A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
AP teorias da comunicação

Pré-visualização | Página 1 de 3

1a Questão (Ref.:201708961000) Pontos: 0,0 / 0,1 
A comunicação é um fenômeno social que vem sofrendo alterações ao longo da história. Nos 
últimos séculos, porém, a dinâmica ganha outras proporções e a comunicação, no século XX, se 
torna uma área autônoma do conhecimento. Diferente de outras áreas que estudavam a 
comunicação de forma marginal, qual o objeto de estudo específico da Comunicação Social? 
 
 
A mensagem 
 
A fala 
 A linguagem 
 
A interação entre produtor e receptor 
 Os meios de comunicação de massa 
 
 
 
2a Questão (Ref.:201709068935) Pontos: 0,1 / 0,1 
"Quem?, Diz o quê?, Em que canal?, Para quem?, Com que efeito?". Trata-se de um modelo 
comunicativo muito conhecido, sendo um dos primeiros esquemas apresentados nos estudos 
das teorias da comunicação. Pode ser definido como: 
 
 
Teoria Matemática da Comunicação. 
 
Modelo Shannon e Weaver. 
 
Modelo de Paul Lazarsfeld. 
 Modelo de Lasswell. 
 
Teoria de Marcuse e Horkheimer. 
 
 
 
3a Questão (Ref.:201709275736) Pontos: 0,1 / 0,1 
A cultura contemporânea confere a tudo um ar de semelhança. O cinema, o rádio e as revistas 
constituem um sistema. Cada setor é coerente em si mesmo e todos o são em conjunto. 
Podemos ver tal consonância até mesmo na arquitetura, onde aqueles prédios destinados ao 
poder se assemelham em qualquer lugar do mundo. Os edifícios luxuosos e luminosos são 
sinais exteriores do engenhoso planejamento das corporações internacionais. Para Adorno e 
Horkheimer (1969), ¿O fato de que milhões de pessoas participam dessa indústria imporia 
métodos de reprodução que, por sua vez, tornam inevitável a disseminação de bens 
padronizados para a satisfação de necessidades iguais. O contraste técnico entre poucos 
centros de produção e uma recepção dispersa condicionaria a organização e o planejamento 
pela direção. Os padrões teriam resultado originalmente das necessidades dos consumidores: 
eis por que são aceitos sem resistência¿. Podemos entender que a primeira explicação para a 
existência da indústria cultural está: 
 
 
No surgimento da televisão. 
 
No surgimento das marcas. 
 
na valorização dos bens. 
 
Nas mudanças da arquitetura. 
 Nos avanços tecnológicos. 
 
 
 
4a Questão (Ref.:201708306207) Pontos: 0,0 / 0,1 
Sobre a pesquisa de Comunicação na América Latina, leia atentamente os três itens e 
assinale a opção correta. 
I - São demandas políticas e sociais, mais do que inquietações científicas, o que impulsiona 
a produção de conhecimento em comunicação na América Latina. 
II - Destacam-se como as principais influências teóricas na região, os trabalhos de Armand 
Mattelart (Chile), Antonio Pasquali (Venezuela), Luis Ramiro Beltrán (Colômbia), Eliseo 
Verón (Argentina), Paulo Freire (Brasil). Todos imbuídos de uma abordagem crítica da 
comunicação, vinculando-a à realidade de seus países e na perspectiva do continente 
unificado. 
III - A década de 80 teve claramente duas linhas de pesquisa. 1) Políticas Públicas/Nacionais 
de Comunicação: re-atualizando a questão da dependência e ampliando o tema, com a 
questão da tecnologia e da democracia, havia um projeto de intervenção na comunicação 
pública desde o Estado. 2) Comunicação Popular e Alternativa: ampliando a noção de 
comunicação para além da Indústria Cultural, havia um projeto de intervenção cultural desde 
os movimentos sociais. 
 
 
( ) Apenas III está correta 
 ( ) todos os itens estão corretos 
 
( ) Apenas I está correta 
 ( ) todos os itens estão incorretos 
 
( ) Apenas I e III estão corretas 
 
 
 
5a Questão (Ref.:201708305963) Pontos: 0,1 / 0,1 
Sobre a questão da "interdisciplinaridade" da comunicação, assinale (V) para as alternativas 
verdadeiras e (F) para as alternativas falsas. 
 
 Uma matéria jornalística sobre crianças envolvidas no tráfico de drogas pode ser 
analisada sob o viés sociológico, entendo portanto seu caráter interdisciplinar. 
 O fator negativo da interdisciplinaridade é seu caráter genérico, o que significa 
recorrentemente a ausência de um objeto de estudo. 
 Por interdisciplinaridade se entende uma troca de informações ou conhecimento entre 
diferentes ciências. 
 Comunicação não é interdisciplinar uma vez que dá conta de investigar todos os seus 
objetos sem o auxílio ou intromissão de outras ciências. 
 Comunicação é interdisciplinar por permitir trocas em diferentes campos do saber, por 
exemplo, ciências sociais, filosofia e ética. 
 
 
1a Questão (Ref.:201708356661) Pontos: 0,1 / 0,1 
A teoria sociológica do estrutural-funcionalismo diz que o sistema social na sua globalidade é 
entendido como um organismo cujas diferentes partes desempenham funções de manutenção 
do sistema. E a lógica que regulamenta os fenômenos sociais é constituída por relações de 
funcionalidade que presidem à solução de problemas fundamentais. Sobre esses problemas, 
assinale a alternativa incorreta. 
 
 
Ao dizer que a estrutura social resolve a questão dos imperativos funcionais, pretende-
se dizer que a ação social conforme às normas e aos valores sociais contribui para a 
satisfação das necessidades do sistema. 
 Os imperativos funcionais são, ao todo, três: Adaptação ao ambiente, perseguição do 
objetivo e manutenção do esquema de valores. 
 
Os problemas fundamentais tratados acima são conhecidos como imperativos 
funcionais. 
 
Uma estrutura parcial ou subsistema pode ser igualmente disfuncional, na medida em 
que constitui um obstáculo à satisfação de um das necessidades essenciais ou à solução 
de um dos problemas fundamentais. 
 
A sociedade deixa de ser o meio para se procurar atingir os fins dos indivíduos. São os 
indivíduos, na medida em que exercem uma função, que se tornam meio para se 
procurar atingir os fins da sociedade. 
 
 
 
2a Questão (Ref.:201708306217) Pontos: 0,1 / 0,1 
18) Sobre as pesquisas norte-americanas em Comunicação, leia atentamente os itens abaixo e 
assinale a alternativa correta: I ¿ Charles Sanders Peirce inaugura a Semiótica no campo de 
estudo preocupado com os processos de formação de significados a partir de uma perspectiva 
pragmática II ¿ Nos anos 30, H. Blumer, um dos membros da Escola de Chicago, a partir das 
idéias de G.H. Mead, inaugura o termo ¿interacionismo simbólico¿. III ¿ A agenda setting, 
também conhecida como Teoria dos Efeitos a Longo Prazo, trata-se de uma construção teórica 
que pensa a ação dos meios não como formadores de opiniões, causadores de efeitos diretos, 
mas como alteradores da estrutura cognitiva das pessoas. 
 
 
( ) Apenas I e II estão corretas 
 
( ) Apenas I e III estão corretas 
 
( ) Apenas I está correta 
 ( ) todos os itens estão corretos 
 
( ) Apenas III está correta 
 
 
 
3a Questão (Ref.:201708359602) Pontos: 0,1 / 0,1 
No aspecto filosófico paradigma serve a uma afirmação de identidade "a qual, sem renegar 
diferenças possíveis, opõe-se e contrasta, por ser unitária e uniforme, a toda dispersão pela 
multiplicidade". Sobre essa função é correto afirmar que: 
 
 
É indiferente, pois a identidade é sempre teórica 
 
É negativa, porém ao operar a redução efetiva de uma complexidade manifesta deixa-
se traduzir como conjunto de normas que preconizam a criação de modelos 
 É positiva, porém ao operar a redução efetiva de uma complexidade manifesta deixa-se 
traduzir como conjunto de normas que preconizam a criação de modelos 
 
É negativa, porém ao operar a ampliação efetiva de uma complexidade manifesta 
deixa-se traduzir como conjunto de normas caóticas que preconizam a criação de 
modelos 
 
É positiva, porém ao operar a ampliação efetiva de uma complexidade manifesta deixa-
se traduzir como conjunto de normas que preconizam a criação de tecnologias