Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
33 pág.
Articulação

Pré-visualização | Página 1 de 2

*
Ana Cristina Antunes
Articulação temporomandibular
*
Articulação temporomandibular
Componentes do sistema estomatognático:
ATM;
Dentes;
Estruturas anexas;
Ossos (maxila, mandíbula, crânio, hióide);
Lábios, bochechas e língua;
Músculos;
Sistema nervoso, vascular e linfático
ATM faz parte do sistema estomatognático
*
Articulação temporomandibular
Sinovial Biaxial Complexa
Classificação
Membrana sinovial que produz líquido sinovial
Movimenta-se em 2 planos
Triaxial
2 ATM + mandíbula
Possui 3 ossos: o disco funciona como 3º osso
Bicondílea
Tubérculo + côndilo
*
Articulação temporomandibular
Divisão
DISCO
Têmporo-discal 
Mandíbulo-discal 
*
Articulação temporomandibular
Divisão
DISCO
Têmporo-discal 
Mandíbulo-discal 
*
Articulação temporomandibular
Características
Superfícies articulares: tecido fibroso predominantemente avascular
2 ATMs ligadas entre si pela mandíbula
ATM articula entre si com o arco dental superior e inferior 
Possui disco articular 
*
Articulação temporomandibular
Componentes da ATM
Partes duras
Partes moles
Mandíbula: côndilo mandibular
Osso temporal: tubérculo articular e fossa mandiblar
Cartilagem articular
Disco articular
Membrana
sinovial
Ligamentos
*
Articulação temporomandibular
Partes Duras
Côndilo mandibular 
Superfície posterior rugosa;
Superfície articular (ântero-superior) lisa;
 Apresenta pólos: medial e lateral;
Colo do côndilo: delgado e sujeito à fraturas.
*
Articulação temporomandibular
Partes Duras
Osso temporal: tubérculo articular
Apenas a vertente posterior e o ápice do tubérculo fazem parte da superfície articular;
Os longos eixos dos tubérculos articulares são paralelos aos longos eixos dos côndilos. 
*
Articulação temporomandibular
Partes Duras
Osso temporal: fossa mandibular
Depressão óssea;
Aloja o côndilo;
Apenas a porção anterior da fossa (parte escamosa) faz parte da superfície articular. 
*
Articulação temporomandibular
Partes Duras
Superfície articular do osso temporal:
Anterior: tubérculo articular;
Posterior: fossa mandibular;
Fossa mandibular: receptáculo do côndilo
Tubérculo articular + côndilo = elementos ativos na dinâmica articular.
*
Articulação temporomandibular
Partes Moles
Cartilagem articular:
Termo cartilagem não é correto, mas é aceito pelo uso corriqueiro;
Tecido fibroso predominantemente avascular com algumas células cartilaginosas > superfícies mais lisas;
Apropriado para receber forças mastigatórias > avascular;
Tecido mais espesso na vertente posterior do tubérculo articular e na superfície anterior do côndilo;
Tecido sofre menor desgaste com o tempo.
*
Articulação temporomandibular
Partes Moles
Disco articular:
Torna mais congruentes as superfícies articulares do temporal e da mandíbula;
Estabiliza o côndilo na fossa. 
*
Articulação temporomandibular
Partes Moles
Superfícies do disco articular:
Tecido fibrocartilaginoso;
Forma de “S” deitado;
2 superfícies:
Ântero-superior: 
convexa posteriormente: fossa mandibular;
 Côncava anteriormente: tubérculo articular
Póstero-inferior: toda côncava - côndilo
*
Articulação temporomandibular
Partes Moles
Porções do disco articular:
Central;
Periférica
Central: 
Mais delgada;
Isenta de nervos e vasos;
Apropriada para receber forças;
Tecido conjuntivo fibroso denso
*
Articulação temporomandibular
Partes Moles
Regiões medial e lateral:
O disco se fixa firmemente aos pólos do côndilo > disco acompanha movimentos do côndilo.
Porção Periférica do Disco: 
Mais espessa;
Rica em nervos e vasos;
Imprópria para receber forças;
Toda a porção se fixa á cápsula da ATM.
*
Articulação temporomandibular
Partes Moles
Relações Periféricas do Disco:
Região ântero-medial:
Disco se fixa ao feixe superior do m. Pt. Lateral por inserções tendinosas.
Região posterior:
Tecido retrodiscal: altamente vascularizado e inervado. Possui 2 lâminas (zona bilaminar):
Lâmina retrodiscal superior:muitas fibras elásticas – prende disco à fissura tímpano-escamosa.
Lâmina retrodiscal inferior:fibras colágenas – prende disco à borda posterior do côndilo
Joelho vascular: rede de vasos que preenche o espaço retrodiscal
*
Articulação temporomandibular
Partes Moles
Relações Periféricas do Disco:
Regiões medial e lateral:
As bordas do disco se fixam aos pólos do côndilo e à cápsula pelos ligamentos colateral lateral e colateral medial, dividindo a articulação em 2 compartimentos:
Espaço articular superior ou têmporo-discal;
Espaço articular inferior ou mandíbulo-discal.
*
Articulação temporomandibular
Partes Moles
Membrana Sinovial: 
Tecido conjuntivo ricamente vascularizado;
Forma e secreta o líquido sinovial;
Localização: no interior da ATM em áreas periféricas livres de atrito;
2 membranas sinoviais: 1 para cada compartimento da ATM;
Possui vasos linfáticos e poucas fibras nervosas.
*
Articulação temporomandibular
Partes Moles
Membrana Sinovial: 
Líquido sinovial:
Bastante viscoso;
Rico em ácido hialurônico;
Lubrifica o interior da articulação.
Funções do líquido sinovial:
Lubrificação da ATM;
Proteção biológica;
Nutrição da ATM e do disco.
*
Articulação temporomandibular
Partes Moles
Cápsula articular: 
Cone de tecido fibroso que envolve toda a articulação;
Retém o líquido sinovial;
Feixes fibrosos verticais;
Bastante delgada e frouxa > amplitude de movimentos;
Muito delgada: região medial e anterior (inserção do pt. Lateral);
Bem inervada.
*
Articulação temporomandibular
Partes Moles
Cápsula articular: 
Feixes de fibras: profundo e superficial
Superficial:Fibras longas verticais do temporal à mandíbula
No temporal: inserção na vertente anterior do tubérculo articular, na fissura tímpano-escamosa, no arco zigomático, no tubérculo da raiz do zigoma e na base da espinha do esfenóide.
Na mandíbula: se fixa no contorno da superfície articular e no colo da mandíbular.
*
Articulação temporomandibular
Partes Moles
Cápsula articular: 
Feixes de fibras: profundo e superficial
Profundo:
Fibras curtas;
Do côndilo às bordas do disco;
 Constitui os ligamentos discal medial e lateral;
Disco se fixa à cápsula.
*
Articulação temporomandibular
Partes Moles
Ligamentos: 
Tecido conjuntivo fibroso;
Pouca capacidade de estiramento;
Funcionam como agentes limitadores ou de restrição;
São meios de união da ATM.
*
Articulação temporomandibular
Partes Moles
Cápsula: 
Considerada um ligamento elástico;
Atua resistindo a qualquer força que tende a separar as superfícies articulares.
*
Articulação temporomandibular
Partes Moles
Ligamentos intra-articulares: 
Ligamento colateral lateral: do pólo lateral do côndilo à borda lateral do disco;
Ligamento colateral medial: do pólo medial do côndilo à borda medial do disco;
São considerados parte do feixe profundo da cápsula;
Restringem o movimento do disco para fora do côndilo (movimento passivo com o côndilo).
*
Articulação temporomandibular
Partes Moles
Ligamentos extra-articulares: 
Ligamento temporomandibular ou lateral: reforço lateral à cápsula;
Feixe externo: do tubérculo articular e do processo zigomático ao colo do côndilo – impede queda excessiva do côndilo e limita a abertura bucal.
Feixe interno: da superfície externa do tubérculo articular até o pólo lateral do côndilo e parte posterior do disco – protege os tecidos retrodiscais do trauma pelo deslocamento posterior do côndilo e o m. pt. Lateral de estiramento ou distensão.
*
Articulação temporomandibular
Partes Moles
Ligamentos extra-articulares: 
Ligamento medial: 
semelhante ao temporomandibular;
Medial;
Muito mais delgado que o temporomandibular;
Pouco resistente;
Origem: próximo à espinha o esfenóide;
Desce até porção póstero-medial do colo da mandíbula.
*
Articulação temporomandibular
Partes Moles
Ligamentos
Página12