A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
18 pág.
Propeno

Pré-visualização | Página 1 de 1

Polímero Propeno
Dupla: Julyana Barreto e Palloma Vieira
Cabo frio, 2019
O polipropileno foi sintetizado à escala laboratorial por Giulio Natta e pelo químico alemão Karl Rehn, em Março de 1954, na forma de um polímero cristalino isotático. 
Esta descoberta levou à produção industrial do polipropileno pela empresa italiana Montecatini, em 1957. 
Foi também Natta que sintetizou, pela primeira vez, o polipropileno na sua forma sindiotática (configuração alternada dos substituintes). 
 Com o início da produção à escala industrial, em 1957, as primeiras aplicações do polipropileno foram, essencialmente, em capacetes de segurança e fibras para tapetes, tendo muitas outras aplicações surgido posteriormente. 
História
Propeno, nome oficial pela IUPAC, é chamado propileno, é um hidrocarboneto insaturado, apresenta-se como um gás incolor altamente inflamável. É produzido durante o craqueamento do petróleo e na gaseificação do carvão.
Junta-se em longas cadeias para formar o polipropileno. 
Formula: C3H6
Ponto de Fusão :-185ºC
Ponto de Ebulição :-47.6ºC. 
Características 
O propeno é produzido de combustíveis fosseis (petróleo, gás natural e carvão).
O polipropileno é obtido através de reações de polimeração, chamadas de monômeros, reagem entre si, combinando suas moléculas e formando moléculas maiores.
Obtido através do craqueamento da Nafta.
 
Processo: Matéria Prima
Propeno a partir da glicerina de biodiesel
O propeno verde
O propeno gerado a partir da glicerina residual da produção de biodiesel, chamado de Propeno Verde (por ser de fonte renovável), servirá de matéria-prima para a produção de "Polipropileno Verde", que tem as mesmas características do polipropileno atualmente produzido a partir do propeno feito da nafta. 
A glicerina
A glicerina em quantidade comercial era obtida em geral por processo petroquímico, antes da disseminação do processo de esterificação, processo para obter biodiesel a partir de óleos vegetais, agora é um resíduo desse processo. 
O processo
O processo industrial para obtenção do propeno verde segue a mesma lógica, mas inversa, do que durante décadas foi utilizado para obter glicerina através da nafta de petróleo, que também derivava o propeno. 
Processo de craqueamento.
Reação dos processos
Reação do polipropileno a partir do propeno. 
 
Reação do propeno a partir da glicerina 
Processo de extração do propeno a partir da nafta. 
Características Fisico-quimicas 
 O polipropileno pode ser processado de três formas diferentes:
Termoformagem:
Esse processo é empregado para a produção de artigos descartáveis e embalagens rígidas, usadas para margarina, cream cheese, sorvetes e bebidas.
 As embalagens feitas com o polipropileno, mediante termoformagem, proporcionam a manutenção da qualidade e do sabor dos produtos, além de segurança, inviolabilidade, leveza, facilidade no uso e praticidade, podendo ser levadas aos dois extremos de temperatura (do freezer aos micro-ondas), sem prejuízo algum.
Processamento:
Extrusão
Ocorre quando o objetivo é produzir filmes plásticos, utilizados amplamente na indústria de embalagens, como BOPP (polipropileno bi-orientado) usado no envase de diversos produtos alimentícios, com excelentes propriedades mecânicas e baixa permeabilidade e gases, podendo ser metalizado ou não.
Injeção
Muito utilizado na produção de utensílios domésticos e baldes para aplicações na indústria alimentícia, garante alta produtividade e acabamento nos artigos finais de plástico.
O polipropileno é usado em:
Embalagens alimentícias 
Produtos de higiene e limpeza
Peças para automóveis
Tapetes
Tecidos 
É utilizado na produção de derivados acrílicos para:
Tintas
Adesivos,
Fibras 
Polímero superabsorvente para fraldas descartáveis.
Combustível industrial : 
Utilizado como combustível. 
Aplicação:
Para o processo de reciclagem industrial, deve-se separar o material de acordo com suas características, após a separação, esse material passará pelo processo de moagem para facilitar o derretimento homogêneo.
 
É bastante utilizado no artesanato, gerando renda para as famílias que utilizam o material como meio de sobrevivência.
Reciclagem 
Legislação e qualidade
Art. 1º Proíbe a produção, fabricação, distribuição, comercialização, venda, estocagem, armazenagem, consignação, seja para exportação e importação, divulgação, uso e descarte nos rios, córregos, lagos, lagoas, lagunas, no mar e no solo, de qualquer produto cosmético, de higiene pessoal e de limpeza que contenham microesferas de plástico, sejam elas ocas ou maciças, provenientes de polímeros de polietileno, polipropileno (pp), poliacetal (delrin ou pom), tereflalato, polimetilmetacrilato, náilon (poliamida ou pa), ou similares, no Estado do Rio de Janeiro
Grafico que representa a produção e exportação de polipropileno.
As cidades que mais produzem propreno são as cidades da Grande São Paulo, principalmente o ABC. 
Plasticos alternativos, processos alternativos , biodegradáveis. 
Plástico feito de açúcar é alternativa verde para polipropileno
Processo petroquímico 
Fluxograma
COLTRO, Leda. et al. Reciclagem de materiais plásticos: a importância da identificação correta. Campinas: CETEA, 2008.
HAGE JUNIOR, Helias.  Aspectos históricos sobre o desenvolvimento da ciência e da tecnologia de polímeros. São Carlos: UFSCar, 1998.
PLASTTOTAL. Polipropileno: informações técnicas. Disponível em: <http://www.plasttotal.com/plasticos-de-engenharia-polipropileno.php>. Acesso em: 20 maio 2019.
RESINEX. PP Polipropileno. Portugal: Resinex, 2017. Disponível em: <http://www.resinex.pt/tipos-de-polimeros/pp.html>. Acesso em: 20 maio 2019.
https://www.braskem.com.br/detalhe-noticia/braskem-celebra-40-anos-da-unidade-de-polipropileno-do-abc
Referência Bibliográfica