A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
46 pág.
Apostila de Microbiologia

Pré-visualização | Página 1 de 11

Universidade Federal de São Paulo ─ 
Campus Diadema 
UC: Microbiologia Básica 
 
 
 
 
 
 
 
 
ROTEIROS E TÉCNICAS UTILIZADAS EM AULAS 
PRÁTICAS DE MICROBIOLOGIA BÁSICA 
 
 
Docentes 
Profa. Dra. Cristina Viana Niero 
Profa. Dra. Karen Spadari Ferreira 
Profa. Dra. Renata Pascon 
Prof. Dr. Wagner Luiz Batista 
 
Discentes 
Camila Lopes Ramagnoli 
Natalia Maria da Silva 
 
 
2015 
2 
 
SUMARIO 
Normas de segurança para as aulas práticas de microbiologia................................................ 3 
Preparo de materiais utilizados em laboratório de microbiologia ............................................. 5 
 Preparo de vidrarias .................................................................................................................... 5 
 Esterilização ............................................................................................................................... 6 
Procedimentos assépticos ........................................................................................................... 7 
Flambagem de alças de platina ................................................................................................... 7 
Flambagem de tubos e frascos.................................................................................................... 8 
Manuseio de pipetas ................................................................................................................... 9 
Preparação de lâminas ............................................................................................................... 10 
 Esfregaços de culturas a partir de meio líquido ......................................................................... 10 
 Esfregaços de culturas a partir de meio sólido .......................................................................... 11 
 Manuseio do microscópio ......................................................................................................... 12 
Coloração de Gram ..................................................................................................................... 14 
Coloração de Ziehl-Neelsen ....................................................................................................... 17 
Preparo de meios de cultura ...................................................................................................... 19 
 Meios de cultura ........................................................................................................................ 21 
Técnicas de semeadura .............................................................................................................. 23 
Técnica de contagem de bactérias pelo método das diluições em placa ............................... 26 
Teste de hemólise em ágar-sangue ........................................................................................... 27 
Teste de motilidade .................................................................................................................... 29 
Teste da catalase ........................................................................................................................ 30 
Teste do tioglicolato ................................................................................................................... 31 
Antibiograma ............................................................................................................................... 32 
Prova do tubo germinativo ......................................................................................................... 34 
Microcultivo em lâmina .............................................................................................................. 35 
Colóquios das aulas práticas ..................................................................................................... 36 
 Roteiro nº 1 ............................................................................................................................... 36 
 Roteiro nº 2 ............................................................................................................................... 40 
 Roteiro nº 3 ............................................................................................................................... 43 
 Roteiro nº 4 ............................................................................................................................... 45 
 
 
 
3 
 
NORMAS DE SEGURANÇA PARA AS AULAS PRÁTICAS DE 
MICROBIOLOGIA 
 
O pequeno tamanho dos microrganismos e a necessidade de trabalhar com culturas que 
contêm muitos milhões de células requerem o conhecimento de procedimentos especiais de 
segurança. Existem quatro níveis de segurança, classificados de acordo com os fatores de risco 
envolvidos. Muitos são os fatores de risco, e entre eles podemos citar: 
• Tipos de atividade prática; 
• Tipos e fontes dos microrganismos; 
• Condições do laboratório; 
• Maturidade do estudante e experiência dos professores e técnicos (no caso de 
laboratórios de ensino). 
Um risco importante é a geração de aerossóis, gotículas de água contendo células 
vegetativas ou esporos de microrganismos, liberadas para o ar. Essas partículas, muito pequenas, 
podem ser facilmente levadas por correntes de ar e, ao serem inaladas, vão diretamente para os 
pulmões. Muitas das medidas de segurança adotadas são para minimizar o risco de formação de 
aerossóis. 
O trabalho com segurança, no laboratório de Microbiologia, exige o uso apropriado de 
equipamentos de proteção e de técnicas microbiológicas adequadas: 
• Equipamentos de Proteção Individual (EPI): luvas, aventais, gorros, pró-pés, máscaras, 
óculos; 
• Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC): cabine de segurança biológica (localizada em 
ponto de pouco tráfego e distante das portas): existem vários tipos de cabine, dependendo do 
grau de segurança necessário; extintores de incêndio, chuveiro de segurança e lava-olhos; 
• Todas as atividades devem ser realizadas de acordo com as condições conhecidas como 
GMLP (Good Microbiological Laboratory Practice), de forma a evitar a disseminação dos 
microrganismos, proteger os operadores da possibilidade de infecção e o experimento prático de 
contaminações com microrganismos do exterior. Uma das atividades mais importantes para 
manter a área física em condições adequadas é a limpeza geral do laboratório, com cuidado 
especial para as superfícies e com o lixo produzido. 
Você que está iniciando seus estudos em Microbiologia deve ler, atentamente, as normas abaixo, 
tantas vezes quanto necessário, para segui-las rigorosamente: 
 
1. Todo trabalho no laboratório de microbiologia exige, obrigatoriamente, o uso de 
EPI: avental de mangas longas, com elástico nas mangas, fechado; óculos; touca; máscara 
facial; luvas; sapatos fechados. 
2. Evitar o uso de lentes de contato (preferir óculos) e maquiagem. 
4 
 
3. Não fumar, não comer, não beber; evitar tocar a boca e outras mucosas ou pele. 
4. Não deixar cadernos, canetas, livros, bolsas, sacolas, etc. na bancada de trabalho 
– eles devem ser colocados em locais onde não haja risco de contaminação. 
5. Cuidado com a chama do bico de Bunsen, que deverá estar acesa durante a maior 
parte do tempo. 
6. Desinfetar a bancada no começo e no fim do trabalho com solução de álcool 70% 
ou outra similar (verifique se o bico de Bunsen está aceso). 
7. Ler atentamente o protocolo da aula prática e não iniciar o trabalho antes de ter 
certeza sobre o que fazer, a cada passo. 
8. Antes de iniciar o trabalho assegure-se de que tem, à mão, todo o material 
necessário – não pegar