro do canal infra-orbitário, ocorre bloqueio apenas
dos ramos nervosos terminais do nervo infra-orbitário, dando a sensação de anestesia
dos tecidos moles locais, porém sem o bloqueio pulpar dos incisivos e pré-molares.
Resposta no final do capítulo
18. Para que procedimentos o bloqueio do nervo infra-orbitário está indicado?
19. Complete o quadro com informações sobre o bloqueio do nervo infra-orbitário:
Localização do forame
infra-orbitário
Local de penetração
da agulha
Procedimento
BLOQUEIO DO NERVO INFRA-ORBITÁRIO
Proodonto-cirurgia_4_Tecnicas de anestesia.pmd 21/10/2008, 16:01109
110 TÉCNICAS DE ANESTESIA MAXILAR E TÉCNICAS DE ANESTESIA MANDIBULAR
20. O bloqueio do nervo infra-orbitário, produzindo anestesia dos tecidos moles do lábio
superior, pálpebra inferior e asa do nariz, é completo com a injeção do anestésico apenas
na saída do forame, porém para completar o bloqueio dos nervos alveolares superior
médio e anterior, é necessário realizar as algumas manobras. Quais são elas?
21. Leia as afirmações sobre as complicações do bloqueio do nervo infra-orbitário:
I - A possibilidade de complicações pode ocorrer nos casos de penetração insuficiente
ou exagerada da agulha.
II - Quando a penetração da agulha se torna insuficiente, pode não haver a difusão da
solução anestésica no interior do canal infra-orbitário e, conseqüentemente, a ina-
dequada anestesia pulpar dos dentes maxilares da região.
III - Nos casos de penetração excessiva da agulha, pode ocorrer difusão do anestésico
para o interior da cavidade orbitária, ocorrendo, assim, a paralisia de nervos moto-
res extrínsecos do olho.
IV - Outro tipo de complicação menos freqüente que pode ocorrer é a formação de
hematoma local por lesão vascular. Este tipo de problema pode ser minimizado pela
compressão aplicada antes, no momento e após a realização da técnica.
Está INCORRETA a afirmativa:
A) I.
B) II.
C) III.
D) IV.
Resposta no final do capítulo
Proodonto-cirurgia_4_Tecnicas de anestesia.pmd 21/10/2008, 16:01110
PRO-ODONTO | CIRURGIA | SESCAD 111
22. Assinale a alternativa INCORRETA sobre o bloqueio do nervo palatino maior:
A) As injeções na região palatina são procedimentos traumáticos para muitos pacientes
e torna-se importante que o profissional utilize técnicas para que esse procedimento
se torne o menos desconfortável possível e diminua a sensibilidade dolorosa durante
a anestesia do paciente.
B) A anestesia tópica eficaz é o primeiro passo para uma técnica indolor e deve ser
realizada de forma que o anestésico tópico permaneça em contato com a mucosa
por no máximo 2 minutos. Outra manobra é a utilização da compressão local antes,
durante e depois da injeção da solução anestésica, que pode ser obtida com a utili-
zação de cotonete.
C) Apoio firme da mão durante a injeção leva a um melhor controle sobre a agulha,
associado também a uma injeção da solução anestésica lenta, que deve ser realizada
em qualquer procedimento anestésico.
D) As áreas anestesiadas pelo bloqueio do nervo palatino maior são a porção posterior
do palato duro e os tecidos moles sobrejacentes, limitando-se anteriormente à área
do 1º pré-molar e medialmente pela linha média.
Resposta no final do capítulo
23. Quanto à anestesia palatina maior, pode-se dizer que
A) é usada para anestesiar os dentes molares .
B) a agulha precisa penetrar no forame palatino maior.
C) usa-se em geral um tubete de anestésico.
D) nenhuma das afirmativas anteriores.
Resposta no final do capítulo
24. Estão corretas as afirmativas sobre a técnica do bloqueio do nervo palatino maior, EXCETO:
A) É importante o posicionamento do paciente durante o procedimento anestésico.
B) Em algumas situações especiais, solicita-se que o paciente faça abertura de boca de
no mínimo 35mm, estenda o pescoço e gire a cabeça para os lados direito ou es-
querdo na dependência do lado que será anestesiado.
C) Durante o bloqueio do nervo palatino maior para profissionais destros, o operador
deve sentar-se na frente do paciente em posição de 8 horas; para o lado esquerdo, o
mesmo profissional deve sentar-se à direita em uma posição de 11 horas.
D) No caso de profissionais não-destros, o operador posiciona-se ao lado esquerdo do
paciente, sendo que, para o bloqueio do nervo palatino maior esquerdo, a posição
assumida pelo operador será de 11 horas, e para o lado direito, de 8 horas.
Resposta no final do capítulo
Proodonto-cirurgia_4_Tecnicas de anestesia.pmd 21/10/2008, 16:01111
112 TÉCNICAS DE ANESTESIA MAXILAR E TÉCNICAS DE

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.