A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Jogos,recreação e educação

Pré-visualização | Página 1 de 1

Avaliação Discursiva 1 - Veteranos
QUESTÃO A
 O uso de jogos com fins pedagógicos é um tema bastante relevante para os dias de hoje. Os jogos foram usados na escola, no contexto da educação informal, sem o ensinamento de conteúdo, embora com considerações de que o lúdico podia desenvolver o raciocínio e a inteligência e, por consequência, auxiliar o estudo.  Em muitas salas de aula, o jogo tem sido usado como recurso pedagógico. Por várias razões, os educadores Rizzi e Haydt (1994, p. 13-14) recorrem aos jogos como um recurso no processo de ensino e aprendizagem. Neste contexto os autores presentam quatro motivos que levam um professor a utilizar os jogos em seu ambiente escolar: impulso natural, prazer e esforço espontâneo, mobilização de esquemas mentais e integração das dimensões da personalidade.
Diante das perspectivas teóricas que você estudou durante as aulas e videoaulas da disciplina, produza um texto entre 10 e 15 linhas explicando as considerações sobre cada um dos quatro motivos apresentados pelos autores os quais levam o professor a utilizar os jogos no ambiente escolar.
Para os autores, cada um desses quatro motivos elencados, possuem suas justificativas.
Toda criança possui uma tendência ao lúdico. Os jogos em si, já impulsionam as crianças, de certa forma, a se interessarem por referidos jogos. Vygotsky foi um dos defensores da utilização dos brinquedos, como suporte das brincadeiras.
Os jogos e brincadeiras são excelentes mediadores entre o prazer e o conhecimento, historicamente constituído. Já o lúdico, se destaca culturalmente. Os jogos auxiliam a criar emoções, sobre o conteúdo a ser trabalhado em sala de aula, a fins de considerar os interesses e as motivações dos educandos em se expressar, agir e interagir nas atividades lúdicas.
Os jogos mobilizam esquemas mentais, em suas atividades físicas e cognitivas. Os jogos estimulam o pensamento de maneira bem espontânea, proporcionando prazer, pois sua principal característica é envolver o jogador de forma intensa canalizando todas suas energias para atingir objetivos.
A integração, das dimensões da personalidade decorre dos anteriores, por propiciar desenvolvimento moral e social das crianças nas brincadeiras. Os jogos envolvem as crianças em suas representações afetivas, motoras e cognitivas, desenvolvendo estímulos à imaginação e vinculando hábitos importantes para o seu desenvolvimento.
Todos os quatro motivos, levam os professores a fazer uso dos jogos no ambiente escolar, de forma que o jogo possa ser educativo e prazeroso, sem ocupar o lugar das outras lições e não atrapalhar o tempo de estudo do aluno.
QUESTÃO B
 Enquanto educadores, sabemos da importância de inserir nos nossos planos de aula o uso dos jogos e brincadeiras. Sendo esta ferramenta rica para o processo de ensino aprendizagem dos alunos.  Ao desenvolver o Estágio Supervisionado I (Educação Infantil) na instituição escolhida, você tem a oportunidade de observar e vivenciar a docência. Durante toda sua permanência na escola, você observou se a professora da turma em algum momento envolveu jogos e brincadeiras aos conteúdos trabalhados no dia a dia? Caso sim descreva as estratégias que foram utilizadas para a realização da atividade? Caso não pense em algum conteúdo relacionado à matemática que pode ser trabalhado utilizando-se de jogos. Explique como seria o desenvolvimento dessa atividade.  Seu texto deve conter entre 10 a 15 linhas.
Sim
Todos os dias durante alguns minutos conforme planejamento, o educador fez uso de jogos e brincadeiras como forma de fixação das atividades.
A mesma faz uso constante de peças de dominó, palitos de picolés, peças de lego, pedaços de pizza de TNT, para as atividades de conteúdo matemático. Na disciplina de língua portuguesa, é frequentemente utilizado, o dominó de palavras, quebra cabeças, entre outras, de modo que em todos os momentos, é utilizados jogos e brincadeiras, junto ao processo de aprendizagem.
As brincadeiras são um incentivo ao desenvolvimento de novas habilidades e a busca de novas experiências para as crianças, do qual, sempre devemos ser o mais agradável possível, para trabalhar dessa maneira, lógica e desafiadora. Dessa forma, aprender fica mais agradável, prático e nada entediante. Por certo, o professor deve estar atento a não deixar de lado o real objetivo das atividades com lúdicas.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.