Resumo Reação Leucemóide
1 pág.

Resumo Reação Leucemóide


DisciplinaHematologia3.517 materiais22.542 seguidores
Pré-visualização1 página
Resumo- Reação Leucemóide
Patologia que é reacional a alguma doença. Faz diagnóstico diferencial com a Leucemia Mieloide Crônica. 
Na reação leucemoide, as anormalidades desaparecem quando é corrigida a condição subjacente, ou seja, a infecção.
Geralmente cursa com uma leucometria elevada, variando entre 25.000 a 50.000
leucócitos e com desvio a esquerda escalonado chegando a mielócitos.
Diferenças entre a Reação Leucemoide e LMC
REAÇÃO LEUCEMOIDE				X 	LEUCEMIA MIELOIDE CRÔNICA 
WBC \u2264 50.000					WBC > 50.000
Desvio a esquerda até mielocito			Desvio a esquerda até mieloblasto.
Ausência de eosinófilos e basófilos.			Eosinofilia e basofilia.
Plaquetas normais					Plaquetose ou plaquetopenia.
Fosfatase alcalina elevada				Fosfatase alcalina diminuida.
Granulações tóxicas e vacúolos citoplasmáticos.	Ausência de granulações tóxicas
Ausência do cromossomo Philadelfia. 			Presença do cromossomo Philadelfia.
PRINCIPAIS PATOLOGIAS CAPAZES DE CAUSAR A REAÇÃO LEUCEMOIDE:
Infecções piogênicas graves ;
Necrose tecidual;
Tuberculose, toxoplasmose, brucelose;
Glomerulonefrites;
Artrite reumatóide;
Insuficiência hepática
Cetoacidose diabética.
DIAGNOSTICO:
O diagnóstico indicado para diferenciar leucemia mieloide de reação leucemoide aguda inclui teste da fosfatase alcalina leucocitária e de estudos cromossômicos para o diagnóstico preciso. 
Em alguns casos de suspeita de reações leucemoides é necessário a realização do mielograma para um estudo detalhado da medula óssea do paciente. 
Nas reações leucemóides a MO é normal, sem fibrose e megacariócitos normais.