Segurança Aula 7
17 pág.

Segurança Aula 7

Disciplina:Qsms - Qualidade, Segurança, Meio Ambiente e Saúde32 materiais91 seguidores
Pré-visualização2 páginas
22/09/2017

1

Técnico em Química

Segurança, Meio Ambiente e Saúde
Prof. Edil Lins
Aula 6

1

Temas
• NR‐6
• Primeiros Socorros
• Prevenção de combate a incêndios
• SGA‐ Sistema de Gestão ambiental
• ISO ‐ 14000

2

22/09/2017

2

Acidentes/Sinistros
• Todos envolvidos na sociedade sofrem
com acidentes do trabalho e sinistros
de grandes proporções, seja estado
(governo municipal, estadual e
federal), Empresa e principalmente o
trabalhador como o todo.

Estado/ Governo
• 04% do PIB e gasto com acidentes de trabalho

• Superlotação dos hospitais públicos

• Déficit  na previdência social

• Consequentemente falta de Investimento em 
Moradia, Educação, Saúde, Segurança Pública e 
outros.

22/09/2017

3

Empresa
• Perca de Tempo para executar Função

• Atestados Médicos, Absenteísmo

• Custos com Transporte, motorista, Primeiros 
socorros  

• Efeito negativo no ambiente de trabalho

Trabalhador
• Perca de Visão, parte do corpo, seqüelas para

sempre

• Preocupações familiares: Esposa, Filhos, Pais
etc.

• Encaminhamento ao INSS

• Financeiro: Remédios, Transporte
,Alimentação adequada e outros.

22/09/2017

4

Incêndio/Fogo
• Inicialmente devemos conhecer a diferença entre

Incêndio e fogo.
• Fogo: e o evento com geração de chamas, sob

controle.

• Incêndio: e o evento com geração de chamas, fora do 
controle

CLASSIFICAÇÃO DO INCÊNDIO QUANTO A
PROPORÇÃO

 Princípio de Incêndio: Proporções mínimas, incêndio em fase
inicial.

 Pequeno Incêndio: Não apresenta risco de propagação, mais
necessita de pessoal e material especializado.

 Médio Incêndio: Apresenta grande risco de propagação, socorro
imediato.

 Grande incêndio: Risco de propagação elevadíssimo. Necessita
mais que um socorro básico para a sua extinção.

 Incêndios Extraordinários: Provocados por fenômenos da
natureza.

22/09/2017

5

Acidental‐ Negligência,Imprudencia,Impericia as Normas de 
Segurança

Natural‐ Agentes Natural 

22/09/2017

6

Proposital‐ Intencional,Premeditado,Criminoso

Histórico do fogo
• Homen primitivo: Força misteriosa,divina, 

fenômeno meteorológico
• Teoria mitológica da idade da pedra: O fogo era 

uma entidade divina.
• Teoria Flogístico ‐ SEC XVII: A matéria possuía um 

elemento extremamente leve ( flogístico ), e o 
fogo era apenas a perda ou a liberação desse 
elemento.

• Teoria dos Alquimistas – Idade Média: O fogo era 
um elemento básico como a terra, água e o ar.

22/09/2017

7

Histórico do fogo
• Teoria de Lavosier, 1868: O fogo era o resultado 

de um combustível reagindo com o oxigênio 
submetidos a ação de um agente ígneo.

• Teoria moderna: Fogo é uma reação físico‐
química resultante da reação de um combustível 
com um comburente, que quando submetido a 
um agente ígneo libera energia térmica e 
luminosa

- Podemos imaginar o fogo como
um quebra-cabeças de três peças:

- Combustível, comburente
(oxigênio) e calor.

- Se retirarmos qualquer uma
destas peças desmontamos o

quebra-cabeça, ou seja
extingüimos o fogo.

Conhecendo o FOGO

22/09/2017

8

Propagação do calor
• Condução : molécula a molécula. Ex: barra 
de ferro

• Convecção: Movimento vibratório das 
moléculas. Ex: chaleira fervendo

• Irradiação: Transmissão á distância por 
ondas caloríficas. Ex: fogueira

Identificação dos Agentes Extintoreso

Prevenção e Combate a Incêndios

Os extintores são identificados através de Discos de Sinalização.

22/09/2017

9

AGENTES EXTINTORES

São os produtos utilizados na extinção e prevenção deincêndios. Utilizados através de equipamentos especializadosou instalações adequadas, cuja finalidade é proporcionar aprojeção dos agentes contra o fogo.
A projeção dos agentes é feita por meio de um jatoproveniente do equipamento ou instalação que os empregam,com a finalidade de:

 Proteger a pessoa, mantendo a distância do foco;
 Alcançar o fogo nas mais desfavoráveis condições;
 Facilitar a distribuição gradativa e propícia do agente;
 Propiciar a penetração do agente no foco propriamente dito.

Tipos de Agente Extintores
Os agentes extintores, na prática, são utilizados porequipamentos e instalações de combate a incêndio, ou seja:

 extintores portáteis ou carretas;
 unidades estacionárias;
 viaturas;
 instalações fixas automáticas ou sob comando.

O princípio de ação dos agentes é por processo físico ouquímico e às vezes combinação dos dois. São armazenadosnos equipamentos e instalações e utilizados nos estadossólidos, líquidos ou gasosos.

22/09/2017

10

Classe "A"
Materiais que queimam em superfície e em

profundidade.
Ex.: Madeira, papel, tecido, ...

Classes de FOGO

Classes de FOGO

Classe "B"
Os líquidos inflamáveis. Queimam na superfície.

Ex.: Alcool, gasolina, querosene, ...

22/09/2017

11

Classe "C"
Equipamentos elétricos e eletrônicos energizados.

Ex.: Computadores, TV, motores, ...

Classes de FOGO

Classes de FOGO

Classe "D"
Materiais que requerem agentes extintores

específicos.
Ex.: Pó de zinco, Sódio, magnésio, ...

22/09/2017

12

- Ao jogarmos água em
um incêndio, estamos
resfriando, retirando o
componente calor.

- Ao abafarmos,
retirarmos o
componente

oxigênio.

- Ao separarmos o combustível,
estamos isolando, como o caso
de se abrir uma trilha (acero) no
mato para que o fogo não passe.

Métodos de Extinção do FOGO

Prevenção e Combate a Incêndios

• Extintores Portáteis
• Hidrantes
• Sprinkler

22/09/2017

13

Prevenção e Combate a Incêndios
Extintores Portáteis

Extintor de Água - O agente extintor é a água. Há dois tipos:

1. Pressurizado
É um cilindro com água sob pressão; o que dá pressão a água geralmente é o
gás carbônico ou nitrogênio.

2. A Pressurizar
Nestes extintores há uma ampola de gás e, uma vez aberto o registro da
ampola, o gás é liberado pressionando a água.

Prevenção e Combate a Incêndios
Extintores Portáteis

3. Extintor de Água
A água é utilizada em fogos de classe “A” 1 - Mangueira

2 - Manômetro
3 - Gatilho ou Pistola
4 - Alça de Transporte
5 - Cilindro
Composição: Água

22/09/2017

14

Extintores de incêndio
Requerem uma ação rápida e para pequenos

focos, visto o seu rápido esvaziamento.
EXTINTOR DE ÁGUA PRESSURIZADA / ÁGUA-
GÁS
Indicado com ótimo resultado para incêndios de
classe "A".
Contra-indicado para as classes "B" e "C".
Modo de usar:
Pressurizado: Rompa o lacre e aperte o gatilho,
dirigindo o jato para a base do fogo.
Água-gás: Abra o registro da ampola de gás e
dirija o jato para a base do fogo.
O pressurizado é como o da figura ao lado. O de
Água-gás possui uma pequena ampola de ar
comprimido.
Processo de extinção: Resfriamento.

Prevenção e Combate a Incêndios
Extintores Portáteis

2. Extintor de Pó químico Seco (PQS)
O pó químico utilizado nos extintores é o bicarbonato de sódio. O agente propulsor utilizado
é o gás carbônico ou o nitrogênio.

1 - Mangueira
2 - Gatilho ou Pistola
3 - Manômetro
4 - Alça de Transporte
5 - Cilindro
Composição: Pó Químico
Seco

22/09/2017

15

EXTINTOR DE PÓ QUÍMICO SECO
Indicado com ótimo resultado para
incêndios de class “B” e "C" , sem
grande eficiência para a classe "A".

Não possui contra-indicação.
Modo de usar:

Pressurizado: Rompa o lacre e aperte o
gatilho, dirigindo o jato para a base do

fogo.
A pressurizar: Abra o registro da ampola
de gás e dirija o jato para a base do fogo.
O "a pressurizar" é como o da figura ao

lado. O pressurizado é igual o da
primeira figura "água pressurizada".
Processo de extinção: Abafamento.

Prevenção e Combate a Incêndios
Extintores Portáteis

1. Extintor de Gás Carbônico (CO2)Nestes tipos de extintores o Gás Carbônico é mantido dentro de um cilindro a alta
pressão.

1 - Gatilho ou Pistola
2 - Alça