Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
42 pág.
Estudos Cartográficos - Slides de Aula - Unidade I

Pré-visualização | Página 1 de 2

Unidade I
ESTUDOS CARTOGRÁFICOS 
SISTEMA SIG, GPS, AEROFOTOS
Prof. Fernando Ribeiro
O que é a Cartografia?
 A Cartografia representa uma maneira de expressar, por meio 
de imagens e dados comparativos, conteúdos programáticos 
e científicos de vários campos de estudos.
 Ela sistematizou a Geografia como Ciência.
 As representações cartográficas permitem, por meio de sua 
leitura, a interpretação e a compreensão de fenômenos 
distintos.
 É preciso aprender a dialogar com o espaço geográfico 
e a Cartografia contribui para isso.
Mas como cartografar?
 Construindo, no papel, aquilo que observamos na realidade.
 O estudo cartográfico permite imprimir o conteúdo, a 
informação que propicia o entendimento do espaço 
geográfico e o papel desse espaço nas práticas sociais.
 A leitura de mapas, gráficos e tabelas sistematiza a 
espacialidade dos fenômenos.
 O espaço geográfico precisa ser lido e compreendido como 
uma construção humana que se desenvolveu em um 
substrato da superfície terrestre, relacionando-os.
A Cartografia e a representação em imagens
Fonte: 
Página 11 do 
livro-texto. 
Sistemáticas
Astronomia de posição
Geodésia
Topografia
Aerofotogrametria
Sensoriamento
baseado em normas técnicas de base
Científica nas quais são representados
baseado em normas metodológicasAssistemáticas
Base científica
Técnicas de produção
– Metodologia e representação gráfica
– Estatística
– Teoria da informação e comunicação
– Semiologia gráfica
– Sensoriamento remoto
– Artes gráficas
– Reprodução gráfica (impressão)
– Computação
Esboço histórico da Cartografia
Fonte: Página 13 do livro-texto.
A Cartografia tem uma historicidade
 A história da Cartografia permite definir e conhecer não 
apenas o espaço natural, mas a organização da vida nesse 
espaço, a evolução das técnicas de locomoção, o tipo de 
atividade econômica, as riquezas, os costumes, a cultura.
Fonte: Página 14 do livro-texto.
Interatividade
Agora vamos testar o nosso conhecimento acerca da temática 
apresentada. Alguns povos se destacaram na representação 
cartográfica, como os ....................., os ................, os ................ e 
os ................., graças à invenção de instrumental que lhes 
permitiria um melhor posicionamento e localização.
É possível preencher as lacunas com:
a) coreanos, japoneses, turcos e italianos;
b) russos, alemães, portugueses e espanhóis;
c) chineses, árabes, gregos e egípcios;
d) gregos, romanos, árabes e judeus;
e) portugueses, alemães, gregos e japoneses.
Os conceitos básicos da Cartografia
 Escala = elemento que indica a proporção entre o objeto 
real e sua representação.
 Temos ainda a Escala geográfica = representação do 
fenômeno.
 A escala pode ser: gráfica
 como um segmento de régua.
 0 Km 200Km 400Km 600Km (1cm = 200Km).
 A escala numérica
 trata-se de uma fração.
 1: 2.000.000( 1cm= 2Km) ou 1: 5.000.000 (1cm= 50Km).
Tipos de representação
 Várias formas de representação de aspectos geográficos, 
ambientais, nacionais e internacionais.
 Mapa = toalha de mesa (termo cartaginês).
 Desenho dos comerciantes (rotas, caminhos).
 Mapa = representação no plano em escala pequena.
 Carta = representação em escala média ou grande.
 Planta = escala grande com definições detalhadas.
Curvas de nível
 Também chamadas de isoípsas ou curvas hipsométricas,
 são linhas que, em um mapa ou uma carta, ligam pontos de 
igual altitude no terreno.
 Qual a sua finalidade? 
Representar a altimetria 
da região mapeada.
Fonte: Figura 17, p.29 do livro-texto.
Curvas de nível
Fonte: Figura 17, p.29 do livro-texto.
>1100
1000-1100
900-100
800-900
Rodovia Fernão Dias
Estradas e Caminhos Asfaltados
1 – Estrada Santa Inês
2 – Av. Nova Cantareira
3 – Av. Cel. Sezefredo Fagundes
Limite de Município
Linhas de Transmissão
Rios
<800
Perfil topográfico
 Título, escala horizontal 
e vertical, rumo ou 
azimute do alinhamento, 
fonte e data.
Fonte: Página 34 
do livro-texto.
Projeções cartográficas
 Solução para o problema da transferência de imagem da 
superfície curva para a plana.
 Sempre ocorrem deformações.
Fonte: Página 35 do livro-texto.
Classificações das projeções
Quanto às propriedades
 *conforme;
 *semelhantes;
 *equidistantes;
 *equivalentes;
 *azimutais ou zenitais;
 *afiláticas.
Classificações das projeções
Quanto à superfície de projeção
 *plana ou azimutal;
 *cilíndrica;
 *cônica;
 *poliédrica.
Quanto à localização do ponto de vista
 gnomônicas ou centrais;
 estereográficas;
 ortográficas.
As projeções mais utilizadas
São as cilíndricas:
 *a Transversa de Mercator (UTM), que é equatorial;
 entra mapa;
 *a de Arno Peters, que é cilíndrica equivalente.
As projeções mais utilizadas
Fonte: Página 45 do livro-texto.
As projeções mais utilizadas
Fonte: Página 46 do livro-texto.
Anamorfoses
 Mapas esquemáticos que sofrem deformações, trabalham com 
grandezas e comparações.
Fonte: Página 49 do 
livro-texto.
Anamorfoses
Fonte: Página 49 do livro-texto.
Elementos de Astronomia
 Foram muito importantes para a Geografia e os estudos 
cartográficos. 
Fonte: Página 50 do livro-texto.
Elementos de Astronomia
Fonte: Página 51 
do livro-texto.
Interatividade
Sistemas de projeção são constituídos por uma forma 
matemática que transforma as coordenadas geográficas a partir 
de uma superfície esférica (elipsoidal) em coordenadas planas, 
mantendo a correspondência entre elas. De acordo com a 
definição, podemos afirmar somente que:
a) A Terra é quadrada.
b) A Terra é plana.
c) A Terra é esférica (geóide).
d) A Terra é elíptica.
e) A Terra é cônica.
Noções astronômicas
 Equinócios = pontos nos quais se registra igual duração do 
dia e da noite na eclíptica.
 Solstícios = afastamento máximo do Sol em relação 
ao Equador.
Fonte: Página 52 do livro-texto.
Posições celestes
 Zênite = ponto em que a linha perpendicular ao solo encontra 
a esfera celeste.
 Nadir = em relação ao observador, ponto no qual uma linha 
vertical, perpendicular ao horizonte, intercepta a esfera 
celeste, oposta ao zênite.
Sistema Solar
 O que é?
 Como é formado?
Fonte: Página 53 do livro-texto. 
Sol
Mercúrio
Vênus
Terra
Marte
Júpiter
Saturno
Urano
Netuno
Plutão
Asteróides
O Sol
 Centro do Sistema Solar (Copérnico).
 Ao contrário do geocentrismo.
 O Sol é classificado como estrela.
Classificação dos planetas
 Terrestres ou internos.
 Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.
 Jupterianos ou jovianos (externos).
 Júpiter, Saturno, Urano e Netuno. 
A Lua
 Satélite natural da Terra.
 Apresenta fases diferentes:
 *nova;
 *cheia;
 *quarto crescente;
 *quarto minguante;
 e os eclipses solares e lunares.
Fonte: Página 53 do 
livro-texto.
A Terra
 Seus movimentos e efeitos.
 Rotação = dia e noite e zonas climáticas.
 Translação = estações do ano e fusos horários.
Interatividade
A Terra descreve uma trajetória em seu movimento anual, 
denominada .......................ao redor do Sol. Preencha a lacuna 
com o termo correto:
a) volume;
b) massa;
c) rotação;
d) órbita;
e) solstício.
O eixo terrestre
 Quais as consequências da inclinação?
 *solstícios e equinócios;
 *duração desigual do dia 
e da noite;
 *desigual distribuição de 
luz e calor;
 *estações do ano.
Fonte: Página 57 do livro-texto.
Coordenadas geográficas
 Definição: conjunto de linhas
Página12