A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
32 pág.
Resíduos sólidos

Pré-visualização | Página 1 de 2

4 - GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS NA CONSTRUÇÃO CIVIL 
Acadêmico: Marcos Paulo Thomazi
8ª Fase de Engenharia Civil
Dra. Fabiane Fisch 
Geração de resíduos sólidos na construção civil 
Autores:
- SCHNEIDER, Arceli Maria; (Acadêmica do 9° semestre do Curso de Arquitetura e Urbanismo, UNICRUZ.)
- RADMANN, Maiara; (Acadêmica do 9° semestre do Curso de Arquitetura e Urbanismo, UNICRUZ.)
- SILVA, Taisa Pires da; (Acadêmica do 9° semestre do Curso de Arquitetura e Urbanismo, UNICRUZ.) 
- OLIVEIRA, Tarcisio Dorn de; Autor e Orientador. Professor do Curso de Arquitetura e Urbanismo, UNICRUZ
Editora: Revista Interdisciplinar de Ensino, Pesquisa e Extensão vol. 3 n°1 
Resumo:
	A construção civil é reconhecida como uma importante atividade para o desenvolvimento econômico e social do nosso país, é considerada um dos setores que mais cresceu nos últimos anos por ser grande geradora de riqueza e trabalho tendo um papel muito importante em termos socioeconômicos no país.
 	No entanto, sob o ponto de vista ambiental os resíduos sólidos são preocupantes quando se trata de suas excessivas quantidades produzidas e sua destinação inadequada. 
Palavras-chave: Resíduos Sólidos. Construção Civil. Reciclagem 
Referencial teórico
Definições segundo (CONAMA, 2002):
Resíduos são todos os materiais provenientes de construções, reformas, reparos e demolições de obras de construção civil, e os resultantes da preparação e da escavação de terrenos tais como: tijolos, blocos cerâmicos, concreto em geral, solos, rochas, metais, resinas, colas, tintas, madeiras e compensados, forros, argamassa, gesso, telhas, pavimento asfáltico, vidros, plásticos, tubulações, fiação elétrica etc., comumente chamados de entulhos de obras, caliça ou metralha.
Reutilização é o processo de reaplicação de um resíduo, sem transformação do mesmo.
Referencial teórico
Definições segundo (CONAMA, 2002):
Reciclagem pode ser entendida como o processo de reaproveitamento de um resíduo, após ter sido submetido à transformação. 
Gerenciamento de resíduos é o sistema de gestão que visa reduzir, reutilizar ou reciclar resíduos, incluindo planejamento, responsabilidades, práticas, procedimentos e recursos para desenvolver e implementar as ações necessárias ao cumprimento das etapas previstas em programas e planos
Aspectos metodológicos
	A pesquisa é desenvolvida mediante levantamento bibliográfico em livros, artigos, tese de mestrados e doutorados, para uma real compreensão da crescente preocupação com o aumento da produção de RCD e formas de redução e de transformação para reuso.
	
	 Por tanto os aspectos metodológicos utilizados no presente estudo, define-se como descritivo, visando a revisão bibliográfica ao assunto descrevendo a importância do envolvimento da indústria no processo da reciclagem. 
Introdução
O desenvolvimento sustentável tem como objetivo atender às necessidades do presente, sem comprometer a possibilidade das gerações futuras atenderem às suas próprias necessidades.
Para isto, três grandes desafios devem-se sustentar: garantir a disponibilidade de recursos naturais através dos produtos renováveis e dos não renováveis, utilizando-os de forma a garantir que tecnologias alternativas sejam desenvolvidas a tempo de substituí-los quando começarem a ficar escassos; não ultrapassar os limites da biosfera para assimilar resíduos e poluição; reduzir a pobreza no mundo. (ANTOCHEVES; PIEREZAN, 2012, p.2).
Definições, conceitos e fases da geração de RCD 
- Os Resíduos de Construção e Demolição (RCD) é responsável por um grande impacto ambiental e é frequentemente disposto de maneira clandestina, em terrenos baldios e outras áreas públicas, ou em bota fora e aterros, tendo sua potencialidade desperdiçada”. (ANTOCHEVES; PIEREZAN, 2012)
- A destinação inadequada destes resíduos causa a degradação das áreas urbanas e do solo, intensificação de enchentes, poluição do ar, invasão de terrenos e diversos outros fatores que afetam a sociedade em geral
Definições, conceitos e fases da geração de RCD 
Fonte: Gestão de Resíduos na Construção Civil: Redução, Reutilização e Reciclagem. 
Definições, conceitos e fases da geração de RCD 
- Para reduzir estes impactos, nos últimos anos, implantou-se a conscientização sobre a importância do consumo sustentável e gerenciamento adequado de resíduos da construção civil, e partir daí, surgem soluções que reaproveitam tais materiais para a fabricação de novos produtos através de empreendimentos que investem na reciclagem destes resíduos,
Definições, conceitos e fases da geração de RCD 
A geração de resíduos esta diretamente relacionada com o crescimento de cada cidade, mas estima-se que o RCD gerado varia de 42% a 80%, provavelmente proveniente de atividades de demolição, reformas e manutenção 
-Basicamente pode-se dividir em três fases de geração de resíduos:
fase construtiva, fase de manutenção e reformas e fase de demolição.
Definições, conceitos e fases da geração de RCD 
 Fase construtiva:
	Na fase de construção as perdas estão relacionadas à qualidade de execução, onde podem ocorrer falhas nos prumos, consequentemente aumentando a dimensão determinada em projeto, além da ocorrência dos resíduos comuns oriundos da execução. A redução ou não da geração de RCD esta relacionado diretamente com a seleção adequada de materiais, treinamento de mão-de-obra, ferramentas adequadas, condições de projeto, estoque, transporte e processo de execução, sem que haja necessariamente uso de tecnologias.
Definições, conceitos e fases da geração de RCD 
 Fase de manutenção e reformas:
	A geração do RCD esta relacionado a várias situações nessa fase, como a correção de patologias, modernização ou troca de materiais que tenham atingido o final da vida útil. Para tanto, é preciso haver preocupação com essas situações ainda durante a fase de construção, evitando e/ou reduzindo a necessidade de correções e manutenções posteriores, além do emprego de materiais com maior vida útil.
Definições, conceitos e fases da geração de RCD 
 Fase de demolição:
	Recomenda-se evitar a etapa de demolição, para que isso ocorra é necessário que tenha o incentivo para os proprietários não optem pela demolição, apenas pela modernização. Além disso, evitar a demolição depende do prolongamento da vida útil dos materiais e de sua execução, inclusive a utilização de componentes que permitam a desmontagem e a reutilização. 
Definições, conceitos e fases da geração de RCD 
Apesar de causar tantos problemas, o entulho deve ser visto como fonte de materiais de grande utilidade para a construção civil, pois seu uso mais tradicional (em aterros) nem sempre é o mais racional, pois ele serve também para substituir materiais normalmente extraídos de jazidas ou pode se transformar em matéria-prima para componentes de construção, de qualidade comparável aos materiais tradicionais (ANTOCHEVES; PIEREZAN, 2012). 
Definições, conceitos e fases da geração de RCD 
Dessa maneira, é possível produzir agregados, areia e brita, para uso em pavimentação, contenção de encostas, canalização de córregos e uso em argamassas e concreto. Da mesma maneira, podem-se fabricar componentes de construção, como blocos, tubos para drenagem, placas, entre outros. Para todas estas aplicações, é possível obter similaridade de desempenho em relação a produtos convencionais, com custos muito competitivos. 
Definições, conceitos e fases da geração de RCD 
A reciclagem dos materiais tem cada vez maior aceitação no mundo, pois grande parcela do resíduo gerado pode ser transformada em algo útil. Contudo maior parte ainda não é reaproveitada, sendo disposta de forma prejudicial à natureza. De acordo com Biddle (1993), o que importa na reciclagem é se ela é economicamente viável. A reciclagem não é somente uma questão de recuperar materiais, mas um sistema econômico. 
Definições, conceitos e fases da geração de RCD 
- A reciclagem de entulho pode ser realizada com instalações e equipamentos de baixo custo, apesar

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.