Buscar

Representações Sociais e Desigualdade Social


Continue navegando


Prévia do material em texto

O fenômeno da violência encontra-se intimamente ligado às representações sociais, na medida em que estas condicionam positiva ou negativamente a sua percepção. A forma como cada
pessoa interpreta os acontecimentos violentos depende da maneira como ela percebe a realidade envolvente, abarcando não só as suas experiências pessoais, mas também toda uma matriz
social e cultural onde se encontra inserida (Ribeiro e Sani 178; Zulueta 176).Neste caso percebe-se que:
Não é possível dizer que vivemos numa sociedade meritocrática se as oportunidades não são iguais para todos e se os critérios de exclusão pautam-se em valores social e culturalmente
construídos para a configuração das desigualdades atuais. Políticas de combate à desigualdade devem promover chances iguais, impedindo a cristalização da estrutura de classes e diminuindo
as clivagens e as distâncias entre estas. Neste caso, pode-se identificar que:
No mundo competitivo em que vivemos, vencerá o mais apto, o mais bem preparado. Podemos dizer, então, que alcançará os melhores resultados quem possuir um bom capital financeiro
para investir em si próprio. E o restante? Há muitas pessoas competentes que, por falta de recursos e oportunidades, acabam ficando para trás, sendo anuladas. Assim, a sociedade, que se diz
democrática, deveria dar ouvidos a essa classe social posta em isolamento, e entender os motivos pelos quais os tachados incultos se encontram nessa situação. Este fato reflete:
1.
o fenômeno da violência não necessariamente, remete-nos para as noções de representação social,crenças, estereótipos e pré-conceitos, presentes na vida social de cada sujeito.
o compartilhamento e a difusão sistemática de informações nem sempre aceleram o processo de aprendizagem coletivo.
há uma avaliação do processo de categorização interpessoal denominado de auto-realização de profecias, que conduz facilmente a expectativas comportamentais corretas por parte do
sujeito.
as representações sociais são capazes de influenciar o comportamento do indivíduo e, dessa forma, gerar movimentos que englobem uma coletividade.
as crenças sobre a violência poderão ter um papel preponderante na compreensão do fenômeno da mesma, nas relações interpessoais, pois sempre podem, desencadear estes
comportamentos.
 
 
 
2.
preconceito e discriminação são mecanismos que contribuem para a produção e a manutenção das desigualdades raciais e da estratificação social
através da comunicação do estereótipo, ocultamos uma avaliação, um pré-juízo em relação aos outros indivíduos e aos grupos que os constituem.
crenças arraigadas não desempenham um papel fundamental na maneira de ver o mundo e responder aos estímulos.
os mecanismos discriminatórios não podem ser entendidos a partir do momento em que são feitas tais diferenciações, pois elas não se configuram em distintas maneiras em cada
sociedade.
os estereótipos nem sempre formam a base do preconceito em relação a um indivíduo ou a um grupo.
 
Gabarito Coment.
 
 
3.
Observa- se quem são os outros, pela perspectiva da análise individual. O outro poderia ser qualquer um, inclusive o próprio observador em outra situação, e geralmente a análise do outro é
feita por concepções errôneas, conferindo uma avaliação negativa. Várias anedotas étnicas são analisadas em termos sociológicos, delineando-se limites geográficos, sociais e morais de
nações ou grupos, que refletem valores e normas. Neste caso, à crença coletivamente compartilhada acerca de algum atributo chamamos de:
O esquema simplista, mas mantido de maneira muito intensa e que não se baseia necessariamente em muita experiência direta, em que muitas vezes, os valores culturais ou normas estão tão
arraigados e incorporados a nós que não percebemos e nem aceitamos a possibilidade de que existam outras crenças, outros valores que poderíamos usar como fonte de referência para
conhecer ou aprender sobre algo ou alguém, caracteriza:
A cultura
A crença
O conceito
O estereotipo
O preconceito
 
Gabarito Coment.
 
 
4.
identidade social
visão pós-construída sobre um fato
fenômeno estereótipo
codificação das informações
julgamentos e comportamentos
 
 
 
5.
o conceito
o estereotipo
o preconceito
a discriminação
a cognição
 
Gabarito Coment.
 
O que está na base dos preconceitos¿
Normalmente tentamos explicar o comportamento das pessoas e muitas das vezes antecipamos nossas conclusões em função dos estereótipos que temos estabelecidos. Tais estereótipos
muitas das vezes não nos permite perceber as variáveis externas e internas que motivam a conduta humana ou possuem validade empírica ou científica e levam a categorizações (rotulação).
Cometemos erros de atribuição. O efeito da rotulação possui alguns efeitos que devemos interpretar criticamente. Considerando o exposto no enunciado é correto afirmar que:
Sobre os estereótipos, considere as seguintes afirmativas: I - Quando nossa primeira impressão sobre uma pessoa é orientada por um estereótipo, tendemos a deduzir coisas sobre a pessoa
de maneira correta e precisa, confirmando nosso estereótipo inicial. II - O preconceito poderia ser definido como uma atitude hostil ou negativa com relação a um determinado grupo, levando,
necessariamente, a atos hostis ou comportamentos persecutórios. III - A discriminação refere-se a sentimentos hostis que deságuam numa atuação que pode variar de um tratamento
diferenciado a expressões verbais de desprezo e a atos manifestos de agressividade. Observando as afirmativas anteriores, assinale a alternativa certa:
 
6.
As imaginações.
As reflexões.
As visões mediatas.
Os estereótipos.
As atutiturdes.
 
Gabarito Coment.
 
 
7.
Facilitamos nosso relacionamento com os outros se atribuirmos a eles determinados rótulos capazes de fazer com que certos comportamentos possam ser antecipados. Chamamos esse
fenômeno de profecia auto-realizadora.
Em nossas relações interpessoais, facilitamos nosso relacionamento com os outros se atribuirmos a eles determinados rótulos capazes de fazer com que certos comportamentos
possam ser antecipados.
Uma categorização pode levar a um preconceito, um julgamento prévio, na maioria das vezes negativo em relação a um determinado grupo.
Quando nossa primeira impressão sobre uma pessoa é orientada por um estereótipo, tendemos a deduzir coisas sobre a pessoa e criar um rótulo. A rotulação é positiva, pois nossos
recursos cognitivos são limitados e optamos por atalhos mentais.
Uma categorização pode levar a uma profecia auto-realizadora, um julgamento prévio, na maioria das vezes negativo em relação a um determinado grupo.
 
Gabarito Coment.
 
 
8.
apenas a afirmativa III está correta
as afirmativas II e III estão corretas
as afirmativas I e II estão corretas
as afirmativas I, II e III estão corretas
apenas a afirmativa II está correta