A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
23 pág.
trabalho unopar Ana Paula 7º Sem

Pré-visualização | Página 1 de 4

�PAGE �
SUMÁRIO
1. Capa; 
2. Folha de Rosto; 
3. Dedicatória; 
4. Agradecimentos; 
5. Resumo; 
6. Listas; 
7. Sumário; 
8. Introdução; 
9. Metodologia; 
10. Desenvolvimento; a. Estrutura Conceitual para Elaboração e Divulgação de Relatório Contábil-Financeiro 
11. Considerações Finais e Referências. 
12. Apêndice - Anexos 
a. Contrato Social 
b. Livro Diário 
i. Termo de Abertura 
ii. Diário – Lançamentos Contábeis 
iii. Balanço Patrimonial (considerando o zeramento) 
iv. Demonstração do Resultado do Exercício 
v. Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido; 
vi. Demonstração de Fluxo de Caixa Direto 
vii. Notas Explicativas 
viii. Plano de Contas
ix. Termo de Encerramento 
c. Memória de cálculo referente a apuração do Imposto de Renda e Contribuição Social 
d. Apurações, análises, e outros documentos se houver.
estágio supervisionado 
�
INTRODUÇÃO
A Contabilidade surgiu para que o dono estivesse a par da saúde financeira de sua empresa. Mas o contexto atual exige dos profissionais um maior comprometimento em relação ao desempenho de seus clientes. Com o uso das informações contábeis para fins gerenciais, de modo a analisar e monitorar os resultados obtidos no período, houve uma otimização nas tomadas de decisões nos diferentes níveis hierárquicos. No entanto, para isso acontecer, o sistema utilizado deve responder de maneira eficaz ao
controle administrativo e informacional aplicados. 
Cada empresa tem seus produtos, sua tecnologia de produção, aperfeiçoando-a de acordo com os parâmetros institucionais mais adequados para mantê-la atualizada. Em função disso, os muitos relatórios e demonstrações contábeis, juntamente com uma análise da situação econômica interna e externa, constituem peças - chave à competitividade e rentabilidade de uma empresa.
A ênfase na transmissão de informações com finalidades genéricas está baseada na presunção de que usuários significativamente numerosos necessitam de dados semelhantes. Isso ocorre principalmente com os acionistas, investidores e credores, que dependem de relatórios que dêem respostas claras e concisas às suas dúvidas.
METODOLOGIA
Para entender a Contabilidade em sua plenitude, é preciso qualidade de conhecimento específico e geral. A cultura abrangente, de outras disciplinas correlatas, apoia a referida qualificação e é importante que muitas vezes razões nossas sejam buscadas em outros ramos do saber. É curioso ver como ilustres cientistas europeus têm pensado igual a cientistas brasileiros. Mais uma vez, o valor intelectual de Lopes de Sá se destaca na sua Teoria, hoje consagrada em todo o mundo, com bases de rara profundidade filosófica e que revolucionou a Contabilidade de nossa época.
O pensamento do consagrado mestre brasileiro abre as portas do valor da Contabilidade para o campo social com uma força diferente e por isto tem fortes laços com a sociologia e com a economia. Vejamos uma comparação que muito lustra o poder e a força da cultura brasileira, evocando a grande e consagrada cultura alemã.
DESENVOLVIMENTO
I PARTE
Apresentação sobre o CPC 00;
O CPC 00 – trata dos conceitos e definições fundamentais para elaboração e apresentação das demonstrações contábeis.
Este é a segunda parte de um resumo das principais definições descritas com base no CPC 00. Estas definições são muito importantes, pois devem ser adotadas tanto no registro das transações como na apresentação das demonstrações contábeis.
Uma abordagem sobre o Capítulo 4 deste pronunciamento.
O texto remanescente da Estrutura Conceitual para a Elaboração e Apresentação das Demonstrações Contábeis anteriormente emitida não foi emendado para refletir quaisquer alterações implementadas pelo Pronunciamento Técnico CPC 26 – Apresentação das Demonstrações Contábeis (a IAS 1 que o espelha foi revisada pelo IASB em 2007). O texto remanescente será atualizado quando forem revisitados conceitualmente o elementos das demonstrações contábeis e suas bases de mensuração.
Como ficou: O Pronunciamento distingue as Características qualitativas fundamentais (relevância e representação fidedigna ), as mais críticas, das características qualitativas de melhoria (comparabilidade, verificabilidade, tempestividade e compreensibilidade), menos críticas mas ainda assim altamente desejáveis.
Características qualitativas fundamentais
1 Relevância
 1.1 - Materialidade
2 Representação Fidedigna: três atributos:
 2.1 ? Completa
 2.2 ? Neutra
 2.3 Livre de erros.
II PARTE – Contabilização
Primeira etapa – Constituição
Contrato social de sociedade limitada. O contrato social de sociedade limitada serve para que duas ou mais pessoas constituam uma empresa de responsabilidade limitada. ... Proporcionalmente ao valor dado, serão distribuídas quotas a cada um dos sócios, as quais representam parcelas de participação na empresa. Conforme anexo 01Segunda etapa – Imobilizado
Segundo anexo 02 investimento total de R$ 164.160,00 com uma depreciação anual poderá cair aproximadamente para R$ 147.744,00 
Na visão mensal do primeiros 30 dias para R$ 162.846,72
Planilhas anexo 02
Terceira Etapa – Compras e Vendas de Mercadorias
Os demonstrativos de aquisições:
	COMPRA DE MERCADORIAS
	JANEIRO
	PROJEÇÃO DE COMPRAS
	VLR UNIT
	QTDE
	TOTAL
	COMPRA 1 - REF-0001 - TERNO MASCULINO
	625,00
	116
	72.500,00
	COMPRA 2 - REF-0002 - CAMISA SOCIAL MASCULINA
	140,00
	128
	17.920,00
	COMPRA 3 - REF-0003 – GRAVATA
	30,00
	144
	4.320,00
	COMPRA 4 - REF-0004 - BLUSA MASCULINA
	225,00
	48
	10.800,00
	COMPRA 5 - REF-0005 - SAPATO SOCIAL
	145,00
	96
	13.920,00
	TOTAL
	
	532
	119.460,00
Nesta etapa você deverá demonstrar as compras e vendas realizadas pela empresa durante o trimestre. 
Que totalizara em 3 X R$ 39.820.00
	COMPRA DE MERCADORIAS
	FEVEREIRO
	PROJEÇÃO DE COMPRAS
	VLR UNIT
	QTDE
	TOTAL
	COMPRA 1 - REF-0001 - TERNO MASCULINO
	625,00
	100
	62.500,00
	COMPRA 2 - REF-0002 - CAMISA SOCIAL MASCULINA
	140,00
	106
	14.840,00
	COMPRA 3 - REF-0003 – GRAVATA
	30,00
	119
	3.570,00
	COMPRA 4 - REF-0004 - BLUSA MASCULINA
	225,00
	40
	9.000,00
	COMPRA 5 - REF-0005 - SAPATO SOCIAL
	145,00
	79
	11.455,00
	TOTAL
	
	444
	101.365,00
Que totalizara em 3 X R$ 33.788,33
	COMPRA DE MERCADORIAS
	MARÇO
	PROJEÇÃO DE COMPRAS
	VLR UNIT
	QTDE
	TOTAL
	COMPRA 1 - REF-0001 - TERNO MASCULINO
	625,00
	104
	65.000,00
	COMPRA 2 - REF-0002 - CAMISA SOCIAL MASCULINA
	140,00
	112
	15.680,00
	COMPRA 3 - REF-0003 – GRAVATA
	30,00
	125
	3.750,00
	COMPRA 4 - REF-0004 - BLUSA MASCULINA
	225,00
	51
	11.475,00
	COMPRA 5 - REF-0005 - SAPATO SOCIAL
	145,00
	88
	12.760,00
	TOTAL
	
	480
	108.665,00
Que totalizara em 3 X R$ 36.221,66
No registro contábil das operações de vendas deverá ser realizado um mínimo de 15 vendas por mês as quais deverão ser recebidas nas seguintes condições: 40% à vista, 30% para 30 dias e 30% para 60 dias. Os valores das vendas realizadas no trimestre estão apresentados nas tabelas abaixo:
	VENDAS DE MERCADORIAS
	VLR UNIT
	JANEIRO
	
	
	QTDE
	TOTAL
	COMPRA 1
	REF-0001 - TERNO MASCULINO
	1.250,00
	20
	25.000,00
	COMPRA 2
	REF-0002 - CAMISA SOCIAL MASCULINA
	280,00
	20
	5.600,00
	COMPRA 3
	REF-0003 - GRAVATA
	60,00
	10
	600,00
	COMPRA 4
	REF-0004 - BLUSA MASCULINA
	450,00
	10
	4.500,00
	COMPRA 5
	REF-0005 - SAPATO SOCIAL
	290,00
	10
	2.900,00
	COMPRA 6
	REF-0001 - TERNO MASCULINO
	1.250,00
	25
	31.250,00
	COMPRA 7
	REF-0002 - CAMISA SOCIAL MASCULINA
	280,00
	30
	8.400,00
	COMPRA 8
	REF-0003 - GRAVATA
	60,00
	40
	2.400,00
	COMPRA 9
	REF-0004 - BLUSA MASCULINA
	450,00
	10
	4.500,00