A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Simulado Literatura 01

Pré-visualização | Página 1 de 2

3a sem.: Literatura de informação
	Pontos: 1,0 / 1,0 
	A literatura de informação, também chamada de literatura dos cronistas e viajantes só NÃO pode ser reconhecida em um dos fragmentos abaixo, assinale-o.
	
	
	"Preparam também a farinha de peixe e carne, do seguinte modo: assam a carne, ou o peixe, na fumaça sobre o fogo, deixam -na secar de todo; desfiam -na , torram -na de novo depois, ao fogo, em vasilhas queimadas para tal fim e que chamam inhêpoã; esmagam -na..."
	�� INCLUDEPICTURE "http://simulado.estacio.br/img/imagens/peq_ok.gif" \* MERGEFORMATINET 
	"Bernardino é libertado e expatriado. O governador é destituído do cargo e o Marquês de Minas é nomeado para substituí-lo, restituir o cargo de secretário a Bernardo Ravasco e se apresentar imediatamente ao Rei de Portugal. Mesmo assim sai do Brasil com muitas riquezas..."
	
	"A feição deles é serem pardos, maneira de avermelhados, de bons rostos e bons narizes bem-feitos. Andam nus, sem cobertura alguma..."
	
	"Alguns vocábulos há nela de que não usam senão as fêmeas, e outros que não servem senão para os machos: carece de três letras, convém saber, não se acha nela F, nem I, nem R, coisa digna de espanto porque assim não têm Fé, nem Lei, nem Rei..."
	
	"É esta província mui abastada de mantimentos de muita substância e menos trabalhosos que os de Espanha. Dão-se nela muitas carnes, assim naturais dela, como das de Portugal, e maravilhosos pescados; onde se dão melhores algodões que em outra parte sabida, e muitos açúcares tão bons como na ilha da Madeira..."
	
	
	�
	2a Questão (Ref.: 201308117037)
	4a sem.: TEXTOS DE INFORMAÇÃO
	Pontos: 1,0 / 1,0 
	No que tange aos primeiros escritos feitos no Brasil, NÃO é correto afirmar:
	
	
	Esses textos nos interessam como reflexo da visão do mundo e da linguagem que nos legaram os primeiros observadores do país.
	
	Enquanto informação, esses textos não pertencem à categoria do literário, mas à pura crônica histórica.
	�� INCLUDEPICTURE "http://simulado.estacio.br/img/imagens/peq_ok.gif" \* MERGEFORMATINET 
	São escritos que até hoje só serviram como testemunhos de um tempo.
	
	Documentam precisamentea instauração do processo de colonização.
	
	Tratam-se de informações que viajantes e missionários europeus colheram sobre a natureza e o homem brasileiro. 
	
	
	�
	3a Questão (Ref.: 201308117010)
	3a sem.: PERIODIZAÇÃO LITERÁRIA
	Pontos: 1,0 / 1,0 
	Assinale a alternativa que NÃO está compatível com a concepção moderna de periodização literária.
	
	
	Entende que um período não se caracteriza por uma equilibrada homogeneidade estilística, mas pela prevalência de um determinado estilo. 
	�� INCLUDEPICTURE "http://simulado.estacio.br/img/imagens/peq_ok.gif" \* MERGEFORMATINET 
	Reduz a história literária a um acervo sem significado, desconhecendo, assim, um aspecto essencial da atividade literária: a existência de estruturas genéricas que, sob múltiplos pontos de vista, possibilitam a obra individualizada. 
	
	O conceito de período literário não se identifica com uma mera divisão cronológica, pois cada período se define pelo predomínio e não pela vigência absoluta e exclusivista de determinados valores.
	
	É necessário partir da própria realidade histórica da literatura, das experiências e das obras literárias, para não cair no nominalismo ou na metafísica.
	
	Admitir uma perfeita homogeneidade estilística de um período é um erro metodológico.
	
	
	�
	4a Questão (Ref.: 201308117023)
	3a sem.: ORIGEM DA LITERATURA NO BRASIL
	Pontos: 1,0 / 1,0 
	Leia as afirmativas e assinale a alternativa CORRETA:
I - O problema das ORIGENS da literatura no Brasil pode ser formulado em termos de Europa, lugar das primeiras nações modernas que condicionou toda a história cultural do Ocidente.
II - O problema das ORIGENS da literatura no Brasil deve ser formulado nos termos das literaturas americanas, ou seja, a aprtir da afirmação de um complexo colonial de vida e de pensamento. 
III - Nos primeiros séculos, os ciclos de ocupação e de exploração formaram ilhas sociais (Bahila, Pernambuco, Minas gerais, Rio de Janeiro, São Paulo) que deram à Colônia a fisionomia de um arquipélago cultural. 
IV - Se de um lado houve a dispersão do país em subsistemas regionais, até hoje relevantes para a história literária, de outro, houve a sequência de influxos da Europa, pelo paralelo que se estabeleceu entre os momentos de além-Atlântico e as esparsas manifestações literárias e artísticas do Brasil-Colônia: Barroco, Arcádia, Ilustração, Pré-Romantismo. 
	
	
	Apenas I e IV estão corretas
	
	Apenas II e IV estão corretas
	�� INCLUDEPICTURE "http://simulado.estacio.br/img/imagens/peq_ok.gif" \* MERGEFORMATINET 
	II, III e IV estão corretas
	
	Apenas III e IV estão corretas
	
	I, III e IV estão correstas
	
	
	�
	5a Questão (Ref.: 201308094975)
	4a sem.: O Brasil do século XVI e a literatura
	Pontos: 1,0 / 1,0 
	Podemos identificar a literatura dos cronistas e viajantes do século XVI como:
	
	
	Uma literatura já considerada por Antonio Candido como brasileira, e não somente uma manifestação literária.
	
	Textos literários que caíram no ostracismo após o século XVI e não tiveram mais impacto, posteriormente, como elementos de reflexão. 
	
	Uma literatura estritamente marcada por critérios científicos e factuais, sem a projeção de imagens presentes no imaginário europeu.
	�� INCLUDEPICTURE "http://simulado.estacio.br/img/imagens/peq_ok.gif" \* MERGEFORMATINET 
	Uma literatura de informação, que seguia determinadas convenções, como o critério de modéstia, e coletava dados para a divulgação, geralmente em torno de um olhar eurocêntrico. 
	
	Textos marcadamente literários, onde a ficção predominava.
	
	
	�
	6a Questão (Ref.: 201308094965)
	4a sem.: O Brasil do Século XVI e a literatura
	Pontos: 1,0 / 1,0 
	Sobre a produção literária de Gândavo, no Brasil Colônia, é possível afirmar:
	
	
	A consciência da diferença cultural pelo autor, que postulou a proteção de todos os indígenas.
	�� INCLUDEPICTURE "http://simulado.estacio.br/img/imagens/peq_ok.gif" \* MERGEFORMATINET 
	A produção de um texto que propagava os benefícios de ocupar a colônia e que seguia as convenções da literatura de informação. 
	
	A escrita de um texto que alertava para os perigos e os inconvenientes da vida na colônia, a partir da analogia entre o novo mundo e o espaço simbólico do inferno. 
	
	A produção de um discurso propagador da crueldade portuguesa, em seus processos de colonização, incitando à luta contra a opressão da metrópole.
	
	A referência literária lírica presente em seu texto desenvolvido em versos. 
	
	
	�
	7a Questão (Ref.: 201308117425)
	5a sem.: LITERATURA QUINHENTISTA
	Pontos: 1,0 / 1,0 
	Suponha que a história da literatura quinhentista estivesse contada assim: "Em qualquer hipótese, foi Anchieta quem introduziu o teatro no Brasil, quando os colonos que frequentavam as igrejas, à moda portuguesa, compunham os seus autos, arranjados ali mesmo. Os portugueses, portanto, não representavam autos no Brasil, quando os jesuítas começaram os seus. Mas é igualmente certo que os padres escreveram no Brasil as primeiras peças, de caráter litúrgico, e deram à arte dramática, na colônia nascente, maior desenvolvimento." Assinale a alternativa que apresenta a correção das afirmações do texto que não correspondem à verdade.
	
	
	Anchieta é considerado o introdutor do teatro na colônia e suas peças tinham a influência do teatro português.
	�� INCLUDEPICTURE "http://simulado.estacio.br/img/imagens/peq_ok.gif" \* MERGEFORMATINET 
	O teatro colonial já havia sido iniciado pelos colonos, quando os jesuítas aqui chegaram. Os autos representados nas igrejas eram trazidos de Portugal.
	
	Toda a