A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
16 pág.
ASPECTOS ANTROPOLÓGICOS E SOCIOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO

Pré-visualização | Página 4 de 6

A sociologia, como ciência, estudada por Augusto Comte no século XIX foi influenciada pelo cenário intelectual, social e político  em  meados do século XVIII, tais como  a  Revolução Francesa e a  Revolução  Industrial  na Inglaterra. Os primeiros estudiosos da Sociologia, também, foram influenciados pela ideologia destes movimentos da história.
	
	
	 
	
	 6a Questão
	
	
	
	
	A teoria positivista tenta explicar e compreender a sociedade humana, como se suas leis fossem derivadas das chamadas ciências naturais. Desse modo, podemos considerar o positivismo como um apêndice do:
		
	 
	Cientificismo
	 
	Relativismo
	
	Racionalismo
	
	Universalismo
	
	Criacionismo
	
Explicação:
Cientificismo  é uma concepção filosófica de matriz positivista que afirma a superioridade da ciência sobre todas as outras formas de compreensão humana da realidade (religião, filosofia metafísica etc.), por ser a única capaz de apresentar benefícios práticos e alcançar autêntico rigor cognitivo.
	
	
	 
	
	 7a Questão
	
	
	
	
	
Observando a charge a seguir e identificando as características da globalização indique a opção correta:
		
	
	No processo de globalização temos cada vez mais o fechamento das fronteiras
	
	No processo de globalização as tensões e os conflitos sociais são esquecidos.
	 
	No processo de globalização temos avanço de exclusão social e conflitos sociais.
	
	No processo de globalização assistimos a uma desvalorização do dinheiro.
	
	No processo de globalização o pensamento pragmático é esquecido.
	
Explicação:
Ainda temos exclusão social infelizmente no processo de globalização e também conflitos sociais.
 
	
	
	 
	
	 8a Questão
	
	
	
	
	O processo da industrialização e a expansão das cidades influenciaram, em muito, o desenvolvimento do sistema educacional. Até as primeiras décadas do século XIX, a maioria da população não tinha acesso a nenhum tipo de educação escolar. Porém, com a rápida expansão da economia industrial, houve uma enorme demanda de um ensino especializado capaz de formar uma mão de obra instruída (GIDDENS, Anthony. Sociologia. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2005, p. 396). De acordo com as informações do texto acima, podemos concluir que:
		
	
	Os hábitos sociais e as experiências práticas do trabalho não são conteúdos tratados pela educação escolar.
	 
	A expansão escolar está associada a demandas colocadas pela vida nas cidades e pelas novas formas de organização do trabalho.
	
	O processo de industrialização e de desenvolvimento do sistema capitalista impediu a expansão escolar.
	
	Os saberes escolares vieram substituir outras formas de saber, construídos na família e na comunidade como um todo.
	
	O fenômeno da industrialização não interferiu no papel da escola, pois o treinamento da mão de obra especializada é uma prerrogativa das diferentes categorias profissionais.
	
Explicação:
A revolução industrial (sec. XIX) provocou intensa migração do campo para a cidade e consequente processo de mudanças sociais e econômicas, houve também a necessidade de expansão escolar e como destaca Baliero (2014: p, 16) ¿nessa mesma época (...) houve um processo de revitalização da universidade (...) configurando-se a disciplinarização e a profissionalização do conhecimento.
		 
	ASPECTOS ANTROPOLÓGICOS E SOCIOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO
3a aula
		
	 
	Lupa
	 
	 
	
Vídeo
	
PPT
	
MP3
	 
		Exercício: CEL0466_EX_A3_201902581441_V1 
	18/03/2019 (Finaliz.)
	Aluno(a): SANDRA REGINA PEREIRA
	2019.1 EAD
	Disciplina: CEL0466 - ASPECTOS ANTROPOLÓGICOS E SOCIOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO 
	201902581441
	
	 
	
	 1a Questão
	
	
	
	
	Segundo Émile Durkheim os fatos sociais devem ser tratados como "coisas", devem ser observados com distanciamento, objetividade. Na concepção do autor isto se deve:
		
	
	às características metodológicas da Sociologia que precisa se apresentar como uma ciência engajada, visando mudanças sociais radicais.
	
	às características dos fatos sociais, que devem ser percebidos como subjetivos conforme as pesquisas da Física e da Química.
	
	ao cuidado de evitar a manipulação teórica e o plágio, nos resultados obtidos nas diferentes formas de pesquisa de campo.
	
	ao sentido intuitivo da pesquisa sociológica, para equipará-la ao patamar das ciências naturais e exatas.
	 
	à necessidade do cientista social não se envolver com o objeto de estudo, mantendo a objetividade e a neutralidade científica.
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	 
	
	 2a Questão
	
	
	
	
	Qual afirmativa reflete o pensamento de Émile Durkheim sobre os fatos sociais?
		
	
	Os fatos sociais são somente coercitivos.
	
	Nenhum fato social é geral.
	 
	Os fatos sociais têm como características: a Coercitividade, a Generalidade e a Exterioridade.
	
	Nenhum fato social é objeto de estudo.
	
	Todo fato é psicológico.
	
Explicação:
Justificativa: a coerção social, força que os fatos exercem sobre os indivíduos, obrigando-os a conformarem-se com as regras impostas pela sociedade em que vivem. Os fatos sociais existem e atuam sobre os indivíduos, cuja vontade própria independe da vontade ou adesão consciente, sendo denominada como exterior aos indivíduos.
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	 
	
	 3a Questão
	
	
	
	
	De um modo geral, a cultura se constitui dos seguintes elementos :
		
	
	Conhecimentos, valores e normas
	
	Conhecimetos , crenças de valores, normas e símbolos
	 
	Conhecimentos , crenças ,valores,nomas e símbolos
	
	Normas e simbolos ,crenças e conhecimentos
	 
	Conhecimentos transmitidos, crenças ,símbolos e normas
	
Explicação:
CONHECIMENTOS. São transmitidos de geração em geração. Geralmente são práticos. Englobam também aspectos referentes à organização social, a estruturam de parentesco, aos usos e costumes, às crenças, às técnicas de trabalho etc.
CRENÇAS.  É a aceitação como verdadeira de uma proposição comprovada ou não cientificamente. São três os tipos de crenças:
VALORES. É empregado para indicar objetos e situações consideradas boas, desejáveis, apropriadas, importantes. Além de expressar sentimentos, o valor incentiva e orienta o comportamento humano.
SÍMBOLOS. Símbolos são realidades físicas ou sensoriais às quais os indivíduos lhes atribuem valores  ou significados específicos.
NORMAS. Normas são regras que indicam os modos de agir dos indivíduos em determinadas situações. Consiste, pois, em um conjunto de idéias, de convenções referentes àquilo que é próprio do pensar, sentir e agir em dadas situações.
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	 
	
	 4a Questão
	
	
	
	
	A sociologia ainda não ultrapassou a era das construções e das sínteses filosóficas. Em vez de lançar luz sobre uma parcela restrita do campo social, ela prefere buscar as brilhantes generalidades em que todas as questões são levantadas sem que nenhuma seja expressamente tratada. Não é com exames sumários e por meio de intuições rápidas que se pode chegar a descobrir as leis de uma realidade tão complexa. Sobretudo, generalizações às vezes tão amplas e tão apressadas não são suscetíveis de nenhum tipo de prova. (DURKHEIM, E. O suicídio: estudo de sociologia. São Paulo: Martins Fontes, 2000). O texto expressa o esforço de Émile Durkheim em construir uma sociologia com base na:
		
	
	formulação de hipóteses subjetivas sobre a vida social.
	 
	vinculação com a filosofia como saber unificado
	 
	adesão aos padrões de investigação típicos das ciências naturais.
	
	reunião de percepções intuitivas para demonstração.