Meios alternativos de pacificação social - Resumo
1 pág.

Meios alternativos de pacificação social - Resumo

Pré-visualização1 página
1
Processo Civil - Resumo
MEIOS ALTERNATIVOS DE PACIFICAÇÃO
SOCIAL
A jurisdição é a úl tima ratio usada com o forma d e pacificaç ão social, logo, nã o
é a única forma de solucionar os con flitos. Aos meios nã o jurisd icionais de s olução d e
conflitos se dá o nome de métodos alternativo s de resoluç ão de confli tos ou meio s
alternativos de pacifi cação social.
Esses métodos têm com o benefício a celerida de e o baixo cu sto, ao contrário dos
processos judiciais que são procedim entos formais e dispendiosos. Po r tais
característi cas, aliadas à percepçã o de que o Est ado, na maioria das v ezes, é falh o na
resolução e fetiva das lides, há v alorização desses meios alternat ivos.
Além disso, muitos consideram que as próprias partes estão em uma posição
melhor par a decidirem , juntas ou com aju da de um t erceiro, a solução m ais
adequada, j usta e efic az para di rimir o co nflito.
Os meios al ternativos d e pacificaç ão social ma is comuns s ão: a media ção, a
conciliação, a autotu tela e o ju lgamento po r órgãos adm inistrat ivos.
É importante frisar qu e no direito brasil eiro o acesso a o Judiciário é um a
garantia co nstitucional (art. 5º, XXXV) e que qu alquer espécie de resolução de confli to
realizada f ora do âm bito do P oder Judi ciário n ão será dotada de definitivi dade,
podendo se r submetida ao controle e revisão d o Judiciá rio.
Por fim, a s entença arbit ral tem naturez a de títu lo judicial e a a rbitragem é
considerada p ela legisl ação como uma hipóte se de juris dição.