fundamentos da educação inclusiva pronto
3 pág.

fundamentos da educação inclusiva pronto


Disciplina<strong>fundamentos da Educação</strong> Inclusiva9 materiais85 seguidores
Pré-visualização3 páginas
F ab ric io Henr iq ue a rrud a d e c arvalho 11792 30
Ed ucaç ão Fís ic a, lic enc iat ura
F unda me ntos da e d uc ão incl usiva
Re na ta André a Fe rna nde s fa ntac ine
Centro Un ivers i r io C laret iano
Cuiabá
2019
N egligê nc ia / Exc lu inic ia na soc iedade greco- ro ma na q ue pre za va pe la va lor ização da
o beleza e per fe ição q ue m não cor respo nd ia e ra aba ndo nada e mor ta.
N a idade méd ia as de fic iê nc ias e ra m vist as co mo sobre na t ura l,
influênc ia do de mô nio e po r isso essas pe ssoas e ra m e xc lda s e
punidas. A lguma s pessoa s via m a de fic iê nc ia co mo a lgo de De us e
por isso e ra m a co lhid as por inst it uições de ca r idade.
Inst it uc io na lização C o m os a va nços da me d ic ina as de fic iê nc ias e ra m vis tas co mo
Doe nças pos s ive lme nte co nta g iosas e por isso as pes soas de ve r ia m
ser e xc luidas do co ntato da soc iedad e e m hosp íc io s. So me nt e a
part ir do séc ulo 19 inic ia m- se e studos re fe re ntes as de fic iê nc ias
fa vorece ndo a inte gração e dese nvo lvime nto d essas pe ssoas. Var ios
pro fis s io na is intere ssara m- se p e los e st udos de de fic iê nc ia me nta l;
No Bras il fo ra m fund ados ins t it utos e esco las no r io d e ja ne iro e são
paulo co mo o inst it uto Be nja mim Co ns ta nt, I nst it uto nac io na l de
surdos, AACD e a APA E. Ato de c ar idad e pe las sa nta s casas de
mise r i rd ia.
Criação de se r viços Co ns iderado a fase da inte gração, inic io u- se a pa rt ir do séc ulo 20
educac io na is com a fundação e inst it utos, esco las pa rt ic ular es e inst ituiçõ es q ue
existem at é os d ia s de hoje e são re fere nc ias nac io na is o ferece ndo
ate nd ime nto ed uc ac io na l espec ia lizado. Cr ia ção de c la sses e spec ia is
nas esco la s p úb licas; Mo vime nto fe ito p e los pa is de c r ia nça s co m
de fic iê nc ia me nta l e co m para lis ia cereb ra l co m o int uito de
est imula r as or ga nizaçõe s go ver na me nta is a uma no va le gis la ção de
pesquisa ; Tre ina me nto p ro fiss io na l e a te nd ime nto na s esco la s
b licas a essas cr ia nças, a is nt it uição ma is co nhec ida é a AP AE.
At ua lidade A soc iedade pas sa a se re estr ut ura r para ga ra nt ir o ace sso das
pessoas co m necess idades ed uc ac io na is e espe c ia is aos d ifere ntes
ser viço s; Fo i ap rese ntada a dec laração do s d ir e ito s das pes soas
de fic ie ntes, se gundo o ar t igo 3 as te m o s mes mos d ire itos
fund a me nta is q ue se us co nc idadãos ; I ns t it uições q ue c uida m
so me nte d as neces s idades fis icas se m propo r co nd iç õ es para o
dese nvo lvime nto ; D ispo nib ilizar as pessoa s co m de fic nc ia o s
difere ntes t ipos de apo io nece ssár ios a ot imização de s ua inc lusão
soc ia l. A b usca p e la inc lusão, aos po ucos os ser viços re lac io nado s a
educaç ão espec ia l vão se a mp lia ndo e ga ra nt indo o aces so e
per ma ne nc ia das pe ssoas co m nessec idades e spec ia is no e ns ino
re gular.
REF E R EN C IAS B IB LIO GR AF IC A
CAMPO S, J. A. P. P.; PEDRO SO , C . C . A.; RO C HA, J. C. M. F unda me ntos da
Ed ucação I nc lus iva. Bata ta is : C lar et ia no, 201 3