A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
prova objetiva temas contemporaneos da divercidade de genero a faixa geracional

Pré-visualização | Página 1 de 3

Questão 1/12 - Temas Contemporâneos: Da Diversidade De Gênero à Faixa Geracional
Leia a trecho a seguir:
“Como formas culturais de nos referirmos aos sujeitos (e a nós mesmos), as representações 
dão sentido e certamente se transformam e se distinguem — histórica e socialmente”.
 
De acordo com o texto-base Gênero, sexualidade e educação: das afinidades políticas
tensões teórico-metodológicas, sobre o debate em relação às definições de gênero e co
algumas vertentes feministas consideram que:
Nota: 10.0
A o corpo só se tornaria inteligível no âmbito da
religião e espiritualidade.
B o corpo só se tornaria inteligível no âmbito
filosofia e da ética.
C o corpo só se tornaria inteligível no âmbito
da cultura e da linguagem.
D o corpo só se tornaria inteligível no âmbito do
racionalismo e cartesianismo.
E o corpo só se tornaria inteligível no âmbito do
determinismo biológico.
Questão 2/12 - Temas Contemporâneos: Da Diversidade De Gênero à Faixa Geracional
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível <https://bibliotecaonlinedahisfj.files.wordpress.com/2015/03/genero-sexualidade-e-educacao-guacira-lopes-louro.pdf>. Acesso05 abr. 2017. 
Você acertou!
“Neste sentido, seria possível entender,
como fazem algumas vertentes feministas,
que a nomeação do gênero não é,
simplesmente, a descrição de um corpo,
mas aquilo que efetivamente faz existir
este corpo – em outras palavras, o corpo
só se tornaria inteligível no âmbito da
cultura e da linguagem. Vale registrar que
esse entendimento não é assumido por
todas as teóricas/os do campo e talvez se
constitua num dos pontos de fricção entre
as várias correntes dos estudos de gênero
e de sexualidade. (Artigo: “Gênero,
sexualidade e educação: das afinidades
políticas às tensões teórico-
metodológicas”, p. 6).
Leia o trecho a seguir:
“A cultura da paz está pautada em valores humanos que precisam ser colocados em prática, a
de passarem do estado de intenção para o exercício da ação, transformando-se, concretame
em atos. Tais valores, que se traduzem em éticos, morais e estéticos, nos encaminham pa
despertar de expressões de amor e manifestações de respeito, que têm estado adormecidas, 
últimos tempos”.
Considerando o trecho acima e o conteúdo do texto-base O bê-á-bá da intolerância e
discriminação, pode-se afirmar que a cultura de paz pressupõe:
Nota: 10.0
A o combate ao tráfico de drogas por meio da
implantação de aparato policial próximo às
escolas.
B o combate ao uso da força e da intimidação
quando dentro do espaço escolar.
C o combate ao analfabetismo e
semianalfabetismo em regiões dominadas
pela criminalidade.
D o combate à ausência de cultura, ou seja, de
literaturas e expressões artísticas em locais
com alta taxa de menores infratores.
E o combate às desigualdades e às
exclusões sociais, assim como o respeito
aos direitos de cidadania.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: <http://www.scielo.br/scieloscript=sci_arttext&pid=S1413-85572002000100013>. Acesso em: 29 mar. 2017.
Você acertou!
“A cultura de paz pressupõe o combate às
desigualdades e às exclusões sociais,
assim como o respeito aos direitos de
cidadania. A escola pode ser um local
privilegiado de combate à violência, mas,
para isso, necessita de profissionais
respeitados, com conhecimento de
pedagogia, cabendo ao poder público
investir na formação e reciclagem desses
profissionais e adotar estratégias para
fazer prevalecer o direito e os deveres do
professor” (Artigo: “O bê-á-bá da
intolerância e da discriminação”, p. 51).
 
Questão 3/12 - Temas Contemporâneos: Da Diversidade De Gênero à Faixa Geracional
Leia o extrato de texto a seguir:
“O passo seguinte foi cada turma realizar práticas que caracterizassem envolvimento e no
atitudes em relação à preservação do patrimônio escolar, tais como mutirão de limpeza; coleta
lixo no pátio e nas proximidades da escola; estímulo às lideranças estudantis (líderes de turma
Grêmio Estudantil) para seu engajamento no trabalho edificante; alunos realizando peque
reparos no que foi depredado do patrimônio; apoio dos pais em todas as ações 
conscientização”.
De acordo com o texto-base O bê-á-bá da intolerância e da discriminação, é possível afir
que a valorização do patrimônio escolar pode ocorrer quando: 
Nota: 10.0
A ocorre uma mudança de gestão no ambiente
escolar, realizada por meio da intervenção do
Estado na indicação de um gestor (diretor)
mais rígido.
B ocorre uma imposição de regras disciplinares
e castigos mais severos aos infratores.
C ocorre a administração do ambiente escolar
por uma empresa terceirizada, ou seja,
quando ocorre a privatização da gestão
escolar.
D ocorre a implantação de um módulo policial
próximo à escola e/ou com a presença
contínua de policiais específicos para o
atendimento escolar.
E ocorre uma mudança física do ambiente
escolar, realizada por intermédio do
envolvimento e participação direta dos
alunos e da comunidade.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: <http://www.ufrgs.br/revistabemlegal/edianteriores/vol1n1-2011/1-4%20-%20Valorizacao%20do%20patrimonio%20publico%20e%20escolar.pdf>. Acesso em: 29 mar. 2
Você acertou!
“Vale assinalar, ainda, os relatos de
redução dos atos de vandalismo em
conseqüência da mudança física do
ambiente escolar, realizada por intermédio
do envolvimento e participação direta dos
alunos e da comunidade. Isso leva a uma
Questão 4/12 - Temas Contemporâneos: Da Diversidade De Gênero à Faixa Geracional
Leia o fragmento de texto a seguir:
“Já em 1940, o número de mulheres empregadas nas fábricas atingiu a capacidade máxima
quantidade de órgãos militares praticamente dobrou e, em todos os cantos do mundo, 
apareceram como soldadoras, enfermeiras, pilotos de aviões, motoristas, secretárias, datilógr
etc. Enfim, estavam em toda parte. As funções femininas eram específicas em cada país.
maioria dos países aliados, as mulheres eram convocadas para todas as frentes de traba
desde o setor industrial até os exércitos”.
De acordo com o texto-base Gênero, sexualidade e educação: das afinidades políticas
tensões teórico-metodológicas, segundo Donna Haraway, pode se atribuir que o fato histó
que permitiu a construção de mulheres como um sujeito em processo coletivo histórico foi:
Nota: 0.0
A A Revolução Industrial
B A Revolução Francesa
C A Grande Guerra
D A Segunda Guerra Mundial
valorização do patrimônio escolar, que
passa a ser visto como bem coletivo”
(Artigo: “O bê-á-bá da intolerância e da
discriminação”, p. 48-49)
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: <http://pre.univesp.br/as-mulhereguerra#.WOVCvm_yvIU>. Acesso em: 05 abr. 2017. 
“Deste texto, o que me interessa destacar
é o fato de que ela entende que, ‘apesar
de suas importantes diferenças, todos os
significados feministas modernos de
gênero partem de Simone de Beauvoir e
de sua afirmação de que ‘não se nasce
mulher’. Ela acrescenta: ‘[partem] das
condições sociais posteriores à segunda
guerra mundial que permitiram a
construção de mulheres como um sujeito-
em-processo coletivo histórico’. O que se
segue funciona como uma possível
compreensão abreviada: ‘Gênero é um
conceito desenvolvido para contestar a
naturalização da diferença sexual em
múltiplos terrenos de luta’ (Haraway, 1995,
p. 221)” (Artigo “Gênero, sexualidade e
E A Independência do Brasil
Questão 5/12 - Temas Contemporâneos: Da Diversidade De Gênero à Faixa Geracional
Analise a citação a seguir:
“A escola sofre interferências de grupos externos que podem modificar toda a sua organiza
interna ou rotina diária, manifestada pelas invasões de galeras de forma direta e ameaçadora p
solucionar problemas ocorridos fora do ambiente escolar, e também do narcotráfico que
manifesta