AV1 PSICOLOGIA SOCIAL 1 - ESTUDO DIRIGIDO
6 pág.

AV1 PSICOLOGIA SOCIAL 1 - ESTUDO DIRIGIDO


DisciplinaPsicologia Social6.929 materiais208.425 seguidores
Pré-visualização3 páginas
A Psicologia Social é uma área de pesquisa que estuda a influência recíproca entre as pessoas e o processo cognitivo gerado por esta interação social. Essa área de estudo possui algumas características específicas que à caracterizam, considerando o que foi visto na aula 1 acerca dessa questão, analise as afirmativas abaixo e assinale a correta.
		
	
	A psicologia social se caracteriza por possuir uma teoria abrangente que pode ser generalizada, essa característica é denominada de microteorização.
	 
	Uma das características da psicologia social é o cognitivismo porque ela tem como objeto de estudo os processos cognitivos pelo qual formamos impressões em relação ao mundo social em que vivemos.
	
	Os conhecimentos produzidos na área de psicologia social através de métodos científicos devem ser aplicados à problemas práticos. A essa característica da psicologia social denominamos Paradigma.
	
	O principal objeto de estudo da psicologia social é o funcionamento social sem considerar a história de constituição do fenômeno estudado, essa característica é denominada de pragmatismo.
	
	Podemos dizer que uma das características da psicologia social é o historicismo porque ela considera os processos históricos no estudo dos fatos.
	A Psicologia Social é uma ciência que utiliza suas descobertas na resolução de problemas específicos. Para a produção de conhecimento, assim como outras ciências, são utilizados métodos de pesquisa dentre os quais podemos destacar a "pesquisa de levantamento", que se caracteriza por:
		
	
	Oferecer ao pesquisador a possibilidade de criar à vontade a situação que melhor testará a relação porventura existente entre as variáveis de seu interesse.
	
	Obtenção de medidas de duas ou mais variáveis e no estabelecimento, através do método estatístico adequado, da relação existente entre elas.
	 
	Fornecer informações acerca de uma população através do exame de uma amostra representativa desta população.
	
	Permitir ao pesquisador a manipulação da variável independente cujo efeito pretende verificar.
	
	Ser restritiva permitindo ao pesquisador um exame mais aprofundado do tópico da pesquisa. O estudo é conduzido num ambiente determinado no qual ocorre o fenômeno psicossocial cujo estudo constitui o objeto da pesquisa.
	Bruna faz de tudo para que todos a sua volta fiquem bem e felizes. Ela também se sente bem com isso. Quando ela tem que tomar alguma decisão, ela conta com apoio da família e dos amigos. De acordo com a Psicologia Social isso denomina-se:
		
	
	Persistência
	
	Experiência
	
	Eficiência
	 
	Influência
	
	Confluência
	Identifique o tipo de pesquisa que está sendo utilizado na descrição a seguir: ¿Ao aproximar-se a época das eleições as pesquisas de intenção de voto realizadas em uma cidade ou em todo o país com certa de 1200 participantes nos permitirão ter 95 por cento de confiança em descrever a intenção de toda a população, com uma margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos¿. Myers, D. Psicologia Social. 6ª ed. Artmed, 2000. Pag 12
		
	 
	Pesquisa correlacional
	
	Distribuição aleatória
	
	Pesquisa experimental
	
	Estudo de caso
	 
	Pesquisa por amostragem
	Maria se sentiu mal, com muitas dores abdominais e foi ao posto médico, ficando horas esperando na fila. Depois de mais de cinco horas de espera, ela foi informada que não haveria médico para atendê-la e que ela seria encaminhada em uma ambulância do próprio posto a uma outra unidade de saúde. Ela ficou muito revoltada e agrediu a recepcionista do posto. O caso foi parar na delegacia. Ao correlacionarmos Psicologia Social e os relacionamentos interpessoais na saúde, podemos afirmar que:
		
	
	Os relacionamentos interpessoais são de difícil compreensão para a Psicologia Social e, em função disto, a mesma não trata deste assunto.
	
	Os relacionamentos interpessoais são um campo específico da Psicologia organizacional e não podem se correlacionar com a Psicologia Social.
	
	A Psicologia Social tem pouco a contribuir, principalmente em casos como o citado no enunciado da questão, pois é limitada e não abrange outras áreas.
	 
	A Psicologia Social tem muito a contribuir oferecendo recursos para melhorar a comunicação e diminuir distâncias entre a equipe de saúde e os pacientes.
	
	A Psicologia Social Abrange apenas a área da psicologia, envolvendo-se em pesquisas com seres humanos e suas interrelações em espaços confinados.
	Identifique o tipo de pesquisa que está sendo utilizado na descrição a seguir: ¿A fim de estudar a influência entre assistir televisão e a emissão de comportamentos agressivos psicólogos sociais levaram a exposição da televisão para o laboratório, onde controlavam a quantidade de violência que as crianças assistiam. Expondo as crianças a programas violentos e não-violentos os pesquisadores podem observar como a quantidade de violência afeta o comportamento. Foi mostrado a meninos e meninas de Ohio um trecho violento de um filme de gangster na televisão ou um trecho de uma emocionante corrida. As crianças que assistiram à violência foram as que depois tiveram mais probabilidade de apertar com todo vigor um botão vermelho especial, que supostamente esquentava um bastão, causando queimaduras dolorosas em outras crianças¿. Myers, D. Psicologia Social. 6ª ed. Artmed, 2000. Pag 14
		
	
	Pesquisa por amostragem
	
	Distribuição aleatória
	
	Pesquisa correlacional
	 
	Pesquisa experimental
	 
	Estudo de caso
	Um dos grandes representantes das teorias de atribuição, Fritz Heider (1958), observou como as pessoas explicam os eventos cotidianos e concluiu que a maioria tem a tendência de atribuir o comportamento dos outros a causas externas ou causas internas. Isso significa que de acordo com esta teoria, as pessoas tendem a:
		
	
	Justificar o seu próprio comportamento de acordo com suas emoções no momento.
	
	Implicar teorias racionais para facilitar o entendimento do seu próprio comportamento.
	 
	Atribuir o comportamento dos outros a fatores ambientais ou a fatores pessoais, características da pessoa.
	
	Compreender melhor a agressividade de pessoas distantes do que de pessoas próximas.
	
	Atribuir fatores emocionais para justificar comportamentos agressivos de parentes próximos.
	A teoria da atribuição foi proposta para explicar porque julgamos as pessoas diferentemente conforme o sentido que atribuímos a um dado comportamento. Quando observa-se o comportamento de alguém, tenta-se determinar se a sua causa. Sobre o tema, apresentamos as seguintes afirmativas:
I - Na causa interna, os comportamentos são aqueles vistos como os que estão sob controle do indivíduo.
II - A causa externa é aquela vista como se o indivíduo tivesse sido forçado àquele comportamento pela situação vivida.
III - O comportamento de causas externas é aquele visto como resultante de estímulos gerados pelo próprio indivíduo.
Tendo em vista as afirmativas acima, assinale a resposta correta:
		
	
	csomente a alternativa III está correta
	
	somente a alternativa I está correta.
	
	somente a alternativa II está correta.
	 
	todas as alternativas estão corretas.
	 
	as alternativas I e II estão corretas.
	Antonia é uma adolescente de 15 anos. Rafaela é sua amiga e estuda na mesma turma. Elas cursam o primeiro ano do ensino médio. Rafaela e Antonia tiraram notas abaixo da média em matemática. Rafaela considerou que Antonia mereceu a nota abaixo da média porque não estudou, mas ela não mereceu porque viajou e não teve tempo para estudar. Considerando o estudo de atribuição de causalidade, analise o caso relatado e assinale a alternativa correta.
		
	
	Rafaela cometeu o erro fundamental de avaliação porque julgou Antonia.
	
	Rafaela ao julgar Antonia cometeu o erro fundamental de atribuição porque considerou a si mesma incapaz.
Michele
Michele fez um comentário
RESPOSTAS
0 aprovações
Carregar mais