Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
48 pág.
aula_cap_01

Pré-visualização | Página 1 de 3

QUÍMICA ORGÂNICA I 
Prof. Dr. Leandro Ferreira Pedrosa 
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE 
Departamento de Química – Volta Redonda 
1 
Reações Radicalares 
 Bruice, P.Y. - Química 
Orgânica, 4ª ed., Vol. 1. 
Pearson Prentice Hall, São 
Paulo, 2006. 
BIBLIOGRAFIA 
 McMurry, J. - Química 
Orgânica, 7ª ed., Vol. 1 
Editora Thomson Pioneira, 
São Paulo, 2011; 
 Solomons, T. W. G. e 
Fryhle, C. B. - Química 
Orgânica, 10ª ed., Vol. 1. 
Editora Livros Técnicos e 
Científicos, Rio de Janeiro, 
2012; 
 Carey, F. A. - Química 
Orgânica, 7ª ed., Vol. 1 
Editora Bookman, Porto 
Alegre, 2011. 
2 
Química Orgânica: a Química dos 
Compostos de Carbono 
3 
A VIDA E A QUÍMICA DOS COMPOSTOS DE CARBONO 
4 
• Nos seres vivos: 
 Aminoácidos levógiros (L); Açúcares dextrógiros (D) 
Não existe uma resposta definitiva para essa questão. 
• Duas categorias diferentes de substâncias químicas: 
 Os compostos “orgânicos”, provenientes dos seres vivos 
 Os compostos “inorgânicos”, provenientes dos minerais. 
• Químicos podiam transformar um composto orgânico em 
outro, mas acreditava-se que não seria possível preparar um 
composto orgânico a partir de materiais exclusivamente 
inorgânicos. 
Química Orgânica: a Química dos 
Compostos de Carbono 
5 
• Wöhler (1828) obteve uréia, composto 
orgânico, por aquecimento de uma solução 
aquosa de cianato de amônio, um composto 
reconhecidamente inorgânico. 
Química Orgânica: a Química dos 
Compostos de Carbono 
6 
• A maioria esmagadora de compostos presentes nos seres 
vivos contêm o elemento carbono. 
 
• Os químicos preferiram manter a divisão, definindo agora a 
“química orgânica” como a química dos compostos de 
carbono. 
7 
Enzima HMG-CoA redutase, catalisa um 
passo crucial na síntese do colesterol. 
• Considerar uma divisão muito assimétrica: de um lado, os 
compostos de carbono, e de outro lado os compostos de 
todos os outros elementos. 
 
• A assimetria se desfaz quando verificamos que existe um 
número muito maior de compostos que contêm carbono. 
 
• É capaz de formar uma imensa diversidade de compostos, 
do simples metano, com um átomo de carbono, para o DNA 
que pode conter mais de 100 milhões de carbonos. 
8 
• Isto se deve a propriedades que somente o carbono 
apresenta: 
 Seus átomos podem ligar-se uns aos outros formando 
cadeias de comprimento aparentemente ilimitado; 
 As cadeias podem ramificar-se e formar ciclos em 
números e tamanhos variados; 
 Podem conter outros elementos inseridos entre 
carbonos; 
 O carbono é tetravalente, mesmo usando duas ou três 
valências para ligar-se a outros carbonos, ainda sobram 
valências em vários átomos de carbono para formar 
ligações com outros elementos. 9 
• A divisão entre química orgânica e química inorgânica são 
divisões artificiais e arbitrárias. 
 
• Alguns compostos de carbono (como CO, CO2, ácido 
carbônico, carbonatos e bicarbonatos metálicos, cianetos, 
cianatos, etc.) são geralmente considerados como 
compostos inorgânicos. 
 
• Essas pequenas exceções são irrelevantes e existem por 
razões históricas, práticas, etc. 
10 
• Outros elementos comumente encontrados em compostos 
orgânicos e as cores tipicamente usadas para representá-
los. 
11 
Química Orgânica - Uma 
Aprendizagem Baseada 
em Solução de 
Problemas 
Capítulo 1 
 
Representação de 
estruturas em bastão 
 
Versão: Prof. Leandro Ferreira Pedrosa 
Universidade Federal Fluminense 
Química Orgânica I 
2018 
12 
• As moléculas podem ser representadas de muitas 
maneiras. Por exemplo, a seguir estão três maneiras 
diferentes de representar a mesma molécula: 
Química Orgânica 
Representação de estruturas em bastão 
13 
• A última estrutura (estrutura em bastão) é a mais rápida de 
representar, a mais rápida de ler e a melhor maneira de 
comunicar. 
• As representações de estrutura em bastão mostram o 
esqueleto de carbono juntamente com quaisquer grupos 
funcionais que estão ligados, como –OH ou –Br. 
 
• As linhas são traçadas em formato de zigue-zague, no qual 
cada vértice ou ponto final representa um átomo de 
carbono. 
 
• Por exemplo, o composto visto a seguir possui sete átomos 
de carbono: 
Como ler representações de estrutura em bastão 
14 
• Um erro comum é esquecer que as extremidades das 
linhas também representam átomos de carbono. 
 
• Por exemplo, a molécula vista a seguir possui seis átomos 
de carbono: 
Como ler representações de estrutura em bastão 
15 
• As ligações duplas são representadas com duas linhas e as 
ligações triplas são representadas com três linhas: 
• Ao representar ligações triplas, tenha certeza de 
representá-las em uma linha reta em vez de zigue-zague, 
porque as ligações triplas são lineares. 
Como ler representações de estrutura em bastão 
16 
• Os dois átomos de carbono da ligação tripla e os dois 
carbonos ligados a eles são representados em linha reta. 
Todas as outras ligações são representadas em zigue-
zague: 
EXERCÍCIO 1.1: Conte o número de átomos de carbono em 
cada uma das representações vistas a seguir: 
Como ler representações de estrutura em bastão 
17 
Como ler representações de estrutura em bastão 
18 
PROBLEMAS: Conte o número de átomos de carbono em 
cada uma das representações vistas a seguir. 
Como ler representações de estrutura em bastão 
19 
• A maioria dos átomos de hidrogênio não são mostrados e, 
então, as estruturas em bastão podem ser traçadas muito 
rapidamente. 
 
• Os átomos de hidrogênio ligados a átomos diferentes do 
carbono (como nitrogênio ou oxigênio) têm que ser 
representados: 
Como ler representações de estrutura em bastão 
20 
• Supõe-se que há mais duas ligações com os átomos de 
hidrogênio (dando um total de quatro ligações). 
• Porém, átomos de hidrogênio ligados ao carbono não são 
representados. A regra para determinar o número de 
átomos de hidrogênio que estão ligados a cada átomo de 
carbono é: átomos de carbono neutros têm um total de 
quatro ligações. 
Como ler representações de estrutura em bastão 
21 
EXERCÍCIO 1.12: A molécula vista a seguir tem nove átomos 
de carbono. Conte o número de átomos de hidrogênio ligados 
a cada um dos átomos de carbono. 
Como ler representações de estrutura em bastão 
22 
PROBLEMAS: Para cada uma das moléculas vistas a seguir, 
conte o número de átomos de hidrogênio ligados a cada um 
dos átomos de carbono. 
Como ler representações de estrutura em bastão 
23 
• Economizamos tempo não representando cada C e H. 
 
• Maior facilidade no entendimento das reações. 
• Nesta reação estamos convertendo uma ligação dupla em 
uma ligação simples pela adição de dois átomos de 
hidrogênio à ligação dupla. 
Como representar estruturas em bastão 
24 
Algumas sugestões podem ser úteis antes de resolver alguns 
problemas: 
 
1. Não se esqueça que átomos de carbono em uma cadeia 
reta são representados em zigue-zague: 
2. Quando representar ligações duplas, tente desenhar as 
outras ligações o mais distante possível da ligação dupla: 
Como representar estruturas em bastão 
25 
3. Quando desenhar zigue-zagues, não importa em que 
direção está desenhando: 
PROBLEMAS: Para cada estrutura vista a seguir, faça a 
respectiva representação de estrutura em bastão no boxe ao 
lado. 
Como representar estruturas em bastão 
26 
Erros que devem ser evitados 
27 
1. Nunca represente um átomo de carbono com mais de 
quatro ligações. 
Os
Página123