Apresentação tensoativos
23 pág.

Apresentação tensoativos


DisciplinaQuimica10133 materiais535 seguidores
Pré-visualização1 página
TENSOATIVO 
Universidade Federal Rural do Semi-Árido 
Departamento de Agrotecnologia e Ciências Sociais 
Disciplina: Físico-química 
 
Os tensioativos, também chamados de surfactantes, são substâncias que diminuem 
a tensão superficial ou influenciam a superfície de contato entre dois líquidos. 
Quando utilizados na tecnologia doméstica são geralmente chamados de 
emulsionantes ou emulgentes, ou seja, substâncias que permitem conseguir ou 
manter a emulsão. 
 
 
São feitos de moléculas na qual uma das metades é solúvel em água e a outra não. 
 
Tensoativos 
\uf0a7 TENSOATIVOS OU SURFANTANTES 
 O QUE SÃO? 
 
* Surface 
* Active 
* Agent 
Substâncias que possuem na mesma molécula grupos polares e apolares. 
A primeira substância a ser estudada foi o sabão, 
produzido através de uma reação de hidrolise de uma 
gordura/óleo numa solução básica resultando em glicerol e 
no sabão , propriamente dito: 
Através do estudo da molécula do sabão, estudou-se a síntese de outras 
moléculas que tivessem a mesma (ou semelhante) constituição molecular, daí 
surgiu os tensoativos. 
São constituídos por: 
 
Grupo Lipofílico \u2013 grupo químico solúvel em óleo/gorduras; são cadeias de 
hidrocarbonetos mais ou menos longas, ou estruturas derivadas. 
 
 
Grupo Hidrofílico \u2013 grupo químico solúvel em água; grupos funcionais de 
caráter iônico. 
 
Obs: A solubilidade em água de um agente tensoativo diminui com o aumento da 
cadeia lipofílica. 
 
\u2022 Aniônico 
Tensoativos aniônicos (substância ânion ativa) tem grupo químico 
carregado (-). Seus radicais mais comuns são os grupos carboxílicos, 
sulfônicos e sulfatos (freqüentemente encontrados nos detergentes, 
umectantes, dispersantes e emulsionantes). 
 
 
 
 
 
 
 
 
Classificação 
Aniônicos 
\u2022 Parte hidrófila composta por grupos com carga negativa 
\u2022 Parte hidrófoba pode ser um Álcool graxo, Dodecilbenzeno, Ácidos 
 graxos, entre outros 
SO
3
_
Na
+
OSO
3
Na
_
+
O
C
O
_
Na
+
Alquilbenzeno sulfonato de 
Sódio 
Lauril sulfato de sódio 
Ácidos graxos saponificados 
ou Sabões 
 
\u2022 Catiônico 
 
Tensoativo catiônicos (substância cátion ativa): tem grupo químico 
carregado (+). Os grupos mais comuns são os grupos amínicos 
(freqüentemente encontrados nos amaciantes); 
 
Catiônicos 
\u2022 Parte hidrófila composta por grupos com carga positiva 
Quaternários de amônio com 
cadeia graxa 
\u2022Não Ionico 
Tensoativos não iônicos: não se ionizam, logo não possuem carga. Os radicais 
mais comuns são éter, hidroxi, éster. 
Tipos de tensoativos 
Não iônicos 
\u2022 Parte hidrófila derivada de óxido de etileno 
\u2022 Parte hidrófoba pode ser um Álcool graxo, Nonilfenol, Amina graxa, 
 entre outros 
Nonilfenol etoxilado 
Álcoois graxos etoxilados 
Álcoois graxos etoxilados e 
propoxilados 
Ácidos graxos etoxilados 
n
)OCH
22O(CH H
)OCH
22
O(CH
n
H
m
)(
3
CH
CH
2
CH
n
(CHO
2 2
CHO) O H
H
n
O
C
(CHO
2 2
CHO)
 
\u2022Anfotérico 
 Tensoativos anfóteros: podem assumir caráter catiônicos ou aniônico 
dependendo do pH do meio. 
\u2022 Parte hidrófila pode apresentar carga positiva ou negativa, de 
 acordo com o pH 
3
3
CH
CH
CHN
+
2
C
O
O
_Betaínas 
Classificação de tensoativos 
Aniônico 
Catiônico 
Anfótero 
pH > 7 Não-iônico 
BHL do Tensoativo 
Balanço Lipófilo / Hidrófilo 
\uf0dc Griffin (1949) \uf0de números de 0 a 20 
\uf0dc Expressa a relação numérica entre os grupos polar 
 e apolar da molécula de tensoativo. 
\uf0dc Está relacionado à solubilidade do tensoativo nas 
 fases oleosa e aquosa. 
\uf0dc HLB > 6 
 
 
 
\uf0de maior solubililidade em água 
\uf0de tensoativo é mais hidrófilo 
\uf0de emulsões O/A 
\uf0dc HLB < 6 
 
\uf0de menor solubililidade em água 
\uf0de tensoativo é lipófilo 
\uf0de emulsões A/O 
Balanço Hidrofílico-Lipofílico (valor BHL) Os tensoativos também podem ser classificados 
conforme seu valor HLB, numa escala de 0 (totalmente lipofílico) a 20 (totalmente 
hidrofílico): É importante conhecer valor HLB, pois deste deriva sua aplicação: 
Balanço Hidrofílico-Lipofílico (valor BHL) 
Dispersões: É distribuição uniforme de partículas em outra substância (dimensão 
microscópica). Cada fase da dispersão pode ser sólida, líquida ou gasosa. 
Agem como os emulsificantes formando emulsões, colocando-se nas 
interfaces; sua presença torna possível dispersões coloidais ou suspensões 
de sólidos em líquidos, nos quais estes não são solúveis. O dispersante age 
impedindo a reaglomeração dos sólidos. 
Dispersantes 
Emulsão 
 
Dispersão de dois líquidos não miscíveis. Pode ser obtida quando 
incorporase ao sistema um agente tensoativo (emulgador ou emulsificador), 
que impõe uma distribuição homogênea de um líquido no outro. 
 Classificação das emulsões: 
 
- Emulsão de óleo em água (O/A) 
- Fase dispersa: óleo 
- Fase dispersante: água 
- O tensoativo deve ter caráter hidrofílico (HLB 8 \u2013 18) 
 
 
- - Emulsão de água em óleo (A/O) 
- Fase dispersa: água 
- Fase dispersante: óleo 
- O tensoativo deve ser lipofílico (HLB 3 \u2013 6) 
Objetivo do tensoativo 
Agir como conciliador entre compostos sem afinidade, 
pela alteração da tensão superficial principalmente da 
água. 
Denominações dos tensoativos 
\u2022 Emulsionante 
\u2022 Dispersante 
\u2022 Umectante 
\u2022 Detergente 
\u2022 Antiespumante 
\u2022 Surfactante 
\u2022 Desengraxante 
\u2022 Lubrificante 
\u2022 Amaciante 
\u2022 Solubilizante 
\u2022 Espumante 
\u2022 Espalhante 
\u2022 Emoliente 
\u2022 Penetrante 
 
A B C D 
Te
n
sã
o
 s
u
p
e
rf
ic
ia
l 
Concentração 
(log10C) 
CMC 
A 
D C 
B 
TENSÃO SUPERFICIAL E FORMAÇÃO DE MICELAS 
- Micelas- 
Óleo / Agua Agua / Óleo