A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
329 pág.
amaznia maranhense

Pré-visualização | Página 1 de 50

Amazônia Maranhense:
diversidade e conservação
Marlúcia Bonifácio MartinsMarlúcia Bonifácio MartinsMarlúcia Bonifácio MartinsMarlúcia Bonifácio MartinsMarlúcia Bonifácio Martins
TTTTTadeu Gomes de Oliveiraadeu Gomes de Oliveiraadeu Gomes de Oliveiraadeu Gomes de Oliveiraadeu Gomes de Oliveira
Editores
MMMMMUSEUUSEUUSEUUSEUUSEU P P P P PARARARARARAENSEAENSEAENSEAENSEAENSE E E E E EMÍLIOMÍLIOMÍLIOMÍLIOMÍLIO G G G G GOELDIOELDIOELDIOELDIOELDI
Diretor
Coordenador de Pesquisa e Pós-Graduação
Coordenador de Comunicação e Extensão
Editora Executiva
Editora Assistente
Editora de Arte
Apoio Técnico
Nilson Gabas JúniorNilson Gabas JúniorNilson Gabas JúniorNilson Gabas JúniorNilson Gabas Júnior
Ulisses GalattiUlisses GalattiUlisses GalattiUlisses GalattiUlisses Galatti
Nelson SanjadNelson SanjadNelson SanjadNelson SanjadNelson Sanjad
Iraneide SilvaIraneide SilvaIraneide SilvaIraneide SilvaIraneide Silva
Angela BotelhoAngela BotelhoAngela BotelhoAngela BotelhoAngela Botelho
Andréa PAndréa PAndréa PAndréa PAndréa Pinheirinheirinheirinheirinheirooooo
TTTTTererererereza Leza Leza Leza Leza Lobãoobãoobãoobãoobão
Presidente da República
Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação
Dilma RDilma RDilma RDilma RDilma Roussefoussefoussefoussefoussef
Aloizio MerAloizio MerAloizio MerAloizio MerAloizio Mercadantecadantecadantecadantecadante
GGGGGOVERNOOVERNOOVERNOOVERNOOVERNO DODODODODO B B B B BRASILRASILRASILRASILRASIL
NNNNNÚCLEOÚCLEOÚCLEOÚCLEOÚCLEO E E E E EDITORIALDITORIALDITORIALDITORIALDITORIAL - L - L - L - L - LIVROSIVROSIVROSIVROSIVROS
Instituição afiliada à
Marlúcia Bonifácio MartinsMarlúcia Bonifácio MartinsMarlúcia Bonifácio MartinsMarlúcia Bonifácio MartinsMarlúcia Bonifácio Martins
TTTTTadeu Gomes de Oliveiraadeu Gomes de Oliveiraadeu Gomes de Oliveiraadeu Gomes de Oliveiraadeu Gomes de Oliveira
Editores
Belém
2011
Museu Paraense Emílio Goeldi
Amazônia Maranhense:
diversidade e conservação
Amazônia Maranhense: Diversidade e Conservação / Organizado por Marlúcia Bonifácio
Martins; Tadeu Gomes de Oliveira – Belém: MPEG, 2011.
328 p.: il.
ISBN: 978-85-61377-52-6
1. Diversidade – Brasil – Amazônia 2. Programa de Pesquisa em Biodiversidade
(PPBio) – Diversidade – Maranhão 3. Biodiversidade – Pesquisa – Maranhão 4. Clima –
Caracterização 5. Recursos hídricos – Vazão – Maranhão 6. Manguezais – Conservação –
Maranhão 7. Vegetação arbórea – Composição florística – Maranhão 8. Plantas medicinais
– Maranhão 9. Dipteros – Vetores – Maranhão. I. Martins, Marlúcia Bonifácio, org. II.
Oliveira, Tadeu Gomes de, org.
CDD. 333.9509811
Produção editorialProdução editorialProdução editorialProdução editorialProdução editorial
Iraneide Silva
Angela Botelho
Projeto gráfico e arte finalProjeto gráfico e arte finalProjeto gráfico e arte finalProjeto gráfico e arte finalProjeto gráfico e arte final
Andréa Pinheiro
RevisãoRevisãoRevisãoRevisãoRevisão
Iraneide Silva
Marlúcia Martins
Catalogação e distribuiçãoCatalogação e distribuiçãoCatalogação e distribuiçãoCatalogação e distribuiçãoCatalogação e distribuição
Coordenação de Informação e Documentação (CID/MPEG)
FotografiaFotografiaFotografiaFotografiaFotografia
Leonardo Trevelin, Arquivo ICMbio/Gurupi, Maria das Graças Bichara Zoghbi,
Tiago Freitas, arquivos do PPBio, Maria Patrícia L. Brito.
Catalogação na Publicação - CID/MPEG
Copyright por/by Museu Goeldi, 2011.
A reprodução total ou parcial desta obra é permitida desde que citada a fonte.
Apresentação
Bráulio Ferreira de Souza Dias
Secretário de Biodiversidade e Florestas - Ministério do Meio Ambiente
A Secretaria de Biodiversidade e Florestas do Ministério do Meio Ambiente tem o prazer de apresentar
à sociedade brasileira e, em particular, à comunidade amazônica a primeira edição do livro “Amazônia
maranhense: diversidade e conservação”. Este extraordinário livro é resultado do esforço de vários
pesquisadores da região, em colaboração com gestores do IBAMA e ICMBio, na organização da
informação sobre a diversidade biológica, ameaças e iniciativas de conservação da porção mais
oriental da Amazônia Brasileira.
Esta região representa a primeira fronteira de desenvolvimento da Amazônia e tem sofrido as maiores
pressões. Por sua vez a mesma guarda uma riqueza única em termos da biodiversidade nacional, que
corresponde ao centro de Endemismo Belém.
Dada à importância biológica das áreas remanescentes da Amazônia Maranhense grandes esforços
têm sido feitos por parte do Ministério na sua conservação e este livro representa um marco importante
neste empreendimento.
Assim a Secretaria de Biodiversidade e Florestas do Ministério do Meio Ambiente sente-se honrada
em poder colaborar na divulgação desta importante obra que desvenda a riqueza biológica da Amazônia
maranhense, além de agradecer aos autores por tão profícuo trabalho e ao Museu Paraense Emilio
Goeldi e ao Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, através do Programa de Pesquisa em
Biodiversidade-PPBio, pela oportunidade desta excelente parceria entre a pesquisa e a gestão da
biodiversidade.
Apresentação
Nilson Gabas Júnior
Diretor do Museu Paraense Emílio Goeldi
Os esforços do Brasil na conservação da biodiversidade estão orientados para ações de comando e
controle, de pesquisa e desenvolvimento. Avançar no conhecimento da biodiversidade é um passo
fundamental para empreender formas de uso sustentável e conservação. As lacunas de conhecimento
da diversidade biológica brasileira são grandes e mal distribuídas dentro do território Nacional. Até
o presente momento, a Amazônia maranhense, que representa 3% do território amazônico brasileiro
(cerca de 113 mil km2) tem sido um imenso vazio de conhecimento. Desde 2004, o Ministério de
Ciência e Tecnologia e Inovação, através do Programa de Pesquisa em Biodiversidade da Amazônia
Oriental tem buscado reverter este quadro.
Este livro, assim, representa um marco dentro desta iniciativa, condensando aspectos sobre o inventário
da biodiversidade, seu estado de conservação e também trazendo reflexões importantes sobre os
principais eixos de ameaça e das potencialidades regionais. Nesse contexto, o livro apresenta-se
como um importante instrumento para orientar políticas públicas e atender aos anseios mais gerais
da sociedade maranhense e nacional de entenderem o que é a Amazônia no Estado do Maranhão e
como a conservação deste bioma pode contribuir para o desenvolvimento do Estado e do país como
um todo.
Prefácio
Marlúcia Bonifácio Martins
Tadeu Gomes de Oliveira
A Floresta amazônica ocupa aproximadamente 5,4 milhões de Km2 e estende-se por oito países na
América do Sul. A porção mais oriental do bioma atinge o Estado do Maranhão no Brasil. A Amazônia
Maranhense possui 81.208,40 km2, representando 24,46% do território do Estado (IBGE, 2002),
nela estão localizados 62 municípios. O Maranhão é o estado da Amazônia Legal que possui o
menor grau de ocupação do espaço com áreas protegidas, apresenta alto grau de desmatamento e
fragmentação florestal e um dos menores índices de desenvolvimento humano. Contextualizando
este cenário de alto grau de pressão antrópica, o livro “Amazônia Maranhense: Diversidade e
Conservação” concentra esforços para retratar a imensa importância biológica desta porção amazônica,
discutir o estado de conservação das espécies e habitats e indicar estratégias de ação que possam
reduzir a ameaça de extinção de muitas espécies da região que corresponde ao centro de Endemismo
Belém, o mais ameaçado de toda Amazônia.
Ao longo dos quinze capítulos apresentados no livro, evidencia-se, ainda que com resultados
preliminares, a imensa riqueza biológica da área como um todo, com suas diversas fisionomias em
habitats aquáticos e terrestres. No livro são tratados grupos de insetos (dípteros e abelhas),
invertebrados aquáticos, peixes, répteis, aves e mamíferos e a analisadas tanto a vegetação