Questionário Anestésicos Venosos
2 pág.

Questionário Anestésicos Venosos

Disciplina:Questionário de Anestesiologia10 materiais40 seguidores
Pré-visualização1 página
BDSC
Questionário anestésicos venosos

O que são anestésicos venosos? qual sua função?
 Anestésicos venosos podem ser definidos como fármacos administrados por via venosa para induzir e/ou manter a anestesia geral, bem como para promover sedação/hipnose durante anestesia loco-regional.
Cite quais são os anestésicos venosos utilizados na pratica diária.
 Tiopental, Propofol, Etomidato, Midazolan, Ketamina
Qual o mecanismo de ação da maioria?
O principal efeito dos Anestésicos Venosos é uma depressão reversível e dose-dependente do SNC que se estende da sedação ao coma. Embora o Tiopental, o etomidato e o midazolam exerçam efeito anticonvulsivante, nenhum deles, com a exceção da Ketamina, promove efeito analgésico. As ações dessas drogas no SNC podem ser responsáveis por outros efeitos com repercussão respiratória e circulatória da mesma forma que os Anestésicos Venosos podem exercer também ações diretas sobre outros órgãos e sistemas. Ou seja, Quase todos eles diminuem o fluxo sanguíneo cerebral, o consumo de oxigênio e a pressão intracraniana, com exceção da ketamina, que ativa o sistema simpático pela liberação de norepinefrina.
Qual se diferencia dos demais? Qual seu mecanismo de ação?
 A Ketamina pode produzir aumento significativo, porém transitório, na pressão arterial sistêmica, na frequência cardíaca e no débito cardíaco, presumivelmente por estimulação simpática centralmente mediada. Esses efeitos, que estão associados ao aumento no trabalho cardíaco e ao consumo de oxigênio do miocárdio.
Quais contraindicações do uso do Tiopental
É contra indicado para pacientes com doenças cardiorrespiratórias graves. Também é contraindicado em condições onde o efeito hipnótico pode ser prolongado.
Quais contraindicações do uso da ketamina?
É contra-indicada em pacientes portadores de quadro clínico nos quais um hipertensão seria perigosa: doença cardiovascular grave, insuficiência cardíaca, infarto de miocárdio recente, traumatismo cerebral, hemorragia intracerebral, aneurismas.
Quais contraindicações do uso do propofol?
Pacientes com problemas cardiorrespiratórios que não possam aguentar a depressão cardíaca e respiratória ou pacientes hemodinamicamente instáveis.
Cite 2 condições aonde apenas utilizaríamos ketamina. Por que?
Situações em que o paciente precisa de um estimulo simpático. Logo, é um excelente fármaco para usar-se na fase inicial do choque.
Pode ser utilizada também em casos de paciente com déficit respiratório, pois esse fármaco produz mínima depressão respiratória.
Qual o agente de escolha para se manter uma anestesia venosa? Por que?
Propofol, porque ele tem rápida distribuição. O Etomidato também pode ser uma boa escolha porém a sua capacidade de deprimir transitoriamente a função adrenocortical é um fator que limita a utilização clínica do etomidato em indução anestésica.
Qual a grande preocupação no uso do Etomidato? Por que não é uma droga usada indiscriminadamente, da mesma forma que o propofol?
Por produzir efeitos mioclônicos, com o paciente simulando convulsões na mesa cirúrgica; Esse fármaco pode inibir a enzima da última fase da conversão da síntese do cortisol, de forma irreversível, na maioria das vezes. Prejudicando a síntese de cortisol pelas adrenais.