Filosofia e Ética Avaliação
5 pág.

Filosofia e Ética Avaliação


DisciplinaFilosofia e Ética2.876 materiais77.579 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Resultado da tentativa 1,1 em 5,5 pontos 
Tempo decorrido 25 minutos 
Instruções Responda de acordo com o conteúdo visto na disciplina. 
Resultados exibidos Respostas enviadas, Respostas corretas, Comentários, Perguntas respondidas incorretamente 
\uf0b7 Pergunta 1 
0 em 0,55 pontos 
 
Sócrates acreditava que todos já nascíamos com o conhecimento. Para extrairmos esse conhecimento de 
dentro de nós mesmos, ele criou um método que se utiliza do diálogo, uma ferramenta importantíssima para 
a experiência filosófica, uma vez que é por meio do diálogo que conseguimos \u201cparir\u201d o conhecimento de 
nosso interior e trazê-lo à luz. 
Considerando as informações apresentadas e o conteúdo do livro-texto, é correto afirmar 
que o método socrático de produção do conhecimento ficou conhecido como: 
 
Resposta Selecionada: c. 
Método indutivo. 
Resposta Correta: e. 
Método da maiêutica. 
Feedback 
da resposta: 
Da mesma forma que sua mãe, uma parteira, ajudava as mães a trazerem à 
luz seus filhos no momento do parto, Sócrates defendia que também já temos 
dentro de nós mesmos todo e qualquer conhecimento, bastava que nós, por 
meio de uma ação semelhante à da parteira (em grego, maiêutica), 
trouxéssemos à luz o conhecimento que já temos sobre as coisas. Para esse 
parto de ideias e conhecimentos Sócrates se utilizava do diálogo para, 
gradativamente, ir trazendo à luz a verdade. Desse modo, o método socrático 
fica conhecido como método da parteira, ou melhor, em grego, método da 
maiêutica. 
 
 
\uf0b7 Pergunta 2 
0 em 0,55 pontos 
 
Várias foram as condições históricas que tornaram possível o surgimento da Filosofia na Grécia Antiga. 
Nesse sentido, podemos destacar o surgimento da moeda, do calendário, da vida pública, do alfabeto grego, 
das grandes viagens marítimas para buscar novas rotas comerciais e o surgimento da política. Todos esses 
acontecimentos foram determinantes para que o conhecimento filosófico surgisse na Grécia, por volta dos 
séculos VII e VI a.C. 
Sobre o tema do surgimento da Filosofia na Grécia Antiga, é correto afirmar que: 
 
Resposta 
Selecionada: 
e. 
o surgimento da moeda foi importante para a origem da Filosofia porque ajudou os cidadãos 
a pagarem os professores de Filosofia da época para ensinarem as habilidades exigidas por 
esse tipo de conhecimento. 
 
Resposta 
Correta: 
d. 
o surgimento da vida pública e da política foi determinante para a origem da Filosofia porque 
fez com que as pessoas participassem da criação das leis da pólis (cidade-estado), e alguns 
conceitos abstratos, como justiça e bondade, passaram a exigir uma definição conceitual 
racional para convencer os cidadãos a votarem nas leis que fossem racionalmente melhores 
e mais justas. 
 
 
Feedback 
da resposta: 
A vida urbana trouxe consigo uma série de problemas sociais que exigiram dos cidadãos uma 
resposta política de reorganização do poder, marcando assim a origem da política, do cidadão 
da pólis. Desse modo, essa nova reorganização do poder culminou na criação da democracia 
como forma de governo em que os cidadãos da pólis podiam participar das decisões e 
 
criações de leis. Com efeito, essa participação passou a exigir de cada cidadão uma 
capacidade de elaborar conceitos como justiça, bondade e verdade para poder convencer a 
todos sobre o que é o melhor para a pólis, conceitos estes que são próprios do conhecimento 
filosófico. Desse modo, a Filosofia surge para auxiliar os gregos dentro desse contexto de 
surgimento da vida urbana e da política. 
 
 
\uf0b7 Pergunta 3 
0 em 0,55 pontos 
 
Vimos em nossos estudos que o tema da linguagem é de suma importância para a filosofia. Sobre esse 
assunto, leia a definição de linguagem a seguir. 
\u201cA linguagem é um instrumento que nos permite pensar e comunicar o pensamento, estabelecer diálogos 
com nossos semelhantes e dar sentido à realidade que nos cerca\u201d. 
(ARANHA, M. L. A.; MARTINS, M. H. P. Filosofando. São Paulo: Moderna, 2013. p. 43) 
Essa definição contrasta com a definição de um dos mais importantes pensadores da linguagem, que foi 
Charles Sanders Peirce. É correto afirmar que, segundo este autor: 
 
 
Resposta 
Selecionada: 
e. 
A linguagem é um sistema de ícones que deve substituir as coisas reais por 
representações que afetam o sujeito de conhecimento simbolicamente. 
Resposta 
Correta: 
b. 
A linguagem é um sistema de signos que deve ocupar o lugar das coisas, 
que deve substituir o objeto por uma representação. 
Feedback 
da resposta: 
Segundo Peirce, a linguagem é um sistema de signos. Esses signos têm a 
função de substituir os objetos reais por representações. Existem várias formas 
de representar, por meio de signos, esses objetos. Se a relação entre o signo e 
o objeto é uma relação de semelhança, temos um signo que será 
denominado ícone. Se a relação for por meio de uma causa e um efeito, então 
esse signo será denominado índice. Se a relação entre signo e objeto é 
arbitrária, quer dizer que estamos diante de um símbolo. 
 
 
\uf0b7 Pergunta 4 
0 em 0,55 pontos 
 
Ao longo da história da Filosofia, diversos foram os códigos éticos que surgiram. Dentre as concepções 
éticas de maior relevância, podemos citar Aristóteles e sua ética finalista da busca pela felicidade; Kant com 
sua teoria deontológica; e Jeremy Bentham e Stuart Mill com a tese utilitarista das ações. 
 Com base em seus conhecimentos acerca das teorias supracitadas, analise as afirmativas a seguir: 
I.O bem é o propósito de toda ação. Por consequência, a conduta humana se orienta pela busca do bem 
supremo. 
II.A ação válida (ação ética) é como um mandamento absoluto e necessário, que deve ser realizada por 
respeito ao dever. 
III.Não se deve julgar as intenções de uma pessoa, mas os efeitos de sua ação no âmbito social. 
As afirmações pertencem, respectivamente: 
 
Resposta Selecionada: b. 
a Aristóteles, aos utilitaristas Jeremy Bentham e Stuart Mill e a Kant. 
Resposta Correta: d. 
a Aristóteles, Kant e aos utilitaristas Jeremy Bentham e Stuart Mill. 
Feedback 
da resposta: 
A afirmativa I reflete o posicionamento teórico de Aristóteles, pois o referido filósofo afirma que 
toda ação visa a um bem, sendo que o bem supremo é tido como a própria felicidade. A 
afirmativa II aborda a teoria kantiana e a relação entre o imperativo categórico, considerado 
um mandamento absoluto, e o dever. Por fim, a afirmativa III reflete a tese utilitarista e seu 
 
conceito da maximização da felicidade, que postula que toda ação deve ser realizada de modo 
a causar os maiores efeitos positivos na sociedade. 
 
\uf0b7 Pergunta 5 
0,55 em 0,55 pontos 
 
O juízo de fato e o juízo de valor fundamentam nossa visada acerca dos fatos que ocorrem no mundo. 
Ambos os juízos denominam como devemos observar ou não dadas situações. A filosofia se ocupa em 
fundamentar esses juízos em suas formas mais elementares. 
Considerando essas informações e o conteúdo do livro-texto, assinale a alternativa que descreve 
corretamente o juízo de fato e de valor: 
 
Resposta 
Selecionada: 
c. 
Juízos de fato dizem respeito à realidade factual das coisas, já o juízo de valor 
corresponde a aspectos subjetivos. 
Resposta Correta: c. 
Juízos de fato dizem respeito à realidade factual das coisas, já o juízo de valor 
corresponde a aspectos subjetivos. 
Feedback 
da resposta: 
Os juízos de fato, também chamados de juízos de realidade, dizem a realidade tal como ela é, 
apontam fatos objetivos do mundo e descrevem as coisas como elas são. Em contrapartida, 
os juízos de valor são julgamentos valorativos da realidade, são realizados de acordo com 
aspectos subjetivos do indivíduo, atribuem adjetivos e valores aos dados