Etiologia e prevenção da má oclusão
19 pág.

Etiologia e prevenção da má oclusão


DisciplinaPolíticas Públicas de Saúde 313 materiais289 seguidores
Pré-visualização1 página
09/11/2014
1
Etiologia e Prevenção da 
Má-Oclusão
\uf0d8No Brasil verificou-se que aos 12 e aos 15-19 
anos 58,14% e 53,23% respectivamente 
apresentavam algum tipo de anomalia.
Anomalias Severas:
\uf0d8Aos 12 anos 20,76% 
\uf0d8Aos 15-19 anos 18,75%
(MS,2010)
09/11/2014
2
\uf0a1 Hereditária
\uf0a1 Tamanho dentário
Macrodontia do ICS Direito Microdontia do ILS DireitoFonte:ALMEIDA,R.R
\uf0a1 Hereditária
\uf0a1 Forma
Geminação do ICS Direito Cúspide em garra do ILS Direito
Fonte:ALMEIDA,R.R
09/11/2014
3
\uf0a1 Hereditária
\uf0a1 Miscigenação racial
Fonte:ALMEIDA,R.R
\uf0a1 Hereditária
\uf0a1 Tipo Facial
Paciente Braquifacial
apresentando sobremordida 
profunda.
Fonte:ALMEIDA,R.R
09/11/2014
4
\uf0a1 Hereditária
\uf0a1 Tipo Facial
Paciente Dolicofacial
apresentando mordida aberta
Fonte:ALMEIDA,R.R
\uf0a1 Hereditária
\uf0a1 Tipo Facial
Paciente Mesofacial
Oclusão correspondente.Fonte:ALMEIDA,R.R
09/11/2014
5
\uf0a1 Hereditária
\uf0a7 Esquelética
Má-oclusão esquelética classe II
Fonte:ALMEIDA,R.R
\uf0a1 Hereditária
\uf0a1 Esquelética
Má-oclusão esquelética classe III
Fonte:ALMEIDA,R.R
09/11/2014
6
\uf0a1 Congênita
\uf0a1 Fissura Lábio-palatina
Fonte:ALMEIDA,R.R
\uf071Causas Adquiridas
\uf0a1 Gerais
\u2022 Taumatismos e acidentes
\u2022 Enfermidades Sistêmicas
\u2022 Fatores nutricionais
Fonte:ALMEIDA,R.R
09/11/2014
7
\uf071Causas Adquiridas
\uf0a1 Locais
\u2022 Perda prematura de dentes decíduos
Fonte:ALMEIDA,R.R
\uf071Causas Adquiridas
\uf0a1 Locais
\u2022 Perda de dentes permanentes
Fonte:ALMEIDA,R.R
09/11/2014
8
\uf071Causas Adquiridas
\uf0a1 Locais
\u2022 Retenção prolongada e reabsor-
ção anormal dos dentes decíduos
Fonte:ALMEIDA,R.R
\uf071Causas Adquiridas
\uf0a1 Locais
\u2022 Retenção prolongada e reabsor-
ção anormal dos dentes decíduos
Fonte:ALMEIDA,R.R
09/11/2014
9
\uf071Causas Adquiridas
\uf0a1 Locais
\u2022 Presença de dentes supranume-
rários
Fonte:ALMEIDA,R.R
\uf071Causas Adquiridas
\uf0a1 Locais
\u2022 Cistos
Fonte:ALMEIDA,R.R
09/11/2014
10
\uf071Causas Adquiridas
\uf0a1 Locais
\u2022 Irrupção Ectópica
Fonte:ALMEIDA,R.R
\uf071Causas Adquiridas
\uf0a1 Hábitos Bucais
\u2022 Sucção de chupeta
Fonte:ALMEIDA,R.R
09/11/2014
11
\uf071Causas Adquiridas
\uf0a1 Hábitos Bucais
\u2022 Sucção de dedo
Fonte:ALMEIDA,R.R
Fonte: GRABER, T.M
09/11/2014
12
\uf071Causas Adquiridas
\uf0a1 Hábitos Bucais
\u2022 Posicionamento Lingual
Atípico
Fonte:ALMEIDA,R.R
\uf071Causas Adquiridas
\uf0a1 Hábitos Bucais
\u2022 Interposição ou sucção
labial
Fonte:ALMEIDA,R.R
09/11/2014
13
\uf071Causas Adquiridas
\uf0a1 Hábitos Bucais
\u2022 Interposição ou sucção
labial
Trespasse horizontal acentuado devido à interposição do
lábio inferior
Fonte:ALMEIDA,R.R
\uf071Causas Adquiridas
\uf0a1 Hábitos Bucais
\u2022 Respirador Bucal
Fonte:ALMEIDA,R.R
09/11/2014
14
O Índice Oclusal é um método que determina o nível de
necessidade de tratamento ortodôntico ou a quantidade de
desvio a partir de uma normo-oclusão, podendo ser aplicado
em avaliações individuais ou da população.
IOTN (Índice de Necessidade de Tratamento Ortodôntico)
\uf0d8 Este nível de necessidade de tratamento utiliza 10 tipos de
maloclusão, sendo eles:
sobressaliência, sobremordida, mordida aberta, mordida cruzada
unilateral, mordida cruzada bilateral, apinhamento, dentes
inclusos, fissuras lábio-palatinas, maloclusão Classe II e
hipodontia.
\uf0d8 Componente estético do índice IOTN verifica-se através de uma
escala de 10 pontos ilustrada por 10 fotografias dos dentes em
oclusão, que são atribuídos valores quanto à atratividade pelo
paciente ou pelo dentista.
09/11/2014
15
Sua interpretação se dá da seguinte maneira:
componente de saúde dentária com escores 4 e 5: necessidade
real de tratamento ortodôntico, independente do componente
estético;
componente de saúde dentária com escores 1 e 2: sem
necessidade de tratamento ortodôntico;
componente de saúde dentária com escore 3: avalia-se o
componente estético para indicar ou não a necessidade de
tratamento.
09/11/2014
16
09/11/2014
17
\uf0d8Nota-se que em praticamente todos os estudos de
prevalência, a variação da oclusão acompanham um
padrão de distribuição,geralmente a ordem: Classe I
de Angle, Classe II de Angle e Classe III de Angle.
\uf0a1 produzir melhor função através da correção de 
irregularidades;
\uf0a1 criar não apenas maior resistência à doença, mas 
também melhorar a aparência pessoal.
09/11/2014
18
\uf076Os riscos à saúde causando danos aos dentes e tecidos 
circundantes associados a maloclusões são:
cáries, lesões periodontais, injúrias dentárias traumáticas, 
desgaste patológico dos dentes e reabsorção radicular.
\uf076Os riscos de desordens funcionais associados a maloclusões são: 
desordens craniomandibulares, dificuldades de mastigação, 
desordens fonéticas.
\uf076O risco de estresse psicossocial associado a maloclusões é a 
baixa auto-estima.
\uf0fc Aconselhamento e acompanhamento de mulheres grávidas e 
puérparas;
\uf0fc Identificação de respiradores bucais;
\uf0fc Prevenção de cáries dental;
\uf0fc Extração de dentes temporários que permanecem na boca;
\uf0fc Correção de hábitos inadequados;
\uf0fc Uso de protetores bucais;
\uf0fc Uso de mantenedores de espaço;
\uf0fc Exame dental criterioso;
\uf0fc Análise da oclusão.
09/11/2014
19