A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
16 pág.
Aulão Prova MBI 100 Prova 3

Pré-visualização | Página 1 de 4

Aulão Prova MBI 100
Aula 11- Diversidade de procariotos- 
Diversidade Fisiologica: capacidade de sobreviver em condições ambientais extremas: T, pH, salinidade. Depende da diversidade metabólica
Origem dos fototroficos oxigênicos (cianobactérias fotossintéticas- fixam CO2 e liberam O2)
Organismos primitivos e modernos, os primitivos deram origem aos modernos. Organismos menos derivados dos dominíos archaea e bacteria: termofílicos e hipertermofílicos. Primitivo: quanto mais proximo do ancestral comum, mais próximo da base e menos ramificado. Derivado: mais longe do ancestral comum e da base e mais ramificado. 
Endossinbiose- celulas eucariotivas evoluiram de celulas procarioticas a partir de fusão celular. Mitocondrias e cloroplastos: ribossomo 70S, sequencia de rRNA similar as bacterias. Dividem independentemente como as bacterias, sensíveis a antibioticos procariotos, possuem bicamada lipidica, pequeno dna cirular.
Mitocôndrias: provavelmente proteobactérias (gram-negativas) que tornaram-se “endosimbiontes” numa célula hospedeira.
Cloroplastos: resultante do engolfamento de bactérias capazes de realizar fotossíntese oxigênica (cianobactéria).
Mitocondrias- bacterias que realizavam respiração aerobia
Cloroplastos- Cianobacterias que realizavam fotossintese oxigênica
- Bacterias e Archaea: 
Domínio Bacteria: Gram positiva e gram negativa
-Proteobactérias: Bacterias Purpuras fototroficas, nitrificantes, fixadoras de N, metanotroficas e metilotroficas. (Pseudomonas e pseudomonadas, bacterias entéricas). 5 grupos: alfa, beta, gama, delta, epsilon
- Enterobacterias: Filogenicamente homogeneo. Bastonetes gram negativos não esporulados, anaeróbicos facultativos, imoveis ou moveis, reduzem nitrato fermentadores de acçucares com formação de uma variedade de produtos finais. Fermentativas (E. Coli). Habitam trato gastro intestinal de animais. Ubiquitários (encontrados no solo, agua e vegetais). Saprófitos colonizadores do TGI de humanos e animais. Importancia industrial, patogênicas para humanos animais e plantas. Fermentação acido-mista (etanol, acetato, co2) e fermentação 2,3-butanediol (etanol, lactato, succinato, acetato) 
- E. coli: predominante nas fezes, produz vitamina K, usada para avaliar contaminação fecal de aguas, infecções urinarias, agente de bacteremias (sepse), meningite bacteriana neonatal.
- Salmonella: febre entérica ou tifóide, gastroenterites
-Bacterias Gram Positivas não esporulantes (laticas)- Bacillus e Cocos gram positivos: produz acido lático como principal produto da fermentação de açucares. Streptococcus e Lactobacillus). Produzem exotoxinas (doenças: infecções do trato respiratório, pneumonia, meningite, faringite, cárie dentária, mastite bovina. (Streptococcus pneumoniae, S. bovis)
-Bacterias gram postitivas que formam endosporo: Bacillus e Clostridium
 
- Caracteristicas fenotípicas similares nem sempre indicam um grupo filogenicamente válido. Ex: microrganismos fototróficos
-Cianobactérias fotossintététicas: heterocistos (nostoc, anabaena)
Archeae: Parede celular com pseudopeptideoglicano (acido N-acetil-talosaminurônico). Lipideos de membrana tem uma ligação éter enquanto bacteria é ester. Muitas são extremófilas (pH e T), todas as archaea são quimiotróficas, nenhuma é fototrófica.
Archaea Halófilas extremas: hipersalinos, quimiorganotroficas
Metanogênicas: utilizam CH4 como fonte de eletrons, anoxicas, trato gastointestinal
(V	) A origem dos fototroficos oxigênicos, provavelmente cianobactérias fotossintéticas que fixam CO2 e liberam O2, foi o grande marco para o aumento da diversidade de espécies.
(V	) Os organismos primitivos deram origem aos organismos modernos.
(V	) Organismos menos derivados dos dominíos archaea e bacteria: termofílicos e hipertermofílicos. 
(V	) Organismo Primitivo está mais proximo do ancestral comum, mais próximo da base e menos ramificado. 
(V	) Organismo Derivado: mais longe do ancestral comum e da base e mais ramificado.
(V	) As ligações tipo Eter dos lipideos de membrana estão presentes apenas no domínio Archaea e diferenciam dos domínios Bacteria e Eukarya
(F	) Bacterias e Archaeas podem ser patogênicas de plantas e animais 
(V	) Archaeas típicas são termofílicas extremos e metanogênicas
(V	) Pseudomonas, Enterobacterias e as fixadoras de N2 fazem parte do grupo das proteobactérias.
(F	) Enterobacterias são um grupo filogenicamente heterogeneo. 
(V	) Enterobacterias são Bastonetes gram negativos não esporulados que podem realizar fermentação acido-mista e fermentação 2,3-butanediol. 
(V	) E. coli e Salmonella são exemplos de enterobactérias que causam doenças
(V	) Streptococcus e Lactobacillus são generes de Bacterias Gram Positivas não esporulantes ou lticas´.
(V	) Todas as archeas são quimiotróficas, nenhuma é fototófica.
(V	) Cianobactérias fotssinteticas realizam fotossinte nas células denominadas heterocistos
Aula 12- Diversidade de eucariotos
- Comparação do rRNA 18S (Mitocondrias, Cloroplastos, Flagelos)
Endossinbiose- celulas eucariotivas evoluiram de celulas procarioticas a partir de fusão celular. Mitocôndrias: provavelmente proteobactérias (gram-negativas) que tornaram-se “endosimbiontes” numa célula hospedeira.
Cloroplastos: resultante do engolfamento de bactérias capazes de realizar fotossíntese oxigênica (cianobactéria)
-Endossimbiose Primária: ocorreu o engolfamento de uma cianobactéria ancestral por um organismo eucarionte heterótrofo. A simbiose entre uma célula hospedeira ancestral dos eucariotos e uma célula procariótica é que deu origem às mitocôndrias e aos cloroplastos dos seres eucariotos.
- Apicoplasto: remanescente de cloroplasto sem função fotossintética. Pasmodium, taxoplasma.
-Endossimbiose secundária: Um evento de endossimbiose secundária é aquele onde uma célula eucariótica hospedeira engloba outra célula eucariótica que já realizou endossimbiose primária e adquiriu um cloroplasto. Eventos de endossimbiose secundários geraram cloroplastos complexos com mais de duas membranas (três ou quatro).
- Eucarioto primitivo>endossimbiose primária> alga primitiva>> endossimbiose secundária>>eucariotos
- Opistokonta: animais, fungos( unicelulares e filamentosos), coanoflagelados, mesomycetozoa (parasitas intracelulares obrigatórios comensais de animais), microsporidia (protozoários unicelulares desprovidos de mitocondrias, parasitas intracelulares obrigatórios de protozoários ciliados e humanos).
- Amoebozoa: Amebas (doenças em humanos: desinteria amebiana, meningeocefalite, queratite, uveite e encefalite). Mixomicetos(Fungos gosmentos)
- Rhizaria: pseudópodes mais rígidos, longos e com forma que lembra uma agulha (axópodes). Estes axópodes são utilizados para capturar presas, auxiliar naflutuação e fixar em superfícies.
-Archaeplastida: algas vermelhas (Gelidium amansii- produção de ágar-ágar e agarose) e verdes (unicelulares, filamentosas).
- Alveolata: Ciliophora, apicoplasto. Apicomplexa- Pasmodium causador da malária, toxoplasmose, diarreia.
-Stramenopiles: Oomyvetes, fungos não verdadeiros( Phytophora spp). Blastocystis que causa problemas na pele, urticária. Diatomáceas (fitoplancton).
-Excavata: Vermes humanos (Leishmania, Giardia)
 
(V	) Endossinbiose- celulas eucariotivas evoluiram de celulas procarioticas a partir de fusão celular. 
(V	) Na Endossimbiose Primária ocorreu o engolfamento de uma cianobactéria ancestral por um organismo eucarionte heterótrofo. 
(F	) A endossimbiose primária não deu origem aos cloroplastos e mitocondrias e sim a endossimbiose secundária
(V	) Plasmodium toxonoplasta aprenta a camada de Apicoplasto, que é um remanescente de cloroplasto sem função fotossintética
(V	) Um evento de endossimbiose secundária é aquele onde uma célula eucariótica hospedeira engloba outra célula eucariótica que já realizou endossimbiose primária e adquiriu um cloroplasto. 
(V	) Eventos de endossimbiose secundários geraram cloroplastos