A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
RESENHA CRÍTICA   LAÍSA

Pré-visualização | Página 1 de 1

UNIVERSIDADE TIRADENTES - UNIT
CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS
CURSO DE DIREITO
RESENHA CRÍTICA: História e Origem da Ciência da Psicologia – Como surgiu a psicologia científica
Aluna: Laísa Caroline Bispo Santos
Profº: Alvaci Freitas de Resende
1. RESUMO DA TEXTO
	O texto refere-se à Evolução da Psicologia como Ciência, relatando a história na qual foi construída desde o seu princípio. Trata sobre a Psicologia e História, recuperando fatos, para compreendermos melhor nossos pensamentos e comportamentos como seres humanos. A História da Psicologia teve início por volta de 2000 a.C. e está ligada à necessidade do homem compreender a si mesmo. Relata também a evolução e conquistas dos gregos chegando à base da psicologia como ciência através do médico da Grécia Clássica Alcmeão de Crotona, que propõe que “a vida mental é uma função do cérebro”. Os outros filósofos engajados são: Hipócrates, Sócrates, Platão, Aristóteles (gregos) e Descartes (francês).
Hipócrates (460-370 a.C): classifica as pessoas em 4 tipos com base nos humores corporais, fleumático, sanguíneo, melancólico e colérico.
Sócrates (469-399 a.C.): Reconhecia a mente também, além da alma.
Platão (427-347 a.C): Discípulo de Sócrates. Interessado em saber o papel da mente no controle do comportamento humano. Progenitor do dualismo (o corpo e a mente independentes e antagônicos) em psicologia.
Aristóteles (384-322 A. C): Discípulo de Platão. Transmitiu a ideia da inseparabilidade da alma e do corpo vivo. Possuía base científica.
René Descartes: Declarou que o homem possui natureza dupla: mental e física. Para ele, pensar é a principal função da alma.
	Gradualmente a psicologia passou a ser definida como “o estudo da mente”. Para se conhecer o psiquismo humano passa a ser necessário compreender os mecanismos e o funcionamento da máquina de pensar do homem – seu cérebro. Assim, a Psicologia surge como disciplina científica possuindo como tutor Wilhelm Wundt (1832-1920), no Instituto da Psicologia na Alemanha em 1879 onde adotou o método de introspecção. Esses esforços resultam em diferentes escolas de pensamento:
Estruturalismo: Estudou experiências conscientes, estrutura do cérebro e sistema nervoso. Analisa as sensações, sentimentos e imagens.
Funcionalismo: Segundo eles, a mente vai sempre ajudar a pessoa a se adaptar a seu meio ambiente.
Behaviorismo: Tornou-se importante por ter definido o fato psicológico de modo concreto, a partir da noção de comportamento.
Gestalt: Postula a necessidade de se compreender o homem como uma totalidade.
Psicanálise: Baseada na motivação inconsciente, especialmente do ponto de vista do entendimento do comportamento anormal.
Psicologia Humanista: Acreditavam que o comportamento humano é controlado pela nossa própria vontade e não pelo inconsciente ou pelo ambiente.
A história da psicologia como ciência durou cerca de 150 anos. 
2. CRÍTICA
	Conhecer o processo de formação da psicologia enquanto a sua história permite-nos uma visão mais ampla para compreensão do homem, de suas ações e questionamentos. Em suma, conhecendo-se a história da Psicologia, torna-se mais claro o entendimento da contribuição dos diversos pensadores acerca do assunto, e essa evolução nos mostra que a Psicologia estará sempre em desenvolvimento. Evidencia também que todas as ciências, e não só a Psicologia, estão sempre em transformação, influenciadas por novas pesquisas, novas descobertas. Assim, ao buscar compreender a Psicologia em sua história, se torna fundamental a análise dessas diferenças entre seus pesquisadores e suas ideias. Com conhecimentos acerca do desenrolar histórico da Psicologia, a autora empenhou-se em apresentar clara e detalhadamente as circunstâncias e características da história da evolução científica, nos levando a compreender as ideias básicas das várias linhas filosóficas, bem como a descobrir uma nova maneira de interpretar o ser humano e suas ações.
	Com estilo claro o objetivo, a autora esclarece sobre o surgimento de diversas áreas das ciências naturais e sociais, exemplificando, impulsionando reflexão crítica e discussão teórica sobre o assunto. Por fim, ao estudar e tentar compreender a Psicologia como ciência independente vale, sem dúvida, a análise histórica da mesma.
3. FONTE:
https://www.psicoativo.com/2016/06/historia-e-origem-da-ciencia-da-psicologia.html <acesso em 30/08/2018>

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.