A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
TEORIA GERAL DO PROCESSO AULA 10

Pré-visualização | Página 1 de 2

TEORIA GERAL DO PROCESSO
10a aula
		
	 
	Lupa
	 
	 
	
Vídeo
	
PPT
	
MP3
	 
	
	 
	
	29/05/2018 20:37:32 (Finalizada)
	
	2018.1 EAD
	Disciplina: CCJ0169 - TEORIA GERAL DO PROCESSO 
	
	 
	Ref.: 201709016823
		
	
	 1a Questão
	
	
	
	
	(XXVII Exame Unificado de Ordem/ ADAPTADA) - Mário foi citado em processo de execução, em virtude do descumprimento de obrigação consubstanciada em nota promissória por ele emitida. Alegando excesso de execução, por ter efetuado o pagamento parcial da dívida, Mário opôs embargos à execução. Sobre esses embargos, assinale a afirmativa correta.
		
	
	São cabíveis tanto nas execuções autônomas quanto no cumprimento de sentença
	
	Constituem-se em ação autônoma, razão pela qual serão autuados e distribuídos livremente, em homenagem ao princípio do juiz natural.
	 
	Seu oferecimento independe de efetivação da penhora, depósito ou caução.
	
	Em regra, suspendem a execução
	
	A execução oferece tutela jurisdicional imediata e de evidência.
	
Explicação: Novo CPC Art. 914. O executado, independentemente de penhora, depósito ou caução, poderá se opor à execução por meio de embargos. § 1o Os embargos à execução serão distribuídos por dependência, autuados em apartado e instruídos com cópias das peças processuais relevantes, que poderão ser declaradas autênticas pelo próprio advogado, sob sua responsabilidade pessoal.
	
	 
	Ref.: 201708375879
		
	
	 2a Questão
	
	
	
	
	Em processo civil, capacidade postulatória é:
		
	 
	Deferida pela lei ao profissional do direito, ao advogado devidamente inscrito na OAB.
	
	Agir e falar em nome das partes em juízo.
	
	A de uma pessoa pleitear em juízo o reconhecimento de seu direito.
	
	A plenitude de uma pessoa de estar em juízo.
	
	 
	Ref.: 201709024839
		
	
	 3a Questão
	
	
	
	
	As tutelas jurisdicionais provisórias são tutelas jurisdicionais não definidas, concedidas pelo Poder Judiciário em juízo de cognição que exigem, necessariamente, confirmação posterior, por meio de sentença. As tutelas provisórias são o gênero, dos quais derivam duas espécies: urgência e evidência. Em relação à tutela de urgência, a alternativa incorreta é:
		
	
	Está sempre condicionada a assegurar o resultado útil do processo.
	
	Exige demonstração de probabilidade do direito e perigo de dano ou risco.
	 
	A sua concessão ocorre quando uma das partes está manifestamente protelando o processo.
	
	Objetiva garantir realização do resultado.
	
	Possui natureza satisfativa.
	
	 
	Ref.: 201708950157
		
	
	 4a Questão
	
	
	
	
	Esmeralda vendeu a Anastolfo o quadro "O Vinhedo Vermelho", único quadro de Van Gogh vendido durante a sua vida. Anastolfo não efetuou o pagamento do referido quadro, razão pela qual Esmeralda decidiu ingressar em juízo pleiteando a devolução do objeto. Ocorre que, Esmeralda tomou ciência de que Anastolfo está colocando o quadro a venda em leilão internacional, razão pela qual Esmeralda procura seu advogado visando resguardar seu direito. Diante de tal fato tem-se que:
		
	
	D) deverá pleitear de tutela declaratória de forma a tornar eficaz futura sentença declaratória de seu direito;
	
	E) nehuma das respostas acima estão corretas.
	 
	A) deverá pleitear tutela de urgencia diante da possibilidade de dano irreparável ao seu direito;
	
	C) deverá pleitear antecipação de tutela de forma a tornar eficaz futura sentença de entrega de coisa.
	
	B) deverá pleitear tutela de execução de obrigação de entrega de coisa certa e infungível;
	
Explicação:
O caso concreto aborda o instituto da tutela de urgência, que é disciplina no NCPC no artigo 300 e seguintes.
As tutelas de urgência são divididas em tutelas cautelares e tutelas antecipadas, essas tutelas não visam reconhecimento de direito, mas sim proteção dos direitos que serão conhecidos no futuro, assim, protege-os.
Nesse sentido, os requisitos para o reconhecimento das tutelas cautelares que antes eram fumus boni iuris e periculum in mora e, das tutelas antecipatória de urgência que eram prova inequívoca e dano irreparável ou de difícil reparação, passam a ser os mesmos, o fumus boni iuris e o periculum in mora, e cada uma das tutelas tem objetivo próprio.
A medida cautelar, que visa garantir o objeto que será alçado no processo principal, por exemplo, no arresto tem-se o objetivo de preservar o processo de execução que virá, nesse caso o autor deve provar o fumus bônus iuris e o periculum em mora, com a comprovação da ocultação dos bens ou seu desvio.
 
 
	
	 
	Ref.: 201708443454
		
	
	 5a Questão
	
	
	
	
	Sobre tutela jurisdicional marque a opção CORRETA:
		
	 
	A tutela inibitória não depende da ocorrência ou comprovação de efetivo dano para ser requerida.
	
	A tutela de urgência visa a impedir o comportamento ilícito do réu.
	 
	A tutela cautelar tem natureza satisfativa.
	
	O autor sempre receberá a tutela de seu direito material quando provocar a jurisdição.
	
	A tutela reintegratória é modalidade de tutela preventiva.
	
Explicação:
Observar que o art. 311 do CPC trata da tutela de evidência e que seus pressupostos são diversos da tutela de emergência.
	
	 
	Ref.: 201708264820
		
	
	 6a Questão
	
	
	
	
	(Juiz TJSP) Em processo civil, capacidade postulatória é:
		
	
	a capacidade que tem uma pessoa de pleitear em juízo o reconhecimento de seu direito.
	 
	a capacidade deferida pela lei ao profissional do direito, ao advogado devidamente inscrito na OAB, de poder agir e falar em nome das partes em juízo.
	
	a plena capacidade civil.
	
	a plena capacidade de uma estar em juízo.
	
	 
	Ref.: 201709386562
		
	
	 7a Questão
	
	
	
	
	(XXIV Exame Unificado/2017/OAB/adaptada) - O Sr. João, pessoa idosa e beneficiária de plano de saúde individual da sociedade ¿ABC Saúde Ltda.¿, começa a sentir fortes dores no peito durante a madrugada e, socorrido por seus familiares, é encaminhado para a unidade hospitalar mais próxima.
O médico responsável pelo atendimento inicial constata um quadro clínico grave, com risco de morte, sendo necessário o imediato encaminhamento do Sr. João para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital. Ao ser contatado, o plano de saúde informa que não autoriza a internação, uma vez que o Sr. João ainda não havia cumprido o período de carência exigido em contrato.
Imediatamente, um dos filhos do Sr. João, advogado, elabora a ação cabível e recorre ao plantão judicial do Tribunal de Justiça do estado em que reside.
A partir do caso narrado, assinale a alternativa correta.
		
	
	Concedida a tutela provisória requerida em favor do Sr. João, ela conserva sua eficácia na pendência do processo, apenas podendo vir a ser revogada ou modificada com a prolação da sentença definitiva de mérito.
	
	Uma vez demonstrado o perigo de dano ou de risco ao resultado útil do processo, o magistrado poderá conceder tutela de evidência em favor do Sr. João, autorizando sua internação provisória na Unidade de Terapia Intensiva do hospital.
	 
	Diante da urgência do caso, contemporânea à propositura da ação, a petição inicial redigida poderia limitar-se ao requerimento da tutela antecipada e à indicação do pedido final. Concedida a tutela antecipada, o autor deverá aditar a petição inicial em 15 (quinze) dias ou em outro prazo maior que o juiz fixar.
	
	Concedida a tutela de evidência requerida em favor do Sr. João, ela conserva sua eficácia na pendência do processo, apenas podendo vir a ser revogada ou modificada com a prolação da sentença definitiva de mérito.
	
	A tutela de urgência a ser requerida deve ser deferida,