A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
617 pág.
2000 perguntas radiologia

Pré-visualização | Página 6 de 50

FORMADA NO PACIENTE CHEGUE AO FILME
GABARITO:
136 – C 
137 – D
138 - D
139- OS RAIOS X, FORAM DESCOBERTOS POR:
(A) CROOKS
(B) COMPTON
(C) ROENTGEN
(D) COLIDGE
(E) LAVOISIEUR
140- NO MÉTODO TOMOGRÁFICO CONVENCIONAL, OCORRE MOVIMENTAÇÃO SINCRONIZADA DE:
(A) BANDEJA E OBJETO
(B) OBJETO E TUBO
(C) TUBO E MESA
(D) TUBO E BANDEJA
(E) OBJETO E MESA
141- O ESPECTRO LUMINOSO EMITIDO PELOS ÉCRANS REFORÇADORES E FLUORESCENTES, 
RESPECTIVAMENTE, QUANDO IRRADIADOS SÃO REPRESENTADOS PELAS CORES:
(A) VERDE E AZUL
(B) VIOLETA E AMARELO
(C) VERDE E AMARELO
(D) AZUL E VERDE
(E) VERDE E VIOLETA
GABARITO:
139 – C 
140 – D
141 - D
142- NÃO É PROPRIEDADE DOS RAIOS X:
(A) SER INVISÍVEL
(B) ATRAVESSAR CORPOS OPACOS A LUZ
(C) IONIZAR A MATÉRIA
(D) INIBIR A MITOSE CELULAR
(E) PROJETAR-SE NO ESPAÇO EM TRAJETÓRIA ELÍPTICA
143- QUANDO REDUZIMOS O mAs A METADE, PODEMOS COMPENSAR O REGIME COM:
(A) A REDUÇÃO DE 15 KV
(B) A REDUÇÃO DE 10 KV
(C) O ACRÉSCIMO DE 20 KV
(D) O ACRÉSCIMO DE 10 KV
(E) O ACRÉSCIMO DE 55 KV
144- ASSINALE QUAL A FRASE CORRETA. DETERMINA-SE TELERADIOGRAFIA:
(A) QUALQUER RADIOGRAFIA PANORÂMICA
(B) RADIOGRAFIA COM DISTÂNCIA FOCO-FILME MAIOR QUE 120 cm
(C) RADIOGRAFIA COM DISTÂNCIA FOCO-FILME IGUAL A 100 cm
(D) RADIOGRAFIA DE TÓRAX
(E) RADIOGRAFIA COM DISTÂNCIA FOCO-FILME MAIOR QUE 150 cm
GABARITO:
142 – E 
143 – D
144 - E
145- REPETIÇÃO MÍNIMA DAS RADIOGRAFIAS; FILTRAÇÃO CORRETA; COLIMAÇÃO; UTILIZAÇÃO DE 
ÉCRANS E FILMES E ALTA VELOCIDADE SÃO MEDIDAS DE:
(A) ALTA PENETRAÇÃO
(B) PROTEÇÃO RADIOLÓGICA
(C) PROTEÇÃO DOS DOSÍMETROS 
(D) ECONOMIA DO CUSTO DO EXAME
(E) MANUTENÇÃO DOS ACESSÓRIOS RADIOLÓGICOS
146- PARA UMA AMPLIAÇÃO MÍNIMA DAS ESTRUTURAS INTRATORÁCICAS, ESPECIALMENTE DO 
CORAÇÃO, AS RADIOGRAFIAS DE TÓRAX DEVEM SER REALIZADAS EM PA, COM DISTÂNCIA-
FOCO-FILME (DFF) DE:
(A) 50 cm A 80 cm
(B) 80 cm A 100 cm
(C) 100 cm A 130 cm
(D) 150 cm A 180 cm
(E) 180 cm A 200 cm
147- A DISTÂNCIA ENTRE A LÂMPADA DE SEGURANÇA E O BALCÃO DA CÂMARA ESCURA DEVE 
VARIAR DE:
(A) 30 cm A 50 cm
(B) 50 cm A 70 cm
(C) 90 cm A 120 cm
(D) 120 cm A 150 cm
(E) 150 cm A 180 cm
GABARITO:
145 – B 
146 – D
147 - C
148- EM UM TUBO DE RAIOS X, O FILAMENTO REPRESENTA:
(A) O COMPONENTE REDUTOR DO ALTO KV
(B) O COMPONENTE DA MESA DE COMANDO
(C) O PÓLO POSITIVO DE UM TRANSFORMADOR 
(D) O PÓLO NEGATIVO 
(E) A EXTREMIDADE DO PÓLO NEGATIVO OU POSITIVO DE UM CIRCUITO
149- PARA O TÉCNICO DE RAIOS X, A DOSE LIMITE DE RADIAÇÃO SEMANAL É DE:
(A) 1 ROENTGEN
(B) 5 ROENTGEN
(C) 10 mRAD
(D) 100 mR 
(E) 100 RAD
150- AS PRINCIPAIS VANTAGENS DOS GERADORES TRIFÁSICOS NOS APARELHOS DE RAIOS X SÃO:
(A) MAIOR TEMPO DE EXPOSIÇÃO E VOLTAGEM CONSTANTE
(B) VOLTAGEM CONSTANTE E MENOR TEMPO DE EXPOSIÇÃO
(C) MAIOR TEMPO DE EXPOSIÇÃO E VOLTAGEM PULSADA
(D) MENOR CALOR E MENOR TEMPO DE EXPOSIÇÃO
(E) VOLTAGEM PULSADA E MENOR CALOR
GABARITO:
148 – D 
149 – D
150 - B
151 – O TIPO DE MOVIMENTO REALIZADO PELAS ARTICULAÇÕES INTERFALANGEANAS É 
DENOMINADO:
(A) CONDILAR
(B) PLANA
(C) GÍNGLIMO
(D) TROCÓIDE
(E) RÍGIDO 
152- A IMAGEM FORMADA NUM FILME RADIOGRÁFICO EXPOSTO AOS RAIOS X MAS AINDA NÃO 
REVELADO CHAMA-SE:
(A) REAL
(B) BRANCA
(C) LATENTE
(D) NEGATIVA
(E) PROVISÓRIA
153- O TAMANHO DO PONTO FOCAL DO ANÓDIO É DETERMINADO PELA:
(A) ÁREA DO ANÓDIO
(B) ESPESSURA DO ANÓDIO
(C) VELOCIDADE DO ANÓDIO
(D) ESPESSURA DO FILAMENTO
(E) COMPRIMENTO DO FILAMENTO
GABARITO:
151 – C 
152 – C
153 - E
154- NA FABRICAÇÃO DO FILAMENTO DO CATÓDIO E DA PLACA DE ANÓDIO, DAS AMPOLAS DE 
RAIOS X COMUNS. SÃO UTILIZADAS RESPECTIVAMENTE AS SEGUINTES SUBSTÂNCIAS:
(A) TUNGSTÊNIO - TUNGSTÊNIO
(B) MOLIBDÊNIO - ALUMÍNIO
(C) COBRE - TUNGSTÊNIO
(D) MOLIBDÊNIO - COBRE
(E) ALUMÍNIO – COBRE
155- A PRODUÇÃO DE RADIAÇÃO SECUNDÁRIA ESTÁ DIRETAMENTE LIGADA AO:
(A) TIPO DE GRADE
(B) EFEITO COMPTON 
(C) TIPO DE ÉCRAN
(D) TAMANHO DO FOCO
(E) EFEITO FOTOELÉTRICO
156- A RADIAÇÃO SECUNDÁRIA É INTENSIFICADA QUANDO PROVOCAMOS A SEGUINTE 
ALTERAÇÃO:
(A) AUMENTO DA QUILOVOLTAGEM
(B) DIMINUIÇÃO DA ÁREA EXPOSTA
(C) DIMINUIÇÃO DA MILIAMPERAGEM
(D) AUMENTO DA DISTÂNCIA Fo - Fi
(E) AUMENTO DO TEMPO DE EXPOSIÇÃO
GABARITO:
154 – A 
155 – B
156 - A
157- O FATOR QUE CONTRIBUI PARA A REDUÇÃO DO TEMPO DE EXPOSIÇÃO RADIOGRÁFICA É:
(A) ÉCRAN INTENSIFICADOR
(B) GRADE ANTIDIFUSORA
(C) DISTÂNCIA Fº - Fi
(D) FLUOROSCOPIA
(E) COLIMAÇÃO
158- O USO DE ÉCRANS INTENSIFICADORES DENTRO DO CHASSIS TEM COMO OBJETIVO 
PRIMORDIAL:
(A) DIMINUIR A DOSE DE RADIAÇÃO
(B) MELHORAR O DETALHE DA IMAGEM
(C) AUMENTAR O CONTRASTE DO FILME 
(D) IMPEDIR A AÇÃO DA LUZ VERMELHA
(E) FACILITAR O MANUSEIO DOS FILMES
159- O DISPOSITIVO "POTTER-BUCKY" COM GRADE NA RAZÃO 12:1 É EMPREGADO EM:
(A) CONTACTOGRAFIAS
(B) EXAMES MAMOGRÁFICOS 
(C) ESTUDOS DE ANGIOGRAFIAS
(D) COLANGIOGRAFIAS PERCUTÂNEAS
(E) TÉCNICAS DE ALTA QUILOVOLTAGEM
GABARITO:
157 – A 
158 – A
159 - E
160- UM PACIENTE DEU ENTRADA NO HCPM COM DOR ABNOMINAL. FOI SOLICITADO O ESTUDO DO 
ABDÔMEN EM AP MEDIU 20 cm. A CONSTANTE DO APARELHO É DE 30. PERGUNTA-SE: QUAL O 
KV ADEQUADO PARA O ESTUDO DE ABDÔMEN EM AP?
(A) 80 KV
(B) 70 KV
(C) 60 KV
(D) 40 KV
(E) N.R.A.
161- A DISTÂNCIA OBJETO-FILME, NUM EXAME RADIOGRÁFICO, DEVE SER O MENOR POSSÍVEL 
OBJETIVANDO:
(A) REDUÇÃO DO m.A.S.
(B) REDUÇÃO DO TEMPO
(C) MÁXIMA AMPLIAÇÃO
(D) MÍNIMA AMPLIAÇÃO
(E) REDUÇÃO DE MOVIMENTOS DO PACIENTE
162- AS RADIOGRAFIAS QUE SE MOSTRAM SEM PRECISÃO DE DETALHES, SEM DEFINIR UMA 
SITUAÇÃO, DEVIDO AO MAU CONTATO DE ÉCRANS, SÃO CHAMADAS DE :
(A) FLOW
(B) CINZA
(C) VELADA
(D) QUEIMADA
(E) PENETRADA
GABARITO:
160 – B 
161 – D
162 - A
163- APÓS A REALIZAÇÃO DE UM ESTUDO RADIOGRÁFICO DO CRÂNIO EM PA, VERIFICOU-SE NO 
FILME OBTIDO UM BORRAMENTO DAS ESTRUTURAS RADIOGRAFADAS, MANTENDO-SE NO 
ENTANTO NÍTIDA A IMAGEM DO NUMERADOR DE CHUMBO APLICADO SOBRE O CHASSIS. 
NESTE CASO, DIZ-SE QUE OCORREU UM "FLOW CINÉTICO"
(A) DO FILME
(B) DA AMPOLA
(C) DO PACIENTE 
(D) DO CHASSIS
(E) DA GRADE
164- UM ESTUDO RADIOGRÁFICO DA MÃO FOI OBTIDO COM 5 mAs, 41 kv E DISTÂNCIA FOCO-FILME 
DE 1 METRO. MANTIDA A DISTÂNCIA FOCO-FILME, PODERÍAMOS OBTER APROXIMADAMENTE O 
MESMO RESULTADO NA IMAGEM UTILIZANDO:
(A) 5 mAs COM 39 kv
(B) 10 mAs COM 31 kv
(C) 2,5 mAs COM 45 kv
(D) 2,5 mAs COM 58 kv
(E) 10 mAs COM 51 kv
165- A MANOBRA DE VALSALVA É UM ARTIFÍCIO USADO NO EXAME DE:
(A) ATM
(B) CAVUM
(C) PNEUMOARTROGRAFIA DO JOELHO
(D) ANGIOGRAFIA CAROTÍDEA
(E) ARTICULAÇÃO DO TORNOZELO COM STRESS
GABARITO:
163 – C 
164 – B
165 - B
166- EM QUAL DAS SITUAÇÕES ABAIXO, O EFEITO ANÓDIO ESTÁ APLICADO DE FORMA 
INCORRETA?
(A) CATÓDIO PARA O LADO DO OMBRO E ANÓDIO PARA O LADO DA MÃO
(B) CATÓDIO PARA O LADO DO COTOVELO E ANÓDIO PARA O LADO DA MÃO
(C) CATÓDIO PARA O LADO DA COLUNA DORSAL E ANÓDIO PARA O LADO DA COLUNA LOMBAR
(D) CATÓDIO PARA O LADO DO JOELHO E ANÓDIO PARA O LADO DO TORNOZELO
(E) CATÓDIO PARA O LADO DA COLUNA LOMBAR E ANÓDIO PARA O LADO DA COLUNA DORSAL
167- QUAL A ANGULAÇÃO DA COXA - MESA NO POSICIONAMENTO PARA ESTUDO DA 
CHANFRADURA INTERCONDILIANA?
(A) 90º
(B) 135º
(C) 120º
(D) 45º
(E) 10º
168- PARA ESTUDO RADIOLÓGICO DA ARTICULAÇÃO SACRO-ILÍACA DIREITA, FAZEMOS:
(A) OBLÍQUA POSTERIOR DIREITA
(B) PERFIL DIREITO
(C) OBLÍQUA ANTERIOR ESQUERDA
(D) OBLÍQUA POSTERIOR ESQUERDA 
(E) AP DA REGIÃO COM INCLINAÇÃO DE 35º PODÁLICOS
GABARITO:
166 – C 
167 – D
168 - D
169- ASSINALE O PROCEDIMENTO CORRETO

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.