A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
31 pág.
Introdução à acaralogia.pdf

Pré-visualização | Página 1 de 1

TAXONOMIA DE ÁCAROS 
• TAXONOMIA 
É o estudo da classificação dos organismos. Esta classificação é 
composta por diversos níveis taxonômicos denominados 
categorias.
• SISTEMÁTICA
A sistemática além de estudar a classificação dos organismos, 
preocupa-se também com a relação entre eles, sua relação 
com o meio, sua origem e evolução.
IMPORTÂNCIA DA TAXONOMIA
• Característica do Homem em agregar os 
seres em grupos.
• Indexar informações sobre um organismo ao 
identificar suas categorias taxonômicas.
• É uma área básica para qualquer ciência 
biológica.
CATEGORIAS TAXONÔMICAS
• REINO - Animal
• SUBREINO - Eumetazoa
• FILO - Artropoda
• SUBFILO – Chelicerata
• CLASSE - Arachnida
• SUBCLASSE - Acari
• SUPERORDEM
• ORDEM
• SUBORDEM
• SUPERFAMÍLIA
• FAMÍLIA
• SUBFAMÍLIA
• TRIBO
• SUBTRIBO
• GÊNERO
• SUBGÊNERO
• ESPÉCIE
• SUBESPÉCIE
REINO ANIMAL E SUA DIVERSIDADE
FILO ORGANISMOS No. 
ESPÉCIES
PROTOZOA Protozoários 30.000
PORÍFERA Esponjas-do-mar 3.000
COELENTERATA Medusas, Corais e Anémonas 9.000
PLATELMINTOS Tênias e Planárias 7.000
NEMATELMINTOS Nematóides 12.000
MOLUSCA Lesmas, Caramujos e Polvos 104.000
ECHINODERMATA Estrelas-do-mar e Ouriços 5.000
ANELIDA Minhocas e Sanguessugas 7.000
ARTRÓPODA camarões, lagostas, aranhas, 
insetos, ácaros e escorpiões
900.000
CORDATA Peixes, Anfíbios, Répteis, 
Aves e Mamíferos
60.000
CARACTERÍSTICAS DO FILO ARTRÓPODA
• CORPO SEGMENTADO, GERALMENTE COM 2 A 3 REGIÕES DISTINTAS 
E PERNAS ARTICULADAS.
• APÊNDICES PARES SEGMENTADOS
• SIMETRIA BILATERAL
• PRESENÇA DE EXOESQUELETO, PERIODICAMENTE RENOVADO COM O 
DESENVOLVIMENTO
• CANAL ALIMENTAR TUBULAR, COM BOCA E ÂNUS
• APARELHO CIRCULATÓRIO ABERTO, O ÚNICO VASO SANGUÍNEO 
GERALMENTE É UMA ESTRUTURA TUBULAR DORSAL AO CANAL 
ALIMENTAR
• SISTEMA NERVOSO COMPOSTO POR UM GÂNGLIO ANTERIOR 
DORSAL AO CANAL ALIMENTAR E CONECTIVOS QUE SE ESTENDEM 
VENTRALMENTE AO CANAL ALIMENTAR
• EXCREÇÃO POR MEIO DE TUBOS, QUE DESCARREGAM NO CANAL 
ALIMENTAR
• RESPIRAÇÃO POR MEIO DE TRAQUÉIAS E ESTIGMAS
FILO ARTRÓPODA
CLASSE ORGANISMOS No. ESPÉCIES SUBFILO 
CRUSTACEA Caranguejos, 
Lagostas, 
camarões 
25.000 
DIPLOPODA Piolhos-de-cobra -
CHILOPODA Centopéias - Mandibulata
INSECTA Insetos 800.000 
COLEMBOLA - 2.000 
PROTURA - 200
DIPLURA - 700
ARACHNIDA Aranhas, Opiliões, 
Ácaros, 
Escorpiões 
70.000 
Chelicerata
Características dos ácaros
Exoesqueleto
Apêndices articulados
Peças bucais modificadas em quelíceras
Corpo não segmentado
São predominantemente terrestres
Quatro pares de pernas nos estágios 
pós larvais
Ausência de asas, antenas e olhos 
compostos
Quelíceras: (a) Ascidae, (b) Phytoseiidae, macho com
espermadáctilo, (c) Dremanyssidae, (d) Argasidae, (e)
Trombiculidae, (f) Pyemotidae, (g) Cunaxidae, (h) Tydeidae, (i)
Tetranychidae, (j) Acaridae, (k) Anoetidae (Doreste, 1988).
Ordens de Ácaros
• Prostimata
• Base do Gnatossoma
• Mesostigmata
• Entre o 2º e 4º pares de pernas
• Metastigmata
• Após o 4º par de pernas
• Criptostigmata
• Base das pernas
• Astigmata
• Não apresentam
 Prostigmata: Estigma localizado a 
frente do idiossoma, na base do 
gnatossoma
Figura 1. Base do Gnatossoma de Tetranychidae com Peritrema
Famílias de Ácaros Prostigmata de 
Importância Agrícola 
• FITÓFAGOS
• Tetranychidae
• Tenuipalpidae
• Tarsonemidae
• Eriophyoidea
• PREDADORES
• Stigmaeidae
• Cheyletidae
• Bdellidae
• Cunaxidae
• Tydeidae
Características da Família Stigmaeidae
• Palpo com tíbia 
deslocada;
• Base das quelíceras 
contíguas;
• Dígito móvel da 
quelícera em forma 
de agulha curta.
Stigmaeidae
Características da Família Cheyletidae
• Palpo com tíbia
deslocada;
• Base das quelíceras
fundidas com o
gnatossoma;
• Tarso do palpo com
setas modificadas
em forma de foice e
em forma de pente.
Cheyletidae
Características da Família Bdellidae
• Tíbia do palpo não
deslocado;
• Base das quelíceras
não fundida,
movendo-se como
tesoura;
• Dois pares de setas
sensoriais no
propodossoma;
• Segmento distal do
palpo sensorial.
Bdellidae
Características da Família Cunaxidae
• Tíbia do palpo 
não deslocado;
• Base das 
quelíceras não 
fundida, 
movendo-se 
como tesoura;
• Dois pares de 
setas sensoriais 
no 
propodossoma;
• Segmento distal 
do palpo 
raptorial.
Cunaxidae
 Mesostigmata: Estigma localizado 
entre o 2° e o 4° pares de pernas
ÁCAROS PREDADORES
Família Phytoseiidae
Ácaros de movimentos rápidos
Fototrópicos positivos
Coloração geralmente amarelada, ocasionalmente marrom ou avermelhada e 
brihantes
Geralmente apresentam um único escudo dorsal com até 24 pares de setas
Quelíceras em forma de “tesouras”
Palpos simples
Dimorfismo sexual
Hábitos alimentares: ácaros fitófagos, pólen, fungos, excreções açucaradas, 
exsudatos vegetais, etc.
Ácaro predador: Phytoseiidae
Ácaro predador - Phytoseiidae
Ácaro predador da família Phytoseiidae
Baixa necessidade alimentar
Rápido desenvolvimento
Maior habilidade na procura 
do alimento
Maior persistência em 
plantas com baixa infestação 
da presa
Maior capacidade de 
sobrevivência em substratos 
alternativos
Phytoseiulus persimilis: 
Controla o ácaro rajado em casa-de-vegetação em pepino e
moranguinho (Europa e Estados Unidos). É comercializado por
diversos laboratórios.
 Metastigmata: Estigma localizado 
após as pernas, no opistossoma
Figura 1. Ninfa de carrapato com apenas 3 pares de pernas.
Carrapato
 Criptostigmata: Escondido na base 
das pernas
Figura 1. Ácaros de solo.
 Astigmata: Não apresentam estigma. 
Figura 1. ácaros de grãos armazenados, poeira domiciliar, plantas, etc.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.