2 INTRODUÇÃO A TERMOTERAPIA
24 pág.

2 INTRODUÇÃO A TERMOTERAPIA


Disciplina<strong>eletrotermo</strong>7 materiais2 seguidores
Pré-visualização1 página
*
*
HIPERTERMOTERAPIA
Profa. Juliana Fonteles
*
*
Introdução
O calor e o frio são os recursos mais antigos utilizados na fisioterapia;
Várias são as modalidades terapêuticas que produzem aquecimento tecidual, tanto superficialmente, quanto profundamente; 
*
*
Aquecimento
É indispensável quando possivel para:
Prática da cinesioterapia;
Manipulações;
Eletroestimulação
IMPORTANTE!!!!!!!!!!!!!!!
*
*
Importante!!
Temperatura é a medida da quantidade de calor, e é decorrente da energia cinética dos átomos e moléculas;
Receptores da pele- avaliação da temperatura;
Termômetro- instrumento para avaliação da temperatura (mercúrio, álcool, bimetal de tiras...)
*
*
Quantidade de calor x Capacidade de calor
Quantidade de calor- calorias (cal.)---- Joules (J)
Capacidade térmica- é a quantidade de calor necessária para aumentar a temperatura de 1Kg de material em 1º Celsius (CALOR ESPECÍFICO);
Cada material tem seu calor específico ou seja capacidade térmica diferente;
*
*
Ex: 10 KJ de energia aplicados a 1Kg de ferro aumentam a sua temperatura em 22ºC, já este mesmo valor aplicado a 1Kg de água só aumentaria apenas 2,4ºC.
Por que????
*
*
Importante!!
O aquecimento da matéria pode gerar:
Redução da viscosidade dos fluidos;
Dilatação;
Mudança de estado;
Aumento na velocidade das reações químicas;
Produção de radiação eletromagnética;
*
*
Transferência de Calor
CONDUÇÃO;
CONVECÇÃO;
RADIAÇÃO;
*
*
Condução 
Transferência de calor de um local para o outro;
O fluxo de calor através da matéria varia com a natureza do material- condutividade térmica;
 
*
*
Convecção 
Ocorre quando átomos e moléculas mais quentes se movem de um lugar para outro (líquidos e gases);
*
*
Radiação 
Conversão da energia eletromagnética ou ultra-sônica em energia térmica;
*
*
Homeotermia x Regulação térmica
O homem é um ser homeotérmico, em relação a sua temperatura central (estruturas e órgãos profundos mantém sua temperatura constantes), e a manutenção desta depende do equilíbrio entre perdas e ganhos de calor ;
Pele e tecido subcutâneo variam sua temperatura;
A maioria dos indivíduos apresenta temperatura central em torno de 36,8Cº
*
*
Homeotermia x Regulação térmica
A principal fonte de ganho de calor deve-se ao aumento do metabolismo durante o exercício vigoroso (75% da energia da contração é dissipada como calor)
A radiação é responsável por 60% de perda de calor. Quanto maior a temperatura externa menor a radiação do corpo e maior a do ambiente , nesse caso a perda de calor ocorrerá por evaporação;
*
*
*
*
Regulação térmica
A regulação térmica ocorre devido a informações de temperatura do sangue que perfunde o hipotálamo, bem como de informações dos receptores cutâneos periféricos;
Esta é controlada pelo hipotálamo, pelos centros superiores (comportamento) e pelos hormônios (adrenalina- LEVA AO RESFRIAMENTO ) 
*
*
Regulação térmica
*
*
Efeitos fisiológicos da mudança de temperatura nos tecidos corporais
Alteração na temperatura
Altera concentração de metabólitos
Hiperestimulação ou hipoestimulação de receptores
Gera efeitos terapêuticos ou do aquecimento ou do resfriamento;
*
*
Efeitos fisiológicos da mudança de temperatura nos tecidos corporais
Alterações fisiológicas:
Estimulação de nervos sensoriais pelo calor e pelo frio;
Redução ou aumento na condução nervosa;
Vasoconstrição ou vasodilatação;
Vasodilatação da pele em algumas áreas devido ao resfriamento;
Aumento no fluxo sanguíneo e na troca de fluidos dos tecidos pelo aquecimento; 
*
*
Efeitos fisiológicos da mudança de temperatura nos tecidos corporais
Alterações físicas:
A taxa metabólica é aumentada pelo aquecimento e diminuída pelo resfriamento (Lei de Van\u2019t Hoff- cerca de 13% a cada 1ºC);
Desnaturação de proteínas mediante calor excessivo (acima de 45º);
Congelamento dos fluidos leva a destruição tecidual;
Mudança na viscosidade dos fluidos;
Mudança na maleabilidade do colágeno
*
*
Efeitos terapêuticos do aquecimento tecidual local 
Aceleração da cicatrização;
Alívio da dor e sedação
*
*
Efeitos terapêuticos do aquecimento tecidual local 
Redução do espasmo
Facilitação da mobilidade articular;
*
*
*
*
Lesão tecidual- queimaduras
Nível de temperatura tecidual (faixa terapêutica de 40 a 45ºC)
 Depende do tempo de exposição;
A área lesada deve ser resfriada o mais rápido possível;
Deve sempre ser realizado o teste de sensação térmica ( 2 tubos de ensaio com água entre 40 a 45º C e o outro entre 10 e 15ºC)
*
*
PRECAUÇÕES/ contra-indicações
Alteração de sensibilidade;
Paciente inconsciente;
Suprimento vascular inadequado 
Região hemorrágica;
Suspeitas de tumores;
Útero Gravídico;
Região das Gônadas
Partes Metálicas