tipos de estruturas
13 pág.

tipos de estruturas


DisciplinaResistência dos Materiais I26.219 materiais607.488 seguidores
Pré-visualização1 página
UNIVERSIDADE MOGI DAS CRUZES \u2013 UMCTEC
LUCAS HENRIQUE CRUZ DE MARQUE
RGM: 31171600027
EDIFICAÇÕES - 1° SEMESTRE DE 2017
Estruturas
E suas características.
Trabalho solicitado pelo o 
prof.° Olívio
 
MOGI DAS CRUZES \u2013 SP
2017
Sumário
Introdução	1
O que são Estruturas
Matérias estruturais
Elementos estruturais em edifícios	2
Tipos de Estruturas
Estruturas de madeira
Estrutura metálica	3
Estrutura de concreto armado
Estrutura de blocos de concreto	4
Conceito estruturais
Balanços
Marquise	5
Pórticos
Treliças	6
Bibliografia	7
conclusão	8
	
Introdução
Estrutura é um conjunto, ou um sistema, composto de elementos que se inter-relacionam para desempenhar uma função. Estrutura está em tudo que nos rodeia, nas plantas, no ar e nas pessoas, nos objetos e nas ideias, a estrutura é um dos fatores mais importantes em uma obra, pois todos os demais elementos dependem de sua solidez para a estabilidade da edificação .No caso das edificações, a estrutura é também um conjunto de elementos \u2013 lajes, vigas e pilares que se inter-relacionam laje apoiando em viga, viga apoiando em pilar para desempenhar uma função: criar um espaço em que as pessoas exercerão suas diversas atividades. De forma concisa, a estrutura é o "esqueleto" da Obra, ela compreende as áreas de sustentação: fundação, alicerce, colunas, vigas, paredes, lajes e telhados. Pela estrutura é possível prever futuros problemas os menores que sejam.
O que são Estruturas? 
As estruturas se caracterizam por serem as partes mais resistentes de uma construção. São elas que absorvem e transmitem os esforços, sendo essenciais para a manutenção da segurança e da solidez de uma edificação. Uma estrutura é formada por elementos estruturais, que combinados dão origem aos sistemas estruturais. A finalidade de uma estrutura é receber e transmitir os efeitos das ações sofridas para o solo. Dessa forma, as estruturas devem ser construídas com materiais que não são perfeitamente rígidos, chamados materiais estruturais.
A execução de uma construção, seja ela de grande ou pequeno porte, implica obrigatoriamente na construção de uma estrutura suporte, que necessita de uma projeto, planejamento e execução própria. Desta forma, a estrutura em uma construção tem como finalidade assegurar a forma espacial idealizada garantindo integridade à edificação por tanto tempo quanto o necessário.
Materiais estruturais 
Um material estrutural para ser considerado como tal, deve possuir outras características, que não sejam somente a resistência à tração e/ou compressão, ele deve apresentar características como plasticidade e elasticidade. Quando tensionado, um material estrutural pode apresentar comportamento elástico ou plástico. Possui comportamento elástico quando retorna a sua posição original após sofrer uma tensão, sem deixar, portanto, deformações residuais. Em contrapartida um material estrutural apresenta comportamento plástico quando fica com alguma deformação residual após sofrer um esforço de tensão.
Elementos estruturais em um edifício 
Tipos de estruturas
Existem vários tipos de estruturas, como de madeira, ferro, aço, concreto e perfis metálicos
Estrutura de madeira
 A madeira é um dos materiais de utilização mais antiga na construção civil, tendo como vantagem não oxidar. A madeira utilizada hoje, tem alta resistência ao ataque de cupins, leveza (o que tornaria um projeto de fundação menos robusto). Comparando com o concreto, ganha-se tempo. Mas as estruturas de madeira, têm menor resistência a torção ou compressão do que o concreto, e deve-se ter uma instalação elétrica bem planejada, para evitar qualquer tipo de acidente.
Estrutura metálica
 A tendência na área da construção civil é aumentar a utilização de estruturas metálicas, pois tem como vantagem a grande precisão dimensional e leveza estrutural. São de rápida montagem e utiliza-se um canteiro de obras menor do que o utilizado em um edifício construído com estrutura de concreto. Existem problemas, como a necessidade de uma maior proteção contra efeitos corrosivos, e também contra o calor, que poderá causar deformação na estrutura metálica.
Estrutura de Concreto Armado
 É o material mais utilizado para estruturas atualmente, diferencia-se do concreto normal por receber uma armadura metálica por resistir aos esforços como tração e compressão. É nada mais que a união do concreto simples e de barras de aço, com a perfeita aderência entre o concreto e o aço, resistindo juntos aos esforços.
Estrutura de Blocos de Concreto
 Este é um tipo de estrutura muito utilizado hoje, devido a sua praticidade. É a estrutura feita somente com blocos de concreto, dispensando os pilares, madeiras, metais. Toda a estrutura e "parede" são os blocos. É muito utilizado em obras baixas e casas. 
Conceitos estruturais
Conheça e entenda como funcionam alguns dos recursos mais comuns da engenharia estrutural
Balanços 
 Estruturas em balanço são aquelas em que uma ou mais extremidades não contam com apoio e, portanto, parecem flutuar. São muito utilizadas na arquitetura para, por exemplo, criar áreas do piso superior que se sobrepõem ao piso inferior sem interferência de apoios (pilares). Quando recebem carga, tendem a ser mais flexíveis que lajes totalmente apoiadas. Para evitar deformações e fissuras nas vedações, seu dimensionamento por parte do projetista é diferenciado
Marquise
Estas estruturas em balanço geralmente têm a função de cobrir a entrada de edificações. Muitas vezes, a região superior dessas marquises é de difícil acesso. Isso, aliado a problemas de impermeabilização e cargas adicionais de elementos de fachada, pode dificultar a vistoria e a manutenção, com risco de queda.
	Pórticos 
 São estruturas formadas por elementos verticais, os pilares, e por elementos horizontais, as vigas, semelhantes às traves de futebol. Funcionam em conjunto devido à ligação rígida existente entre os mesmos, os chamados nós do pórtico - seguindo no exemplo, a junção entre a trave e o travessão. O conjunto de pilares e vigas de um edifício constitui, por exemplo, um pórtico espacial, estrutura responsável pela estabilidade da edificação. As cargas verticais são transmitidas aos pilares pelas vigas. Já esforços horizontais são compensados pelo outro apoio.
Treliças
Formadas por barras, que podem ser de diversos materiais, articuladas nas extremidades e que formam um conjunto resistente. Seu formato proporciona melhor distribuição das cargas e Inter travamento dos elementos. Por serem estruturas esbeltas, com baixo consumo de materiais e capazes de vencer grandes vãos, o uso mais comum é em coberturas, para suporte do telhado. Podem ser planas ou espaciais. O formato também é bastante aplicado em armaduras de lajes, vide as lajes treliçadas.
	
	Pórticos 
São estruturas formadas por elementos verticais, os pilares, e por elementos horizontais, as vigas, semelhantes às traves de futebol. Funcionam em conjunto devido à ligação rígida existente entre os mesmos, os chamados nós do pórtico - seguindo no exemplo, a junção entre a trave e o travessão. O conjunto de pilares e vigas de um edifício constitui, por exemplo, um pórtico espacial, estrutura responsável pela estabilidade da edificação. As cargas verticais são transmitidas aos pilares pelas vigas. Já esforços horizontais são compensados pelo outro apoio.
	
Bibliografia
http://equipedeobra.pini.com.br/construcao-reforma/59/artigo284523-1.aspx
http://vidacivil.blogspot.com.br/2010/07/estruturas.html
www.au.pini.com.br
engenhariacivil.wordpress.com
www.avellareduarte.com.br
www.edifique.arq.br
Conclusão