A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
92 pág.
Avaliacao_da_Aptidao_Fisica

Pré-visualização | Página 4 de 18

tempo leva? Quantas são as repetições? Sem questionamento não 
há o teste que é um instrumento, uma ferramenta, e implica em uma resposta 
pessoal de quem esta sendo analisado ou avaliado. 
 
3.2 Protocolos 
 
 Um protocolo, qualquer que seja, descreve uma rotina operacional a ser 
cumprida e traz explicitamente uma questão, uma indagação básica. Quando se 
descreve um protocolo de uma verificação ergométrica, quando se transmite a 
técnica de HEATH-CARTER para determinar o somatotipo, e outro similar, atribui-
se erradamente a denominação de teste à descrição, esquecendo que ela sempre 
termina em um questionamento. FERNANDES (op.cit, p.25). 
 
3.3 Medidas 
“...É o processo utilizado para coletar as informações obtidas pelo teste, 
atribuindo um valor numérico aos resultados...” (MARINS, op cit). “É uma 
técnica que fornece, através de processos precisos e objetivos, dados 
quantitativos que exprimem, em bases numéricas, as qualidades que se 
deseja medir. Ela proporciona dados crus”. CARNAVAL (op cit, p.12). 
 
 Medir significa determinar a quantidade, a extensão ou grau de alguma 
coisa, tendo como base um sistema de unidades convencionais. O resultado de 
uma medida se refere sempre ao aspecto quantitativo do fenômeno a ser descrito. 
AVALIAÇÃO DA APTIDÃO FÍSICA: Projeto de elaboração de sistema de informações 
Leonardo de Arruda Delgado 
15
 FARINATTI & MONTEIRO (2000, p193) diz que quanto maior a 
precisão da medida, maior será a segurança para sua aplicação. Daí a 
necessidade de treinamento prévio do investigador no sentido de dominar bem a 
sua técnica. Além disso, a padronização influencia diretamente nos resultados 
obtidos, e medidas que não se apresentem de forma clara, não devem ser 
utilizadas. 
 
 FERNANDES (op.cit., p.25) lembra que, há contudo, situações em que 
a resposta não se pode ser plenamente quantificada e qualificada, mas julgada, a 
partir de alguns parâmetros e categorias. Como quantificar motivação, atenção, 
liderança, conceitos estéticos, emocionais, comportamentais, e outros elementos 
deste tipo a resposta pode, contudo ser qualificada de forma gradativa: muito, 
mediana, regular, pouco ou insuficiente, a partir de um dado de referência. 
 
 Sobre essa afirmação MATHEWS (1980), apud FARINATTI & 
MONTEIRO (op. cit), enfatiza que medidas objetivas como força e velocidade são 
simples e diretas, frequentemente produzindo resultados de mais confiança do 
que aquelas que envolvem personalidade, inteligência e atitudes. 
 
 Finalizando este conceito gostaríamos de utilizar a reflexão de 
FARINATTI & MONTEIRO (op. cit), ao ressaltar que para perfeita aplicação da 
medida, deve-se conhecer a resposta para três questões básicas que são 
apresentadas a seguir: 
 
AVALIAÇÃO DA APTIDÃO FÍSICA: Projeto de elaboração de sistema de informações 
Leonardo de Arruda Delgado 
16
- O que medir? 
- Por que medir? 
- Como medir? 
 
 Somente a partir destes conhecimentos poderemos delimitar com 
clareza a atuação e limitação das diversas formas de medida. 
 
3.4 Análise 
 
 São técnicas que permite visualizar a realidade do trabalho que se 
desenvolve, criando condições para que se entenda o grupo e situe-se um 
indivíduo dentro deste grupo. 
 
 São exemplos de analises comparações entre as medidas de um 
indivíduo com as medidas padrões e as medidas relativas dele com ele mesmo e 
ocasiões diferentes. 
 
3.5 Avaliação 
“É um processo pelo qual, utilizamos as medidas, se pode 
subjetivamente e objetivamente, exprimir critérios. A avaliação julga o 
quanto foi eficiente o sistema de trabalho com um indivíduo ou com um 
grupo de indivíduos.” 
(CARNAVAL, op.cit) 
 
“Determina a importância ou valor da informação coletada. Deve refletir a 
filosofia, as metas e os objetivos do profissional, faz comparações com 
algum padrão.” 
(MARINS, op.cit) 
AVALIAÇÃO DA APTIDÃO FÍSICA: Projeto de elaboração de sistema de informações 
Leonardo de Arruda Delgado 
17
 
 De modo geral, podemos dizer que avaliação é julgar ou fazer a 
apreciação de alguém ou alguma coisa, tendo como base uma escala de valores. 
Assim sendo, avaliar consiste na coleta de dados quantitativos e qualitativos e na 
interpretação desses resultados com base em critérios previamente definidos, 
fornecendo subsídios capazes de favorecer o desenvolvimento e a aplicação de 
conhecimentos. 
 
 Para FARINATTI & MONTEIRO (op. cit, p.194) a avaliação abrange um 
aspecto qualitativo, podendo tomar dimensões de grande ou pequena 
complexidade em função de: 
 
- Objetivos propostos; 
- Condições de trabalho; 
- Seleção dos procedimentos. 
 
 O investigador experiente deve avaliar um dado sob diversos prismas e 
tentar detectar qual o caminho mais aconselhado a ser colocado em prática. 
 
 Podemos exemplificar uma avaliação quando dizemos a nota da prova 
é regular em consideração a média das notas dos alunos de uma determinada 
classe, ou que o percurso realizado pelo aluno, de acordo com o seu sexo e faixa 
etária é classificado como bom. 
 
AVALIAÇÃO DA APTIDÃO FÍSICA: Projeto de elaboração de sistema de informações 
Leonardo de Arruda Delgado 
18
4 TIPOS DE AVALIAÇÕES 
 
 Dependendo do objetivo, o avaliador pode lançar mão de três tipos de 
avaliação: Diagnóstica, Formativa e Somativa. 
 
4.1 Avaliação diagnóstica 
 
 Nada mais é do que uma análise dos pontos fortes e fracos do 
indivíduo, ou da turma, em relação a uma determinada característica. 
 
 Esse tipo de avaliação, comumente efetuado no início do programa, 
ajuda o profissional a calcular as necessidades dos indivíduos e, elaborar o seu 
planejamento de atividades, tendo como base essas necessidades ou, então a 
dividir a turma em grupos (homogêneos ou heterogêneos), visando facilitar o 
processo de assimilação de tarefas propostas. 
 
4.2 Avaliação formativa 
 
 Este tipo de avaliação informa sobre o progresso dos indivíduos, no 
decorrer do processo ensino aprendizagem, dando informações tanto para os 
indivíduos quanto para os profissionais, indicando aos profissionais se ele está 
ensinando o conteúdo certo, da maneira certa, para as pessoas certas e no tempo 
certo. 
AVALIAÇÃO DA APTIDÃO FÍSICA: Projeto de elaboração de sistema de informações 
Leonardo de Arruda Delgado 
19
 
 A avaliação é realizada quase que diariamente, quando a performance 
do indivíduo é obtida, avaliada e em seguida é feita uma retroalimentação, 
apontando e corrigindo os pontos fracos até atingir os objetivos propostos. 
 
4.3 Avaliação somativa 
 
 Refere-se aos instrumentos que pretendem avaliar o final de um 
processo de aquisição de um conteúdo. É a soma de todas as avaliações 
realizadas no fim de cada unidade do planejamento, com o objetivo de obter um 
quadro geral da evolução do indivíduo. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AVALIAÇÃO DA APTIDÃO FÍSICA: Projeto de elaboração de sistema de informações 
Leonardo de Arruda Delgado 
20
5 PRINCÍPIOS DAS MEDIDAS E AVALIAÇÕES 
 
 Para que um programa de medidas e avaliações tenha sucesso, deve-
se ter em mente certos princípios que são fundamentais durante o processo de 
medidas e avaliações: 
 
- A avaliação é um processo contínuo e sistemático. Portanto, ela 
não pode ser esporádica, mas, ao contrário, deve ser constante e 
planejada. Nessa perspectiva, a avaliação faz parte de um sistema 
mais amplo que é o processo ensino aprendizagem, nele se 
integrando. 
- A avaliação é funcional, porque se realiza em função de objetivos, 
ou seja, para se avaliar, efetivamente, todas as medidas devem ser 
conduzidas com os objetivos do programa