A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
AD1 SOC ORG 2016.1

Pré-visualização | Página 1 de 2

Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro
Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro
Avaliação Presencial – AD1
Período – 2016/1º
Disciplina: Sociedade e Organizações
Coordenador da Disciplina: Antonio M. Fandiño
Aluno (a): ............................................................................................................................
Pólo: ....................................................................................................................................
Cada questão vale dois (2) pontos;
1ª Questão: aulas 1 e 2
A revolução industrial trouxe transformações radicais no mundo do trabalho, através da mecanização e divisão sequencial do traballho, as quais simplificaram as atividades dos trabalhadores. Junto com ela surge a Sociologia, no século XIX, como forma de entender e explicar muitos das questões criadas por esta nova forma da sociedade se organizar bem como o trabalho. Identifique a afirmativa errada. 
( X ) a atitude sociológica se manifesta na inferência dos problemas sociais, visto que estes não podem ser diretamente observáveis. Para com isto buscar as causas e soluções, assim como treinar sociólogos e administradores, na orientação da opinião pública e na revelação de carências ou desajustamentos.
( ) A mecanização do trabalho trouxe o aumento expressivo do trabalho feminino no interior da classe trabalhadora, em escala mundial, aumento esse que tem suprido principalmente o espaço do trabalho precarizado, subcontratado, terceirizado; assim como enorme expansão, particularmente nas últimas décadas do século XX, dos assalariados médios, especialmente no “setor de serviços”, que inicialmente aumentaram em ampla escala, mas que vêm sofrendo as conseqüências do desemprego;
( ) A Sociologia é datada historicamente e está vinculado à consolidação do capitalismo moderno. Em meados do século XIX, a Sociologia surge como uma disciplina, em resposta aos desafios de se entender não só o que unia os grupos sociais, mas também de desenvolver soluções para a desintegração social.
( ) Um dos fatos de maior importância relacionados com a Revolução Industrial foi o aparecimento do proletariado e o papel histórico que desempenharia na sociedade capitalista, que desperta o surgimento de novas percepções de como sociedade se organiza. O qual tem Karl Marx como pensador critico desta sociedade e defensor do proletariado. Este cria o concceito de mais-valia, um dos argumentos centrais de sua análise do capitalismo, a qual é produzida nas organizações pelo emprego da força de trabalho. O operário vende a força de trabalho ao patrão e recebe um salário. O produto do trabalho operário é vendido pelo patrão, no mercado, e o lucro conseguido corresponde ao que ele deixa de pagar ao operário.
( ) O processo de desemprego estrutural em níveis explosivos que, junto com o trabalho precarizado, atinge cerca de um bilhão de trabalhadores, algo em torno de um terço da força de trabalho mundial; que leva ao aumento dos níveis de exploração e intensificação do trabalho, em que trabalhadores de diversas partes do mundo participam dos processos de produção e de serviços, o que não caminha no sentido da eliminação da classe trabalhadora, mas da sua precarização e utilização de maneira ainda mais intensificada.
2ª Questão: aula 3 
A sociedade industrial é estruturada a partir do trabalho já que está é uma sociedade de organizações, a qual tem no trabalho o elemento que cria as suas dinâmicas de produções e consequentemente a existência desta. Neste contexto identifique a afirmação errada. 
( ) Como o trabalho é uma das mais importantes formas de interação sociedade-ambiente natural, toda a atenção deve ser dada às condições de realização do mesmo, a fim de que sua capacidade de suporte ao sistema ambiental, base de sustentação do próprio sistema econômico, não seja comprometida.
( ) Na sociedade do conhecimento às transformações técnicas, organizacionais e administrativas que têm como “fator-chave” não mais os insumos baratos de energia, como na sociedade industrial, mas os insumos baratos de informação propiciados pelos avanços tecnológicos na microeletrônica e nas telecomunicações.
( )Para alguns povos da antigüidade, o trabalho se referia a algo impuro, indigno e desprezível; não era uma atividade digna do homem livre; Aos escravos cabiam as tarefas diárias, ou melhor, o trabalho. Esta concepção do trabalho só se transforma com Calvino, cujas idéias ajudaram no desenvolvimento do capitalismo, pois diziam que o predestinado, bom cristão, deveria poupar, ao contrário do catolicismo, que condenava a usura.
( ) As mudanças ocorridas na estrutura produtiva com o advento da Revolução Industrial determinaram a subordinação da agricultura aos interesses industriais, comerciais e financeiros, sediados nos centros urbanos, impondo-lhe, basicamente, duas funções: a de produtora de bens alimentares necessários ao abastecimento das cidades e a de produtora de matérias-primas para as indústrias.
( X ) As sociedades contemporâneas reconhecem a valorização do conhecimento e da informação na estrutura de poder, na desindustrialização do emprego e no modo de crescimento das nações, podendo ser constatado, ainda, que existe um acentuado deslocamento das forças produtivas do “fazer” para o “saber”. O pesquisador Sanchez Gamboa acredita que as transformações provocadas nos meios de produção pela revolução informacional, alteraram as relações de poder no âmbito da sociedade, acarretando a mudança na forma da organização formal e nas relações de propriedade, tornando-as mais homogêneas. 
3ª Questão: aulas 4 e 5 
À medida que se abrem mais mercados e que as operações das organizações, grandes e pequenas, se expandem além das fronteiras nacionais, novos testes de capacidade para gerenciar surgiram para manterem as empresas competitivas em um novo ambiente, o que acarretou e acarreta a reestruturação produtiva e organizacional no mundo do trabalho. Identifique a alternativa errada nestes temas. 
( ) Durante o Plano Real a economia brasileira saí de uma economia fechada para uma economia aberta, em que passou-se a considerar, na análise macroeconômica, os fluxos comerciais e de capitais com o resto do mundo. Essa abertura impactou significativamente as diversas indústrias. Houve a necessidade, em alguns casos, de severa reestruturação produtiva e organizacional, levando a uma perda do dinamismo da economia, bem como à diminuição sensível do número de postos de trabalho.
( ) Subcultura é o conjunto de padrões de comportamento, crenças, interesses etc. próprios de um determinado grupo social, étnico ou econômico, que geralmente não é partilhado pela sociedade global em que o grupo se encontra integrado e pela cultura nela dominante. Refere-se a um grupo de pessoas com características distintas de comportamentos e credos que os diferenciam de uma cultura mais ampla da qual elas fazem parte. 
( ) A constituição do novo modelo de gerenciamento e organização do trabalho passou a exigir novas habilidades do trabalhador e a buscar a constituição do chamado “operário total”, com múltiplas habilidades, responsável, com iniciativa e “flexível”. Exige-se dele menos destreza manual e mais habilidade intelectual. Sua principal tarefa como trabalhador passa a ser a de monitorar a máquina e fazer sua manutenção, com ênfase na qualidade do trabalho. Para tanto, exige-se uma nova formação para o trabalhador dentro da fábrica informatizada.
( ) A contracultura é um movimento de contestação de caráter social e cultural que nasceu e ganhou força, principalmente entre os jovens com um espírito mais liberal. O que aconteceu foi um estilo de mobilização e contestação social, em que estes jovens promoveram uma inovação de estilos, e se voltaram para o anti-social aos olhos das famílias mais conservadoras permitindo, assim, o surgimento de novos meios de comunicação em massa.