A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
19 pág.
ACELERADORES TECNOLÓGICOS jim collins

Pré-visualização | Página 1 de 1

BOA NOITE
ACELERADORES TECNOLÓGICOS
MÉTODO DE DISCIPLINA
Empreendedores diziam: A internet vai revolucionar todos os tipos de negócios e que a nova tecnologia iria mudar tudo.
Diga que está fazendo algo relacionado à internet e você se tornará rico, mesmo sem ter lucro ou uma empresa real.
ARRASTAR, CAMINHAR E CORRER
Arrastar: parar para refletir.
Caminhar: usar a inteligência .
Correr: pensar a frente da concorrência.
A TECNOLOGIA E O CONCEITO DO PORCO ESPINHO
Ao longo das mudanças, as empresas excelentes se adaptaram e permaneceram. 
Elas se adaptaram antes e ressurgiram excelentes. As melhores vão se adaptar de novo.
No que você é melhor do mundo: atividade na qual você pode ser o melhor do mundo talvez não seja nem mesmo algo que a empresa esteja engajada no momento.
Qual é sua paixão: empresas que se tornam excelentes se concentraram nas atividades que despertavam sua paixão pelo que faziam.
O que impulsiona seu motor econômico: empresas que fizeram transição de boas para excelentes alcançaram profunda compreensão de como gerar com eficácia fluxo de caixa e lucratividade de modo substancial e continuo. 
DE QUE FORMA AS EMPRESAS QUE TRILHARAM O CAMINHO DA EXCELÊNCIA PENSAM DIFERENTE SOBRE TECNOLOGIA ?
A internet é apenas mais uma etapa, dentro de um padrão contínuo.
As empresas devem usar a tecnologia como uma ferramenta de apoio para os processos organizacionais.
ACELERADORES TECNOLÓGICOS NAS EMPRESAS “FEITAS PARA VENCER”
Todas as empresas que deixaram de ser boas para se tornar excelentes foram pioneiras na aplicação de tecnologias, mas as tecnologias propriamente ditas variavam bastante.
Gillette: pioneira na aplicação de sofisticação tecnológica para produzir bilhões de produtos de elevada tolerância a um custo baixo, com consistência impressionante. Protege os segredos da tecnologia de fabricação com a mesma obsessão com que a Coca-Cola protege a sua fórmula.
 Kroger: pioneira na aplicação da tecnologia de informação, foi a primeira a fazer testes sérios com as leitoras de códigos de barras, que foram conectadas com o ciclo inteiro do fluxo de caixa, a empresa gerou recursos para o processo maciço de renovação das lojas.
Walgreens: pioneira das comunicações via satélite e da tecnologia de rede de computadores, em conexão com seu conceito de lojas de conveniência em cada esquina, sob medida para as necessidades especiais de cada local e ambiente demográfico.
A TECNOLOGIA COMO UM ACELERADOR E NÃO UM GERADOR DE VELOCIDADE
 Quando utilizada corretamente, a tecnologia se torna um acelerador e não um gerador de velocidade.
As empresas “Feitas para vencer” nunca iniciaram suas transições com tecnologia pioneira, pela simples razão de que não se pode utilizar bem a tecnologia até que se saiba que tecnologias são de fato relevantes para o negócio.
Tornar a tecnologia produtiva, numa transição de empresa boa para excelente, significa fazer as seguintes perguntas: 
	“ A tecnologia se encaixa perfeitamente dentro de seu conceito 	porco- espinho?”
Se a resposta for positiva, você precisa ser pioneiro na aplicação dessa tecnologia.
Se a resposta for negativa, deve-se fazer a pergunta: Será que você precisa mesmo dessa tecnologia?
ARMADILHA TECNOLÓGICA
A confiança inconsequente na tecnologia é um risco.
A tecnologia é um motor fundamental, no sentido de acelerar o movimento para frente.
Quando usada de forma errada, a tecnologia só faz acelerar a própria destruição que a própria empresa criou.
TECNOLOGIA E O MEDO DE FICAR PARA TRÁS
Aqueles que transformam empresas boas em empresas excelentes são motivados por uma profunda ânsia criativa e uma compulsão interior pela pura excelência imaculada em si mesma.
Já aqueles que constroem e perpetuam a mediocridade são mais motivados pelo medo de ficar para trás. 
OBRIGADO !
LIVRO: EMPRESAS FEITAS PARA VENCER – JIM COLLINS
 Professora : Mara Regina Pagnussat Benke
Acadêmicos : Larissa Moreira, Maldine Moreira e Rafael Fernandes.