A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
ED TÉCNICAS RETROSPECTIVAS

Pré-visualização | Página 1 de 5

1-CONCEITOS: Avalie os conceitos e classifique-os.
I - Um bem é considerado de excepcional valor por suas características. Representa um período histórico, arquitetônico, ou de costume (vida, hábitos, modo de morar da cidade), conferindo identidade cultural a um grupo social (nacional, regional ou municipal).
II - Um bem que pertence a um conjunto arquitetônico cujas características representem a identidade cultural de um bairro, localidade ou entorno de um bem tombado. Neste caso, são mantidos fachadas, telhados e volumetria.
III- É o imóvel renovado, situado no entorno dos bens preservados. Ele pode ser substituído ou modificado após análise e aprovação dos órgãos competentes.  
Os conceitos acima se referem, respectivamente, a bem:
A- tombado, tutelado e preservado.
B- tombado, preservado e tutelado.
C- tutelado, tombado e preservado.
D- preservado, tombado e tutelado.
E- tutelado, preservado e tombado.
2-LEGISLAÇÃO: Acerca dos preceitos constitucionais na área de Patrimônio Cultural, assinale a alternativa correta.
A- Cabe Ação Direta de Inconstitucionalidade em face de artigo de Constituição estadual que declare integrantes do patrimônio científico-cultural do estado-membro os sítios paleontológicos e arqueológicos localizados em municípios do referido estado.
B- É competência concorrente da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios a proteção dos documentos, das obras e de outros bens de valor histórico, artístico e cultural, bem como dos monumentos, das paisagens naturais notáveis e dos sítios arqueológicos. 
C- Compete à União, com a colaboração da sociedade civil, promover e proteger o patrimônio cultural brasileiro. 
D- Lei complementar estabelecerá incentivos para a produção e o conhecimento de bens e valores culturais. 
E- O tombamento dos sítios detentores de reminiscências históricas dos antigos quilombos deverá ser determinado por lei federal.
3-CONCEITOS: No que diz respeito à transformação do conceito de patrimônio ao longo do tempo, julgue os itens abaixo e assinale a alternativa correta.
I - O Decreto-lei n.° 25, de 1937, definiu o patrimônio histórico e artístico nacional como o conjunto de bens móveis e imóveis existentes no Brasil cuja conservação seja de interesse público, em razão da excepcionalidade ou da significação cultural, mesmo no caso de obras modestas.
II - A Carta de Veneza, de 1964, redefiniu o conceito de patrimônio, até então associado à figura do monumento excepcional, incluindo a visão de sítio urbano ou rural e estabelecendo a ideia de entorno.
III - A Carta de Nairóbi, de 1976, ampliou o conceito de patrimônio, recomendando a salvaguarda de sítios ou conjuntos históricos e de sua ambiência, isto é, o quadro natural ou o construído que influi na percepção estática ou dinâmica dos conjuntos históricos ou tradicionais, ou a eles se vincula de maneira imediata no espaço ou por laços sociais, econômicos ou culturais.
A- Apenas o item I está certo.
B -Apenas o item II está certo.
C- Apenas o item III está certo.
D- Apenas os itens II e III estão certos.
E- Todos os itens estão certos.
4-TÉCNICAS CONSTRUTIVAS: Segundo o Centro de Estudos Avançados da ConservaçãoIntegrada (CECI), “no âmbito do patrimônio cultural, astécnicas construtivas tradicionais luso-brasileiras são osprocessos e procedimentos de utilização dos materiais deconstrução, transmitidos pelo costume e práticas pela viaoral, por narrativas ou por hábitos, passados de geração emgeração. A denominação luso-brasileira remete ao períodohistórico colonial e imperial do Brasil - 1534/1889”. Não éexemplo de técnica construtiva tradicional luso-brasileira o(a):
A -taipa de pilão.
B -parede de adobe.
C- concreto protendido. 
D -taipa de mão.
E -cantaria.
5 - A respeito de planejamento e gestão do território, bem como de ações de mobilidade vinculadas à salvaguarda de cidades e bairros históricos, julgue os itens seguintes e assinale a alternativa correta.
I - A interpretação de que a salvaguarda das cidades e dos bairros históricos, para ser eficaz, deve integrar políticas de desenvolvimento econômico e social, bem como planos de ordenamento e de urbanismo em todos os níveis, é recomendação expressa na Carta de Washington.
II - O sistema viário em cidades e bairros históricos, para garantia de acessibilidade e melhoria nas condições de circulação, deve ser reformulado, permitindo a penetração de grandes vias de importância global para a cidade.
III - Áreas de estacionamento devem ser eliminadas de cidades e bairros históricos, de modo a não degradar o aspecto nem o entorno de tais lugares.
A- Nenhum item está certo.
B- Apenas o item I está certo. 
C -Apenas o item II está certo.
D- Apenas o item III está certo.
E -Todos os itens estão certos.
6-“Um dos problemas com que se defrontam os países no mundo moderno é a perda de identidade cultural, isto é, a progressiva redução dos valores que lhes são próprios, de peculiaridades que lhes diferenciam as culturas.” (AloísioMagalhães. Apud. GONÇALVES, José Reginaldo dos Santos. Aretórica da perda. Os discursos do patrimônio cultural no Brasil.2ed. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ, Ministério da Cultura-IPHAN, 2002.)
Essa afirmação de Aloísio Magalhães sinaliza para algumas das transformações por que passou a política de patrimônio quando esteve à frente de suas iniciativas. Indique a alternativa que apresenta aquelas mudanças que mais expressam esse processo:
A- A partir de um diagnóstico que responsabilizava o acelerado desenvolvimento econômico-industrial resultado da política desenvolvimentista posta em prática pelos governos militares como destruidor do patrimônio nacional, sua política centrava-se numa profunda crítica a esta forma de desenvolvimento, propondo uma volta às verdadeiras raízes da cultura nacional.
B -Seu discurso funda uma nova visão de patrimônio pensado, sobretudo, a partir do conceito antropológico de cultura e de sua diversidade, resultando num alargamento de critérios para a definição de um bem a ser objeto de uma política de patrimônio.
C -A política de patrimônio que passa a defender visa a uma valorização dos bens culturais como forma de luta política dos países menos desenvolvidos frente às ameaças dos países altamente industrializados e representava o discurso cultural das esquerdas que chegavam ao poder com a redemocratização após o regime militar.
D -Seu discurso expressa uma concepção mais democrática no tocante à política de patrimônio que passou a se voltar para a valorização da diversidade cultural nacional, o que resultou numa perda de importância dos tombamentos como estratégia institucional de preservação.
E - Ao centrar a definição de uma política de patrimônio a partir do conceito de cultura, Aloísio Magalhães deixava de considerar a história como aspecto relevante para suas considerações em torno de políticas públicas e estatais para a proteção do patrimônio, atitude que refletia o desinteresse por este campo por parte dos governos militares, tendo em vista o potencial crítico da disciplina.
7 - Excluem-se do patrimônio histórico e artístico nacional as obras de origem estrangeira, EXCETO:
A - que pertençam às representações diplomáticas ou consulares acreditadas no país;
B - que adornem quaisquer veículos pertencentes a empresas estrangeiras, que façam carreira no país;
C - que pertençam a casas de comércio de objetos históricos ou artísticos;
D - que sejam importadas por pessoas estrangeiras expressamente para adorno de suas residências;
E - que sejam trazidas para exposições comemorativas, educativas ou comerciais.
8- TOMBAMENTO: No tocante ao tombamento assinale a alternativa INCORRETA:
A - dos bens pertencentes à União, aos Estados e aos Municípios se fará de ofício, por ordem do diretor do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, independente de notificação à entidade a quem pertencer, ou sob cuja guarda estiver a coisa tombada, a fim de produzir os necessários efeitos; 
B  - de coisa pertencente à pessoa natural ou à pessoa

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.