PRINCIPAIS DROGAS UTILIZADAS NA UTI
109 pág.

PRINCIPAIS DROGAS UTILIZADAS NA UTI


DisciplinaFarmacologia I32.003 materiais606.733 seguidores
Pré-visualização30 páginas
FACULDADE DE TECNOLOGIA 
SENAC BLUMENAU
Curso técnico de enfermagem
Cléber Correia Marques
Fábio Baptista Rodrigues Leite
Principais Drogas Utilizadas Na Unidade De Terapia Intensiva
Blumenau \u2013 SC 
2018
Cléber Correia Marques
Fábio Baptista Rodrigues Leite
Principais Drogas Utilizadas Na Unidade De Terapia Intensiva
Trabalho apresentado relativo ao V Módulo, 
para a UC 15:
Prof.ª Maria Rosana Santos
Da Faculdade de Tecnologia SENAC Blumenau
Blumenau \u2013 SC 
2018
SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO------------------------------------------------------01
PRINCIPAIS DROGAS-------------------------------------------02
 	ALBUMINA---------------------------------------------------------------------------------02
 	AMIODARONA----------------------------------------------------------------------------04
 	BICARBONATO---------------------------------------------------------------------------05
 	CETAMINA---------------------------------------------------------------------------------08
 	CLONIDINA	--------------------------------------------------------------------------------11
 	CLORETO DE POTÁSSIO 19,1%-----------------------------------------------------14
 	CLORETO DE SÓDIO 20%-------------------------------------------------------------16
 	COLISTIMETATO DE SÓDIO---------------------------------------------------------17
 	DESLANOL---------------------------------------------------------------------------------20
DOBULTAMINA---------------------------------------------------------------------------23
DOPAMINA---------------------------------------------------------------------------------25
EPINEFRINA-------------------------------------------------------------------------------28
ETOMIDATO-------------------------------------------------------------------------------30
FENTANILA	--------------------------------------------------------------------------------32
FUROSEMIDA-----------------------------------------------------------------------------34
GENTAMICINA----------------------------------------------------------------------------37
GLUCANATO DE CALCIO 10%------------------------------------------------------40
INSULINA-----------------------------------------------------------------------------------43
KEFOX---------------------------------------------------------------------------------------47
LACTATO DE MILRINONA------------------------------------------------------------50
LEVOSIMEDAM---------------------------------------------------------------------------52
MAXCEF-------------------------------------------------------------------------------------54
MIDAZOLAM------------------------------------------------------------------------------57
NITROGLICERINA-----------------------------------------------------------------------60
NITROPRUSSIATO DE SÓDIO--------------------------------------------------------63
NORADRENALINA-----------------------------------------------------------------------66
NORIPURUM-------------------------------------------------------------------------------68
PANCURÔNIO-----------------------------------------------------------------------------69
PRECEDEX---------------------------------------------------------------------------------71
PROPORFOL-------------------------------------------------------------------------------74
PROSTAGLANDINA----------------------------------------------------------------------76
REOPRO--------------------------------------------------------------------------------------80
SANDOSTATIM----------------------------------------------------------------------------82
SUCCINIL COLIN-------------------------------------------------------------------------84
THIOPENTAL------------------------------------------------------------------------------85
TIENAN--------------------------------------------------------------------------------------87
TYGACIL------------------------------------------------------------------------------------89
UNASYN-------------------------------------------------------------------------------------91
VANCOMICINA----------------------------------------------------------------------------94
VASOPRESSINA---------------------------------------------------------------------------96
ZINACEF------------------------------------------------------------------------------------98
5 CONCLUSÃO------------------------------------------------------101
6 REFERÊNCIAS----------------------------------------------------102
INTRODUÇÃO
Grande parte dos pacientes das unidades de terapia intensiva sentem muita dor, inquietação e aflição. A terapia com analgésicos e sedativos é essencial para aliviar estas sensações, diminuir o estresse e evitar atrasos na melhora e na desvinculação da ventilação mecânica. A estabilidade do paciente é influenciada consideravelmente pela seleção dos analgésicos e sedativos, a sedação exagerada ou reduzida e o controle inadequado da dor. A administração de medicamentos para pacientes em situação grave é diversificada e complexa. Normalmente usam-se drogas que modificam as atividades vitais do organismo, provocando instabilidade hemodinâmica. Devido a isso a administração correta da velocidade de infusão das medicações deve ser rígida e para isso é indispensável utilizar a bomba de infusão. Este trabalho tem o objetivo de demonstrar algumas das drogas mais utilizadas nas unidades de terapia intensiva e esclarecer suas ações, efeitos, interações medicamentosas, via de administração, cuidados de enfermagem, classe e apresentação destas medicações.
PRINCIPAIS DROGAS UTILIZADAS NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA
1. ALBUMINA
1.1 Classe do medicamento
Albumina humana hemoderivado coloide natural (substância ativa) consiste de uma fração proteica de plasma humano, hemoderivado. 
A albumina é uma proteína de rico valor biológico que é encontrada no plasma do sangue. Ela é sintetizada no fígado. A albumina também pode ser encontrada no ovo e no leite. Pertence à classe dos medicamentos substitutos do plasma e das fracções proteicas do plasma.
1.2 Apresentação 
Sua apresentação é em solução injetável contendo 0,2 g de albumina humana em cada mL. Embalagens contendo 1 frasco-ampola com 10, 50 ou 100 ML acompanhado de equipo para administração intravenosa.
1.3 Vias de administração 
A albumina humana está pronta para seu uso imediato e deve ser administrada unicamente por infusão intravenosa.
1.4 Ação e efeito 
Sua principal função no corpo humano é a manutenção da pressão osmótica, transporte de hormônios produzidos pela tireoide, transporte de ácidos graxos livres, transporte de hormônios lipossolúveis, transporte de bilirrubina não conjugada, controle do ph.
1.5 Efeitos colaterais
Os efeitos colaterais são raros. Podendo ocorrer reações suaves como rubor, urticária1, febre2 e náuseas3 desaparecem após a interrupção da infusão. Pode ocorrer hipervolemia se a dosagem e a velocidade de infusão não estiverem corretas
1.6 Interações medicamentosas.
Até o momento não se conhecem interações da albumina humana com outros produtos. Incompatibilidades, A albumina humana não deve ser misturada com outros medicamentos, sangue total e concentrados de hemácias.
1.7 Cuidados de enfermagem 
Imediatamente antes da administração, deve-se verificar visualmente se o conteúdo do frasco não está turvo e se não contém qualquer sedimentação. Caso positivo, não utilize o frasco.
Se mantida sob refrigeração, a preparação deve ser trazida à temperatura ambiente, antes da administração. A solução de Albumina humana (substância ativa) não deve ser utilizada em temperatura muito abaixo da temperatura corpórea.
A duração da administração da infusão da solução injetável deve ser de até quatro horas após a abertura do frasco, caso exceda esse tempo deverá ser descartada.
Geane
Geane fez um comentário
Boa tarde alguem poderia me enviar esse documento por favor. geanealves113@gmail.com
0 aprovações
Carregar mais